Cidadeverde.com

Palmeiras pode sair de Teresina com 60% da renda do Albertão

Torcedor que comprou ingresso para Flamengo e Palmeiras, deve estar pensando em casa: se a Raposa perder, ao menos ajudei o time...

É, ajudou o time, do Palmeiras...

O regulamento 2010 da Copa do Brasil é claro. O Flamengo não leva toda a renda em caso de derrota por dois ou mais gols de diferença. Os visitantes vão abocanhar 60% do valor líquido.

Art. 22 – A renda líquida de cada partida será do clube mandante.
§ 1º - Nos casos em que ocorrer apenas uma partida, com a decorrente eliminação do mandante, na forma do presente regulamento, a renda líquida será dividida entre os clubes na relação de 60% para o vencedor e 40% para o vencido.

A previsão da Infraero é que o voo da Tam que traz o Palmeiras desembarque às 11h45min. Sem o goleiro Marcos, lesionado.

Retificada às 12h56
Torcedor alertou, e realmente havia uma interpretação equivocada do regulamento. Se o Flamengo garantir o jogo de volta, a renda é toda rubro-negra. Pelo equívoco, as desculpas e a correção enquanto é tempo.


Futsal em Piripiri

No último domingo rolou a final da regional de Piripiri da Copa Norte de Futsal. O J. Frios venceu o Atalanta, de Batalha, por 6 a 4. No jogo disputado no Sesc Ler, o Atalanta virou o jogo duas vezes, e o J. Frios outras duas.

O campeão recebeu o troféu 100 Anos de Piripiri, e agora encara Arsenal, de Esperantina, ou Young Club, de Parnaíba, que irão decidir o título da regional de Buriti dos Lopes.

O calor que não nos mata

Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais. Onde os dirigentes não tomaram a decisão, os jogadores iniciaram o protesto: jogar em calor de 40 ºC não dá. Um já desmaiou em Minas Gerais e não se pode esperar o pior.

A coisa parece absurda para um Bitonho, um Brinquedo, ou um Maradona da vida, que já tiveram de aguentar temperaturas semelhantes e sensações térmicas piores. No Piauí, time com estádio sem iluminação tem de entrar em campo às 15h45min. Se há chance de prorrogação e pênaltis, é 15h. Foi o que ocorreu em 2001 na final entre River e Oeiras - por conta do apagão elétrico, estádios tinham de usar geradores, e não conseguiram para o Albertão na época.

No ano passado, em um jogo do Flamengo, o Campeonato Piauiense até inaugurou a "parada da água". Não se repetiu, mas os jogadores deixaram o campo no meio do primeiro tempo para se refrescarem, com o consentimento do árbitro. Coisa de dois minutos, para ouvir o professor também. Poderia virar regra, com aval da Fifa.

Vou torcer por chuva na quarta-feira em Flamengo e Palmeiras, porque se algum jogador sair de campo reclamando de calor de 35 ºC, é capaz de rolar até campanha para limitações de partidas em temperaturas mais elevadas, como já ocorre com cidades de altitude bem acima do nível do mar. Apesar desse calor todo não se repetir durante a noite.

Não estou dizendo que reclamar é errado. Tudo em excesso faz mal: altitude, calor, frio, cerveja, e até torresmo. Mas pensem: se estão reclamando do calor que faz agora no sul e sudeste, o que se pode pensar do Piauí, onde a piada do "fritar ovo no asfalto" é contada pelas ruas como fato?

É fato que uma reflexão é merecida.

As últimas da segunda-feira no Flamengo

O presidente Everaldo Cunha confirmou que o time ficará concentrado a partir da manhã desta terça-feira no Real Palace  Hotel, após o recreativo.

Foi confirmada também a preliminar de Flamengo e Palmeiras. Será entre o KLB, comandado pelo governador Wellington Dias, e o time do desembargador Raimundo Nonato Alencar. O Governo promove o jogo como reinauguração do estádio Albertão, apesar de ainda faltarem alguns ajustes.

Para quem não sabe, KLB não tem nada a ver com a banda. É "Ki Lapa de Bucho".


A marca da camisa rubro-negra

Faltando pouco tempo para o jogo entre Flamengo e Palmeiras pela Copa do Brasil, a equipe rubro-negra ainda não sabe com vai entrar vestida no estádio Albertão.

Claro que o uniforme está pronto, estou falando é do patrocinador.

O blog apurou que o Flamengo já tem um pré-acordo com uma empresa interestadual com patrocínio para a camisa no jogo da Copa do Brasil, em função do televisionamento da partida. O problema é que uma outra empresa entrou na jogada, querendo estampar sua marca também no Campeonato Piauiense.

O fim dessa novela, o torcedor talvez só saiba quando os jogadores saírem do vestiário. Atualmente, a camisa está assim:



A diretoria estima que, dos 30 mil, cerca de 7 mil ingressos já foram vendidos. A maior procura é esperada para terça e quarta-feira.

De novo, o Palmeiras

O time embarca no início da manhã para Teresina. A assessoria informou que os jogadores não concederão entrevistas ao desembarcarem no aeroporto Petrônio Portella, por volta de 11h, horário local.

O treino de reconhecimento do gramado do estádio Albertão está marcado para 16h de terça-feira.

É a quarta vez que o time paulista enfrenta os piauienses na Copa do Brasil.

Em 1997, a vítima foi o River, do técnico Sílvio Lemos e do atacante Mairam. Empate sem gols em Teresina e derrota por 7 a 1 em São Paulo, quando o Verdão tinha Roque Júnior, Cafu, Djalminha, Luizão, Viola...

Nas outras duas vezes, os encontros foram com o 4 de Julho, em 1993 e 1994. No primeiro ano, o Colorado do goleiro Guará não teve chance contra Evair, Zinho, e Edmundo: 2 a 0 na ida e 3 a 0 na volta. Percebam que o regulamento de hoje com eliminação do primeiro jogo não existia.

Já em 1994, o 4 de Julho tinha Ademir Patrício, Jorge Veras, e Toby no ataque. Derrota de 3 a 1 na ida, e por 5 a 2 na volta, com susto no time de Vanderlei Luxemburgo, que viu os piauienses quase empatarem a partida.

A última vez que o Palmeiras esteve no Albertão, no entanto, foi em 2002. O grupo D da Copa dos Campeões ainda tinha Vasco, Bahia, e Atlético/MG. Foram duas vitórias, e um empate com os cariores. Depois, vitória sobre o Fluminense nas quartas-de-final em Teresina por 1 a 0, e eliminação na semifinal em Belém/PA, contra o Paysandu, que veio a ser campeão.

Piauiense no Rio: estreia no Fluminense

Mais um boleiro piauiense entrou no grupo dos profissionais do futebol brasileiro. Desta vez pelo Fluminense/RJ.

O meia Dielton Eufrásio de Carvalho, natural de São Julião, 382 quilômetros a sudeste de Teresina, perto da divisa do Piauí com Ceará e Pernambuco, entrou em campo no segundo tempo do jogo Fluminense e Olaria, no Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

Tudo bem, não é lá uma partida digna de se comentar, mas foi a estreia do garoto, que fará 19 anos no dia 29 de abril.

O jogador estava no Primeira Camisa, de São José dos Campos, onde disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na partida contra o Fluminense, empate em 3 a 3. Depois disso, contrato assinado por dois anos.

Piauiense na França: Eduardo faz mais um

Benoît Ledoyen - Agence PanoramiC


Eduardo fez o segundo gol da vitória do Lens no último sábado contra o Le Mans, pela  23ª rodada do Campeonato Francês.

Lens subiu para a 14ª posição, com 30 pontos. Longe, bem longe da zona de rebaixamento.

O Flamenguista Eduardo, que na quarta-feira certamente vai torcer contra o Palmeiras, já fez 24 jogos na temporada, 14 como titular, marcou cinco gols na Liga, e um pela Copa da França.

Campeonato Português de gol contra

Sábado de Campeonato Português, com Vitória de Setúbal e Porto!

Ricardo Silva abriu o placar para o Benfica na cobrança de escanteio, aos 14min. Mas o gajo defende o Vitória de Setúbal.



- É um lance muito rápido, o David Luiz desvia de cabeça e a bola bate no Zoro e bate em mim, não sei se é autogolo - disse ao site português Mais Futebol,

Se você não sabe, Ricardo, sinto informar que é "autogolo" e gol contra, sim.

Mas o brasileiro David Luiz, revelado pelo Vitória, ficou com inveja. Aos 38min, ele foi rifar a bola para escanteio. Se fosse sinuca, o termo certo seria "o taco espirrou".



Para completar, Cardozo ainda perdeu um pênalti aos 43min. E o jogo terminou 1 a 1. Justo.

Judô: resultados finais da Seletiva Sub-17

São 1h da manhã, e finalmente posso tomar uma dose de cachaça com meus amigos. Acabaram as lutas em Natal/RN, e a delegação piauiense está voltando para casa.

Além dos dois classificados no Sub-20, mais um piauiense se classificou no Sub-17. João Batista Romeiro (até 73kg) venceu nove ou dez lutas, várias delas por Ippon. Depois de entrar pela madrugada lutando, nem ele mais lembra quantas. Vai para a Argentina.

Raphisia Silva e Joseanne Fernandes perderam nas finais. Estão na reserva, caso os campeões não possam viajar.

Do tatame para o chuveiro, e de lá, direto para o ônibus, que sai do ginásio em Natal direto para Teresina. A delegação tem chegada prevista a partir 16h deste domingo, ao lado do Palácio de Karnak.

E boa noite para vocês...

Posts anteriores