Cidadeverde.com

Cinema na Esportiva: Lutar para ser mulher


Beautiful Boxer
(Beautiful Boxer, de Ekachai Uekrongtham, Tailândia, 2003, 118min)

A história daria um filme em qualquer esporte, mas fica mais impressionante com as primeiras cenas. Nong Toom, ou Parinya Charaenphol, aparece lutando contra agressores em uma feira na Tailândia. Ele é lutador de boxe tailandês, e resolveu virar ela. 

Beautiful Boxer conta a história real de um homossexual que lutou contra os homens para poder se tornar mulher. Antes da cirurgia de mudança de sexo, Nong Toom entrava maquiado no ringue. Demorou pouco para virar motivo de polêmica, preconceito, e depois lotar ginásios e virar ídolo no país.

O ator Asanee Suwan foi escolhido a dedo. Campeão de kickboxing, ele não teve dificuldades para dar ainda mais realismo nas cenas de lutas, e se saiu bem ao passar o drama do menino budista que desde pequeno sabia o que queria.

 

Sarah Menezes, 20 anos

Fábio Lima/Cidadeverde.com
Parece que foi ontem. Eu cobria o Campeonato Brasileiro Juvenil em São Luís/MA, no ginásio do Sesc da capital maranhense. Os olhares eram para outros nomes: Samuel Azevedo, Hayssa Ewellin, Rafael Ramos... O técnico Expedito Falcão comentava que uma menina chamada Sarah Menezes iria dar trabalho. O ano era 2004. Sarah tinha 14 anos. Era muito cedo, ninguém dava muita importância.

Nesta sexta-feira, Sarah Menezes completa 20 anos, e hoje posso dizer como jornalista que tive o prazer de acompanhar os últimos seis anos de sua carreira. Vi derrotas, vitórias, momentos engraçados, polêmicos, de sorte, de competência, tristezas, e alegrias. Muitas alegrias.

Eu lembro da Sarah Menezes monossilábica. Já era motivo de reportagens, mas arrancar declaração de uma menina tão nova era tarefa árdua. Hoje a judoca fala com propriedade, ciente de que é uma das melhores do mundo, mas com a humildade de quem não troca a vida tranquila na zona sul de Teresina por nada.

A data de hoje é importante, e significa muito para a carreira de Sarah. Não por ser data redonda, mas por encerrar um ciclo. Depois de ganhar todos os campeonatos possíveis no Sub-15, Sub-17, Sub-20, no Piauí, no Brasil, e no Mundo, ela chega na idade da elite com a qual ela já convivia. A partir de 2010, a judoca não disputa mais nada em categorias de base. Para as regras do judô, Sarah Menezes agora é adulta. Na prática, já o é desde 2008.

Ver uma campeã tão nova nos enche de esperança para os próximos cinco, dez anos. Torço para que ela ganhe mais um título mundial, agora no Sênior, e uma Olimpíada. Mas, para mim, ela não precisa ganhar mais nada. Seja a melhor atleta do país ou do planeta, ela já é exemplo no esporte. Algo que demoramos décadas para ter. 

Tudo é pouco para reconhecer o esforço e sacrifício que ela faz pensando em alegrar o Piauí e o Brasil. Desejar parabéns parece algo pequeno perante tanta coisa a se agradecer. Mas acreditem, para ela, já é um presente.

Frustração no Atletismo do Piauí

Falei tanto na participação da Cristiane Silva, única representante do Piauí a defender o Brasil nos Jogos Sul-Americanos em Medellín, na Colômbia.

Na terça-feira ela deveria correr os revezamento 4x400m, para o qual foi convocada. Mas antes da prova, a comissão técnica mudou a relação e deixou de fora a representante do Piauí. O Brasil ficou com a prata.

Cristiane Silva correu no sábado os 400 m rasos, prova para a qual não havia sido convocada. Terminou com o sexto lugar.

Falei hoje com seu técnico e presidente da Federação de Atletismo do Piauí, Nilson de Sousa. A informação que ele obteve é de que a mudança foi feita pela equipe técnica. O mesmo foi repassado ao Cidadeverde.com pela assessoria de imprensa do Comitê Olímpico Brasileiro.

Nilson de Sousa espera a chegada de Cristiane em Teresina, prevista para hoje. Dependendo das informações, poderá fazer comunicação para a Confederação Brasileira de Atletismo, se queixando da situação.

Mudanças técnicas acontecem, mas você ser convocada para uma prova e não disputar, é frustrante. Em especial sabendo que as chances de medalha eram grandes.

Eduardo nas semifinais da Copa da França. De novo

O piauiense Eduardo marcou ontem um dos gols da vitória por 3 a 1 do Lens sobre o Saint-Étienne, pelas quartas-de-final da Copa da França. O time do brasileiro saiu perdendo com um gol logo no primeiro minuto, e o ex-flamenguista conseguiu o empate aos 36min. A virada veio no segundo tempo. 

Monaco, Paris Saint-Germain, e Rouen Quevilly, da quarta divisão francesa, são os outros classificados. O sorteio que definirá os confrontos será no próximo domingo. 

Na temporada passada, Eduardo marcou o gol do título do Guingamp, time da segunda divisão francesa, na mesma Copa da França, e garantiu contrato para disputar a divisão principal do país.

Vídeo: Mais um gol esquisito no Japão

Esse Campeonato Japonês ainda vai render muitos lances para o blog. O primeiro lance foi esse aqui, logo na rodada de abertura.

Agora falamos da terceira rodada. Na vitória do Nagoya Grampus, time do meia brasileiro Magnum, ex-Vitória/BA, sobre o Jubilo Iwata, aconteceu mais um momento inusitado.

O sérvio Igor Burzanovic apareceu em uma dividida no meio do campo, no primeiro minuto do jogo disputado no último domingo. Apareceu para encerrar a disputa de bola e...

(O vídeo tem dois minutos, mas o lance que interessa está nos primeiros 10 segundos)



Quero que apareça alguém que me diga: ele chutou para fazer o gol. Conversa...

Sarah Menezes perde prêmio para ginasta

Nem a judoca Sarah Menezes, nem a nadadora Poliana Okimoto. A vencedora do prêmio Mulher de 2009, oferecido pela perfumaria de luxo Opaque, foi a ginasta Bruna Leal. 

O resultado veio através de votação no site da perfumaria. Bruna Leal estava fora da lista das melhores do ano no Comitê Olímpico Brasileiro.

Esse resultado sim, seria motivo de polêmica em uma eleição mais badalada. 

Copa Piauiense de Futebol Amador - inscrição

Termina na quinta-feira, dia 25, o prazo de inscrição para a Copa Piauiense de Futebol Amador. Para o torneio feminino, a adesão vai até o dia 31 de março.

A sexta edição da competição realizada pela Fundação de Esportes do Piauí - Fundespi - terá como jogo de abertura Angical e Barro Duro, dia 27 de março, em Angical, com presença do governador Wellington Dias.

Quem também estará presente é Vicente Sobrinho, presidente da Fundespi, que pode deixar o cargo no início de abril para ser candidato a deputado estadual pelo PT. 

No borderô no site da CBF, só 4 mil viram Flamengo e Palmeiras no Albertão

O torcedor palmeirense Willame Figueredo alertou no Twitter, e realmente constatei um problema na súmula do jogo entre Flamengo/PI e Palmeiras pela Copa do Brasil, realizado em Teresina no dia 10 de fevereiro.

Por aqui, comentou-se que o público foi superior a 30 mil pagantes. No borderô disponível no site da CBF, foram colocados apenas 12 mil ingressos para venda. Vendidos, menos de 4 mil. Renda: R$ 52.500. Pela televisão, o Brasil inteiro viu que foi muito além disso, mas o público total no borderô, de pagantes e não pagantes, foi de 4.242. E o Flamengo teria ficado com apenas R$ 34.716,68, renda líquida.

O documento está no site da CBF. Para ter acesso direto ao borderô, clique aqui. E por ele, ou aquela multidão entrou de graça, ou algo errado e ainda sem explicação aconteceu.

O estranho é que o Flamengo divulgou na manhã seguinte ao jogo público de 33.117 pagantes e renda de R$ 474.970. E comemorou tal valor.

Falei agora com o diretor financeiro do Flamengo, Jankel Costa, clube que ficou com a renda. Ele estranhou a notícia e disse desconhecer tal borderô com dados diferentes. Reafirmou os dados divulgados na época da partida, e quer apresentar todos os documentos disponíveis. Inicialmente, prometeu apurar o caso.

Alguma coisa está errada. É fato. 

Onde está Cristiane Silva?

Tudo bem: quem é Cristiane Silva? É corredora, já ganhou várias medalhas para o Piauí em provas de velocidade. E está agora em Medelín, na Colômbia disputando os Jogos Sul-Americanos.

Sim, está lá. Até correu no sábado, e participou da cerimônia de abertura. Olha só na foto abaixo:

Fotos: Washington Alves/COB

Ué? Não viu? Vou dar outra chance.


Não estava no programa da Confederação Brasileira de Atletismo, mas Cristiane Silva correu mesmo no último sábado a final dos 400 metros rasos. Terminou em sexto, com 56s52. O ouro foi da brasileira Bárbara Oliveira, com 53s38.

Na terça-feira, a disputa é no revezamento 4x400m, como programado.

No Qatar: Cabeçada certeira no lugar errado

O Al-Gharafa, do Qatar, garantiu o tricampeonato nacional em jogo na última sexta-feira. Parabéns ao Juninho Pernambucano (sou fã desse cara), ao técnico Caio Júnior, ao atacante Araújo.

O Araújo, por sinal, marcou o primeiro gol da vitória por 4 a 1 sobre o Al-Sadd. Outro brasileiro, Leandro, descontou. Mas Al-Shammari e Mahmoud, duas vezes, garantiram a vitória e o título por antecipação.

Parabéns, mais uma vez. Mas, por favor, não sejam ingratos: convidem para a festa também o zagueiro Ibrahim Maged Abdulmaged, do Al-Sadd. Ele fez a sua parte. A cabeçada no terceiro gol foi perfeita, e mandou o goleiro Mohamed catar a bola no fundo do gol. Lembrou até momentos de Júnior Baiano...



Perdão pelo trocadilho. Foi mais forte que eu.

Posts anteriores