Cidadeverde.com

Após quebrar clavícula duas vezes, Karine Frota comemora bicampeonato na Copa Nordeste de Ciclismo

  • karine04.jpg Wesley Kestrel/CBC
  • karine03.jpg Wesley Kestrel/CBC
  • karine02.jpg Wesley Kestrel/CBC
  • karine01.jpg Wesley Kestrel/CBC

Entre as medalhas conquistadas pela delegação piauiense na Copa Norte e Nordeste de Ciclismo, disputada no último fim de semana em São Luís (MA), o feito de Karine Frota chama a atenção. O ouro na prova contra o relógio foi marcado pelo bicampeonato inédito e pela recuperação da atleta do Piauí, que quebrou a clavícula duas vezes desde o título do ano passado. 

Karine Frota conversou com a Rádio Cidade Verde sobre o ouro na prova contra o relógio, o bronze no circuito e o quinto lugar na prova de resistência, medalhas conquistadas mesmo com o receio de cair na pista - ela afirmou que o osso ainda não está totalmente colado e havia risco de nova lesão. 

- Na última vez eu fiz uma cirurgia. Eu tive muitas paradas e isso atrapalhou muito meu treinamento. E surpreendentemente eu consegui conquistar o bicampeonato. 

Ouça a entrevista da ciclista:

O Piauí também foi ao pódio com outros atletas, que ajudaram o estado a ficar com a quinta posição no torneio, entre 14 estados participantes. 

Destaque para o experiente Lindomar Ferreira, campeão na categoria Master B1 tanto no circuito como no contra o relógio. 

Foto: Wesley Kestrel/CBC

Lindomar durante a Copa Norte e Nordeste

Confira os resultados da delegação do Piauí

PROVA CONTRA O RELÓGIO
ELITE - OURO - Karine de Macedo Frota
MASTER B1 - OURO - Lindomar Ferreira dos Santos

PROVA DE CIRCUITO
ELITE - PRATA - Lucas Melo de Carvalho Mota
ELITE - BRONZE - Karine de Macedo Frota
JUVENIL - OURO - Antônio Maurício Pinto Rodrigues
MASTER B1 - OURO - Lindomar Ferreira dos Santos
MASTER C2 - PRATA - Valfredo de Maceno Oliveira
VETERANO - OURO - José Arlindo Nevoa

PROVA DE RESISTÊNCIA
MASTER B1 - BRONZE - Lindomar Ferreira dos Santos
MASTER C2 - PRATA - Valfredo de Maceno Oliveira
VETERANO - PRATA - José Arlindo Nevoa

Na Rádio: caiu o último invicto... caiu tudo no fim de semana esportivo

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Renato Gaúcho: vai despencar ou vai tropeçar? E o Grêmio, vai (querer) alcançar?

O fim de semana esportivo foi repleto de quedas.

Caiu Paulo Bonamigo, que não treina mais o Fortaleza depois da derrota por 2 a 0 para o Sampaio Corrêa, no sábado passado. Antônio Carlos Zago assume o posto na sequência da Série C do Brasileirão. 

Caiu também o último invicto do Brasileirão. O Corinthians perdeu para o Vitória, em casa, por 1 a 0. O Renato Gaúcho disse que o Timão não iria cair, iria despencar/tropeçar. Estamos aguardando, em ritmo de funk.

Até o Neymar caiu, mas foi nas graças da torcida do PSG, incrédula com a atuação de domingo na goleada por 6 a 2 sobre o Toulouse. Olha a reação dos franceses:

Caíram no tatame os adversários dos piauienses no Brasileiro Sub-15 de Judô. Quatro medalhas no fim de semana para a garotada do Piauí. Resultado sensacional. 

E caíram os palpiteiros da rodada, encerrando a série vitoriosa de Fenelon Rocha. Acertei seis palpites na rodada do Brasileirão, sendo um em cheio - sem contar o jogo de hoje entre Fluminense e Atlético-MG. 

Tudo isso na resenha de hoje do Acorda Piauí, na Rádio Cidade Verde. Ouça a íntegra do Cidade Esportiva desta segunda-feira (21):

Com 4 medalhas no Brasileiro Sub-15, a base do judô do Piauí finalmente vem forte

  • JUDOSUB15-1.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-11.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-10.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-8.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-7.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-6.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-4.jpg Foto: Divulgação
  • JUDOSUB15-2.jpg Foto: Divulgação
  • SUB15JUDO-3.jpg Foto: Paulo Pinto/CBJ
  • SUB15JUDO-2.jpg Foto: Paulo Pinto/CBJ
  • SUB15JUDO-1.jpg Foto: Paulo Pinto/CBJ

Foi o resultado mais expressivo do judô piauiense nos últimos anos, em termos de quantidade. Na verdade, algo que era um tanto rotineiro antes do ouro olímpico de Sarah Menezes, em Londres 2012. 

O Brasileiro Sub-15 de Judô, disputado em Lauro de Freitas (BA), terminou no último fim de semana com quatro piauienses no pódio. Eu nem lembro quando foi a última vez que isso aconteceu...

José Wanderson Marques (-36kg) foi prata. Michelly Silva (-44kg), Larissa Vaz Morais (-48kg) e Felipe Silva (+64kg) levaram o bronze. 

O resultado quantitativo é reflexo de um crescimento gradual da qualidade. Um sinal de que a ressaca dos anos de poucas conquistas na base pode estar perto do fim. 

Michelly Silva é exemplo disso. Já foi campeã brasileira sub-13 no ano de 2015, quando lutou com um quimono azul de Sarah Menezes. Revelada no projeto Superação, idealizado pela campeã olímpica e seu treinador, Expedito Falcão, Michelly mantém a sequência de bons resultados e sinaliza que pode conquistar mais no futuro. 

Parece que o tempo das vacas magras no judô piauiense está chegando ao fim. 

Valéria comemora convocação para a seleção brasileira sub-20: "vou honrar essa camisa"

Foto: Benonias Cardoso/AllSports

Passados dois dias do anúncio da convocação, a ficha já caiu para a atacante Valéria, da Sociedade Esportiva Tiradentes.

- Eu fui a última a saber. Fiquei sem ação, deu vontade de gritar, de chorar.

Artilheira do Campeonato Brasileiro Série A2 com 10 gols, a jogadora do Tiradentes foi convocada pelo técnico Doriva Bueno para a seleção brasileira Sub-20. A lista saiu na última terça-feira (15), mas a comemoração continua. 

- A ficha caiu e isso é verdade. Graças a Deus, consegui chegar à seleção brasileira e vou vestir a amarelinha. E vou honrar essa camisa. 

Valéria vai participar de treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), de 28 de agosto a 8 de setembro. A atividade visa a preparação para o Campeonato Sul-Americano 2018, que vale vaga para a Copa do Mundo. 

Ouça a entrevista de Valéria para a Rádio Cidade Verde:

Veja a convocação:

Goleiras: Stefane (Chicago Brasil), Kemelli (Iranduba) e Jully (Kindermann)

Laterais: Emanoely (Fluminense/Joinville), Monalisa (Iranduba), Francisca (XV Piracicaba) e Mayara (América/MG)

Zagueiras: Ingryd (Grêmio Osasco Audax), Thais Regina (Iranduba), Tainara (Vitória) e Ariane (Grêmio)

Volantes: Gabriella (Ferroviária), Angelina (Santos), Isabela (Ceilândia) e Luana (Ferroviária)

Meio de Campo: Larissa (Foz Cataratas), Victória Kristine (Minas Brasília), Brenda (União Desportiva Alagoana) e Maria Larisse (Associação Menina Olímpica)

Atacantes: Jucinayra (Vitória), Isadora (Ferroviária), Vitória Almeida (Iranduba), Marta Naízia (Associação Menina Olímpica) e Valeria (Tiradentes/PI)

Parnahyba 0x1 CSA - o Tubarão fez o que deu na pré-Copa do Nordeste

O Parnahyba começou perdendo ao não entrar de azul. Não sei o que aconteceu, mas quem jogava em casa era o Tubarão. O CSA que viesse de branco. 

Em segundo lugar, era esperar demais uma melhor atuação de um time que começou a treinar há duas semanas, por mais que praticamente todos os jogadores já se conheçam. Os reservas do CSA têm mais ritmo de jogo - e por mais que isso soe humilhante, não é nenhuma surpresa, dadas as circunstâncias. 

Na verdade, eu prefiro analisar o pré-jogo, porque qualquer comparação entre Parnahyba e CSA só seria novidade se envolvesse superioridade da equipe piauiense. 

E o pré-jogo que falo não envolve os dias e horas que antecederam a partida, mas a forma enrolada como se deu essa pré-Copa do Nordeste, que até agora tem dois dos seus quatro confrontos com datas indefinidas. 

A CBF pretendia fazer esses jogos em maio. Mas foi em maio que a Confederação divulgou o regulamento do torneio, para que o mesmo ocorresse em julho. As partidas estão acontecendo em agosto. 

Se fosse em maio, o Parnahyba teria um time - o vice-campeão piauiense. Em julho, seria o time agora eliminado da Série D do Brasileirão. Mas teve de montar uma equipe de última hora. Contratou treinador e jogadores para apenas duas partidas. 

Indefinições como essa pesam contra quem não tem calendário e está em busca justamente de um lugar ao sol no futebol brasileiro. Não dá para exigir dos cofres do Tubarão pagar folha salarial enquanto espera data de competição ser definida.

Se o Parnahyba iria conseguir superar o CSA em maio ou em julho, nunca saberemos dizer. Mas eu prefiro cobrar de um clube que tem as dificuldades que tem quando a culpa pela montagem do elenco em cima da hora for exclusivamente dele. Certamente, em 2018 esse torneio seletivo será melhor definido e ninguém passará por situação semelhante.

Em campo, o Tubarão fez o que pode. Talvez faça até mais no jogo de volta, mas é difícil montar uma equipe em cima da hora e enfrentar o líder da Série C do Brasileirão. 

E continuo a dizer que o Parnahyba, sua história, e o esforço de seu Pedro Alelaf em preservá-la, merecem muito mais. Os parnaibanos sabem disso. E torço para que esse dia do Tubarão ganhar novos mares chegue o quanto antes. Quem sabe, no Nordestão 2019.

Na Rádio: ouça o Cidade Esportiva do Acorda Piauí desta segunda (14)

A estreia de Neymar no PSG, os resultados do futebol nacional e internacional, as medalhas do Piauí no Triatlo e a expectativa para o jogo entre Parnahyba e CSA (AL) pela Pré Copa do Nordeste. Tudo foi assunto no Cidade Esportiva do Acorda Piauí desta segunda-feira (14). Ouça na íntegra:

 

 

Jogador piauiense da Chapecoense posa ao lado de Messi e tira onda

E você acha que não tinha piauiense no jogo entre Barcelona e Chapecoense, ontem? Claro que tinha, sempre tem um em algum lugar. 

Mas na goleada de ontem, o piauiense estava no gramado, ainda que tenha ficado no banco de reservas. O lateral Roberto Heuchayer, que é de Picos, 306 quilômetros ao Sul de Teresina, jogou pelo Brasileirão no domingo, na derrota por 2 a 0 para o Coritiba, e seguiu com o restante do time direto para Barcelona depois da partida.

Alan Ruschel, em sua emocionante volta aos gramados, pode até ter ficado com a camisa do craque argentino Messi. Mas quem saiu na foto oficial após o amistoso foi o piauiense, que postou o registro no Instagram e ainda tirou onda:

- Do lado de ninguém kkkkkkkkkk

Roberto é uma figuraça, sempre bem humorado e adora uma zoeira - especialmente quando estava no Santa Cruz e provocava o rival Sport. Ele segue com a Chapecoense para cumprir compromissos e receber homenagens junto com o time. 

O jogo da Chapecoense foi um dos destaques do esporte na Rádio Cidade Verde nesta terça-feira (8). Ouça a íntegra do quadro no Cidade Verde Notícias:

 

Na Rádio: Flamengo foi vítima da maldição do hino no Cidade Verde Notícias

Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo

 

A derrota do Flamengo para o Vitória, no último domingo (6), tem explicação simples: a maldição do hino do Cidade Verde Notícias.

Alguém tocou parte do hino do Flamengo no programa de sexta-feira (4). Já avisamos insistentemente que isso dá azar. Não poderia ser diferente: derrota para o Vitória e técnico Zé Ricardo demitido. 

Mas a maldição só funciona se o torcedor do próprio clube quiser cantar vitória antes do tempo. Nadja Rodrigues tocou o hino do Bahia para fazer o seu São Paulo ganhar o jogo, mas não deu certo. Mesmo assim, estamos em dúvida se foi a artimanha que não deu certo ou os erros da arbitragem que prejudicaram o São Paulo. 

Na dúvida, não peça para tocar hino de ninguém no Cidade Verde Notícias. Ouça a íntegra do quadro Cidade Esportiva do programa desta segunda-feira (7):

 

E aqui, a íntegra do Cidade Esportiva no Acorda Piauí, com Fenelon Rocha mais uma vez vencendo os palpites da rodada:

Na Rádio: Neymar deixa o Barcelona. Devia jogar pela Chapecoense...


Neymar antes do clássico com o Real Madrid, em 2016, após a tragédia da Chapecoense (foto: Barcelona)

 

Neymar foi ao treino e não treinou. Parece o Felipe Melo, que saiu do Palmeiras sem sair. Mas a novela é outra. 

O atacante brasileiro deve mesmo deixar o Barcelona para defender o PSG, da França. Isso às vésperas do amistoso do Barça com a Chapecoense, marcado para o próximo dia 7. 

Uma despedida do Barcelona no jogo com o time brasileiro seria improvável. É possível que o PSG apresente Neymar antes disso. 

Mas no Acorda Piauí desta quarta-feira (2), Joelson Giordani deu uma ideia: o Neymar poderia jogar o amistoso com a camisa da Chapecoense. Será se dá certo? E você, o que acha?

Ouça a íntegra do Cidade Esportiva de hoje, com resultados da Série B e os palpites da rodada da Série A do Brasileirão, e a novela que agora envolve a saída de Felipe Melo do Palmeiras:

 

Na Rádio: o pitbull Felipe Melo soltou os cachorros no técnico Cuca

E que ressaca, hein, Felipe Melo? 

Falando sério, o vazamento do áudio do jogador do Palmeiras detonando o técnico Cuca forçou Felipe Melo a dar explicações. 

Ouça a íntegra do Cidade Esportiva, quadro do Acorda Piauí, desta terça-feira (1). 

 

Posts anteriores