Cidadeverde.com

Amarildo, Parnahyba e Flamengo em: Plural, a novela do(s) cartão(ões) amarelo(s)

Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

Amarildo no Lindolfo, morto de preocupado com o processo no TJD... #sqn

Das cadeiras do Lindolfo Monteiro, Amarildo estava sorridente com a vitória do River sobre Picos, ontem (5), por 3 a 0. Conversava com jogadores, brincava descontraído com uma torcedora mirim. Pense num cara que está preocupado se o Parnahyba vai perder os pontos da semifinal do 1º Turno do Campeonato Piauiense – só que não. 

Mesmo assim, Amarildo virou protagonista da novela que envolve Flamengo, Parnahyba e o regulamento do Campeonato Piauiense. 

O blog Na Esportiva fez as contas e revelou, na segunda-feira, que Amarildo não poderia jogar se as alegações do Flamengo forem aceitas pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI). O rubro-negro alega que o regulamento não está no plural e exclui apenas um dos dois cartões amarelos tomados por um jogador na mesma partida. Isso incluiria um terceiro amarelo e suspensão automática para o volante contra Picos.

Eduardo Hungaro chegou a anunciar, na terça-feira, o retorno do jogador ao time titular. Porém, alertado depois da reportagem, estudou o caso e voltou atrás.

Foi o assunto da noite. Afinal, era de se supor que se o River optou por não escalar Amarildo, o clube teria buscado informações para se certificar de que seria punido, o que viraria quase um atestado de que o Flamengo será vencedor no processo pela escalação de Fabiano, do Parnahyba, na semifinal do 1º Turno.

Hungaro disse que não foi bem assim. O River fez consultas e acredita que não poderia ser prejudicado com a escalação do volante. Mesmo com esse pensamento, preferiu esperar a decisão do TJD a correr riscos. 

Foto: Victor Costa/River A.C.

Hungaro vê erro no regulamento e preferiu não arriscar. Sabe lá o que o TJD pode decidir...

 

Reprodução/ffp-pi.com.br

E olha que o site da FFP diz que o Amarildo só tem dois cartões amarelos no Campeonato...

Enquanto isso, o Parnahyba recebeu, ontem, um documento da Federação de Futebol do Piauí (FFP), afirmando que não havia nada de irregular na escalação do atacante Fabiano.

A FFP mantém um sistema para que os clubes saibam quem tomou cartões amarelos e vermelhos e está suspenso para os próximos jogos. A atualização desse sistema é baseada na idéia de que o jogador punido com dois cartões amarelos no mesmo jogo não terá os mesmos acumulados para a série de três cartões, que provoca a suspensão – ao contrário do que o Flamengo defende que está no regulamento. 


Documento da FFP recebido pelo Parnahyba. E agora?

O regulamento do campeonato foi feito pela FFP e aprovado por Flamengo, Parnahyba e todos os outros clubes – é bom que se diga. 

Mas vai ser uma confusão se o TJD decidir em favor do Flamengo. Com uma prova de que teve aval da Federação para escalar o jogador, o Parnahyba pode ser prejudicado?

Os erros precisam ser corrigidos e qualquer decisão da Justiça deve ser respeitada. Mas como disse o treinador Hungaro, e penso que pelo bem do futebol, tomara que vença o bom senso. Tomara. 

 

Ampliada às 14h29 para adição de foto.