Cidadeverde.com

Filho pequeno insistiu para autor do gol do Parnahyba jogar

Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

Gilmar concedeu entrevista gripado, com a voz até falhando um pouco. Mas depois de marcar o gol da vitória do Parnahyba sobre o Flamengo, que levou o Tubarão para a final do 1º Turno do Campeonato Piauiense, ele precisava falar. O pedido do filho pequeno não saía de sua cabeça. 

- Eu tô gripado, você estão vendo como eu estou falando. Mas conversando com o meu filho ontem à noite ele disse: 
    - Pai, se você não for jogar, eu não vou assistit o jogo.
    - Meu filho, eu tô doente, eu tô mal, passei a noite mal...
    - Mas jogue, pai. 

O garoto Riquelme parecia estar adivinhando. Em mais um lance de bola parada, Gilmar estava na grande área e marcou o gol da vitória por 2 a 1, na noite de ontem (19), no Lindolfo Monteiro.

O gol, dedicado aos filhos Riquelme e João, foi comemorado imitando um arqueiro atirando uma flecha em direção aos torcedores rubro-negros. Outra homenagem, dessa vez para a mãe de origem indígena, já falecida. Tudo em família.