Cidadeverde.com

Waldemar Lemos deixa o comando do River

Foto: Victor Costa/River A.C.

Ampliada às 14h42

O presidente Elizeu Aguiar anunciou, no início da tarde desta sexta-feira (17), que o treinador Waldemar Lemos não faz mais parte da comissão técnica do River Atlético Clube. Ele foi demitido por telefone no final da manhã. 

Waldemar Lemos deixa o Galo na liderança do seu grupo na Copa do Nordeste, líder do Campeonato Piauiense e com três vitórias, dois empates e apenas uma derrota - esta para o Sete de Setembro (MS) custou a eliminação na Copa do Brasil. 

Na quarta-feira (15), após a vitória por 2 a 0 sobre o Piauí no Campeonato Piauiense, Waldemar Lemos demonstrou decepção com o desempenho do time, mas também com os problemas do torneio. A partida foi disputada no campo castigado do estádio Lindolfo Monteiro, cujos refletores se apagaram no primeiro tempo, sendo religados somente uma hora depois. 

Em entrevista no Jornal do Piauí, da TV Cidade Verde, Elizeu Aguiar disse que foi pego de surpresa com a situação desta semana. O dirigente contou que Waldemar Lemos fez pedidos para melhorias no trabalho do grupo que a diretoria não pode atender. Estava tudo tranquilo até a vitória sobre o Piauí, quando o treinador reclamou das dificuldades do Campeonato Piauiense. 

Foto: Roberta Aline/Cidade Verde

- Não tínhamos nenhum problema, nenhuma divergência, e nos surpreendeu muito a forma como foi colocada, no local que não era para ser colocado, a forma como foi colocada, depois de uma vitória, em um ambiente que era pra ser de festa e virou um clima muito ruim.

Waldemar Lemos concedeu entrevista após o jogo tentando ser polido. Mas reclamou com dirigentes e no vestiário, onde o tom da conversa foi diferente do adotado com a imprensa, segundo Elizeu Aguiar. 

- Ele atingiu muito, ele feriu muita gente. A coisa não está exposta, nem eu vou expor. Mas na verdade eu só tenho gratidão por ele, pelo que fez até aqui. 

Foto: Roberta Aline/Cidade Verde

Mais tarde, em entrevista na Rádio Cidade Verde, Elizeu Aguiar disse que já conversou com integrantes da comissão técnica que eventualmente poderiam sair com a demissão de Waldemar Lemos e garantiu que quer a permanência de todo o grupo. Ninguém deve sair do River junto com o treinador. 

Ainda na rádio, Elizeu Aguiar disse que a mudança de postura de Waldemar Lemos no último jogo rompeu com a tranquilidade sempre demonstrada pelo treinador desde a sua chegada ao Piauí.

- Eu fiz a seguinte leitura no dia seguinte: ou ele tinha uma proposta para seguir outro seu caminho, ou na verdade não existia um ambiente favorável para ele realizar o seu trabalho, coisa que ele não externou.

- Os jogadores foram abraçá-lo e foram fazer a oração. Ele tomou a palavra e começou a atacar pessoas, atacou a instituição. Teve alguns momentos em que ele foi muito duro. Ele disse coisas que no seu normal ele não diria. Ele é muito tranquilo. É um excelente profissional, quero deixar bem claro aqui. Nós não queríamos isso. Mas os bastidores nos obrigou a fazermos isso.  (...) O clima não ficou bom. Lá sobrou pra todo mundo.

Com o River de folga até a próxima quarta-feira, Waldemar Lemos foi liberado para visitar a família e não treinou o time ontem. Agora, a diretoria tem uma semana para definir o nome do novo treinador. Enquanto isso, os auxiliares Lucas Andrade e Tales Rodrigues vão comandar a equipe. O Galo só joga agora dia 22, contra o 4 de Julho, em Teresina, pelo Campeonato Piauiense.