Cidadeverde.com

Leitura na Esportiva: Roteiro Salipi 2010

Começou o Salão do Livro do Piauí - Salipi. A oitava edição do evento continua imperdível para qualquer pessoa. Bate-papos, palestras, e outras atrações são um prato cheio nesta semana, na praça Pedro II.

Mas é de se lamentar, e também uma incoerência, que as livrarias e editoras enfeitem seus estandes de verde e amarelo em alusão à Copa do Mundo e não disponham de um livro sequer sobre futebol. Ontem e hoje fiz buscas, e pouco encontrei para indicar. Mesmo no ano em que as publicações do gênero se multiplicam.

Fui a vários estandes sem me identificar como jornalista. Perguntei por obras de temática esportiva, seja futebol, Copa do Mundo, ou bibliografia de atletas. Em alguns casos, fui informado de que "na loja tem", e estariam todos no estande no dia seguinte. Não aconteceu. Os que estão nas prateleiras, não tiveram destaque. Foi preciso perguntar e procurar um pouco, mas encontrei.

A própria organização do Salipi também poderia ter inserido o tema esporte em algum bate-papo na sua programação. São uns oito por dia. Bibliografia não falta. E nos anos de Copa do Mundo e Olimpíadas, creio que o assunto do momento deve ser aproveitado para fomentar mais leitores. O mesmo vale para outros temas.

Mas existem opções, não se preocupe. Uma delas até me surpreendeu. Na Livraria Nova Aliança há kit com livro infantil. "Meu Brasil Campeão, Orgulho da Nação" conta a história da seleção brasileira em quadrinhos, e ainda traz brindes, como chaveiro e garrafinha de água. Custa R$ 36,90.

Outra dica interessante é para o torcedor do Atlético/MG. A Livraria Leonel Franca conta com um kit que tem o livro "Uma paixão em preto e branco", de Roberto Drumond, como principal produto. Sei que existem de outros clubes, mas no estande só havia do Galo mineiro. 

Na Bom Livro estão algumas das obras da editora Contexto já indicadas aqui no blog, como "As melhores seleções brasileiras de todos os tempos" e "As melhores seleções estrangeiras de todos os tempos", do narrador esportivo Milton Leite e do comentarista Mauro Beting, respectivamente. Além de "Os 11 maiores volantes do futebol brasileiro", de Sidney Garambone, e o interessante "O Futebol explica o Brasil", de Marcos Guterman.




As opções mais baratas, sem dúvida, são da coleção "Para Zoar...", de Mário Brito, com ilustrações do chargista Duke. São seis livros para zoar são paulino, cruzeirense, santista, corinthiano, atleticano, e palmeirense. Cada um custa cerca de R$ 13, e você pode achar em vários estandes, como na Leonel Franca e Margarida. 

Para fechar, o fruto de uma garimpada. No estande das editoras Projeto e 34, parte de uma prateleira foi reservada para livros de Educação Física. Além da literatura mais técnica, específica mesmo para estudantes da área, você encontra lá o livro "Invasão de Campo", de Barbara Smit, que fala da disputa entre marcas esportivas, como Adidas e Puma. O clássico "Estrela Solitária", biografia do craque Mané Garrincha escrita por Ruy Castro, também está por lá, em outra estante.

Sul-americano de Badminton será no Piauí

O presidente da Federação de Badminton do Piauí - Febapi -, Francisco Ferraz, acaba de me dizer por telefone a seguinte frase:

- O carimbo foi batido.

Quem é leitor do blog lembra que em dezembro do ano passado falei aqui sobre a realização do Sul-americano de Badminton no Piauí. Pois essa é a boa notícia do dia. O torneio internacional está confirmado para o Estado, e acontecerá em novembro.

Por uma semana, Teresina sediará torneio internacional de uma modalidade olímpica. A presença estrangeira só havia sido registrada aqui em competições de tênis. Serão cerca de duzentos atletas de aproximadamente 10 países na capital piauiense.

Agora a Federação corre para organizar o torneio. A primeira e mais urgente medida é a confirmação do local. O ginásio mais adequado seria o do Sesc Ilhotas, mas em qualquer lugar do Piauí serão necessárias adaptações para que a competição aconteça. 

Parabéns a todos que fazem o Badminton do Piauí pelo esforço e dedicação. E vamos torcer por medalhas brasileiras, e piauienses, na competição de novembro.

Badminton do Piauí joga em Porto Alegre

A turma do Badminton do Piauí entra no avião mais uma vez na madrugada de terça-feira.

Eles disputam o Campeonato Brasileiro de Badminton em Porto Alegre/RS a partir do dia 3 de junho. O torneio vai até o dia 6. Chegam com antecedência para uma programação de treinos, que incluem trabalhos de corrida e na quadra.

A técnica Norma Rodrigues acompanhará cinco jovens promessas, entre elas três classificados para o Pan Júnior, a ser realizado ainda neste ano em São Domingos, na República Dominicana: Andressa Miranda (SUb-17), Francielton Farias (Sub-15) e Tainara Silva (Sub-13).

Outro que integra a delegação é Fabrício Farias, irmão de Francielton, que disputa na categoria Sub-11. 

Completa o time Lucas Alves, da Sub-19, que está treinando em São Paulo. Ele passará dois meses com a seleção brasileira e segue direto de lá para Porto Alegre. 

O principal objetivo no torneio é somar pontos no ranking para disputar o Sul-americano, que será em Teresina.

Iate Clube leva quase todos os prêmios da Taça Brasil Sub-20 - 2ª Divisão

Fotos: Zerosa Filho/CBFS

O Iate Clube perdeu a final da Taça Brasil Sub-20 de Futsal - Segunda Divisão, disputada em Ribeirópolis/SE no último domingo. Mas pelas fotos, nem parece.

O time vice-campeão, que assim como o Internacional de Ribeirópolis/SE garantiu vaga na primeira divisão do ano que vem, levou o troféu Fair Play de equipe mais disciplinada da competição.

- Jogamos sempre na bola, com tranqüilidade. Faltou perna para nossa equipe chegar ao título, mas, de qualquer maneira, é especial para o nosso estado - disse o técnico Marcelo José.

O capitão Helcius recebe o troféu de Fair Play

O troféu de artilheiro ficou com o ala Dannylo, que marcou 10 gols em seis jogos.

- Todos me ajudaram e os gols saíram naturalmente. Fiquei muito feliz por ajudar a equipe a chegar aqui, pois quero que o futsal do Piauí cresça bastante com essas conquistas - comentou.

Dannyllo e o troféu de artilheiro da competição

O Iate Clube ainda teve o ataque mais positivo: 36 gols dos 141 marcados em todo o torneio. O vice-artilheiro também é do time piauiense: Aylson, com nove gols.

Não custa nada ficar de olho nessa turma. Ajudar, incentivar... Essas coisas que atleta precisa.

Futsal: a vez das mulheres

A Confederação Brasileira de Futebol de Salção - CBFS - já divugou a tabla da Taça Brasil Feminina Sub-20 - Primeira Dividão, que acontecerá em Palmas-TO entre os dias 14 e 19 de junho, enquanto o Brasil estará de olho na Copa do Mundo de futebol.

Ao perceber que a segunda divisão só tinha quatro equipes, a CBFS resolveu unir esta com a primeira divisão. Assim, o torneio terá 12 times disputando duas vagas para a Divisão Especial de 2011.

O IFPI, antigo Cefet-PI, foi beneficiado com a mudança. Teria de jogar a Segunda Divisão. Agora vai para a primeira no Grupo C, com Santa Cruz-MG, Agrimaq-AL, e Ulbra/Toody-TO. 

O torneio ainda terá Projeto Juntos Piuma-ES, Santa Cruz-PE, Mixto/Alvinegro-MT e Asdericel-RO, no Grupo A; e ABC-RN, Col. Militar/SEDUC-TO, Ninho de Águias-AM e Independente-RR, no Grupo B. As duas melhores de cada grupo avançam para um mata-mata. As três melhores e a perdedora de melhor índice técnico fazem as semifinais. As finalistas estão na Divisão Especial em 2011. 

Os méritos de Aníbal Lemos

Elias Fontenele/Jornal O Dia

O Flamengo vai para sua terceira final de turno em quatro possíveis nos últimos dois anos. 

Aníbal Lemos vai para a quarta como técnico. 

Desde 2009 ele não sabe o que é ficar fora de uma decisão. Foi assim com o 4 de Julho, quando perdeu duas vezes para o Flamengo. E é justo contra o rubro-negro que ele terá a chance de se vingar, dessa vez no comando do Comercial, com quem já ganhou o primeiro deste ano.

Aníbal formou, de novo, um time caseiro que deu resultado. Mas foi um dos últimos técnicos a ser contratado na pré-temporada, e por poucos clubes cogitado. Algo que me dá, de novo, a impressão de que ele foi colocado como a opção que sobrou. 

Ele ainda precisa provar algo no futebol do Piauí?

Pais de Sarah Menezes ganham presente

Valdecir Carvalho/Vipcomm

Dona Dina e seu José Rogério foram a São Paulo neste fim de semana e pela primeira vez estiveram em um torneio internacional de Judô.

Eles são os pais de Sarah Menezes, que ganharam um presente duplo da filha: a viagem no fim de semana, e ver o título da judoca piauiense na Copa do Mundo de São Paulo.

Quem fará algo pelo futebol do Piauí?

Aconteceu no último fim de semana um fórum para discutir os problemas do futebol piauiense.

Não tive interesse em me inscrever. Também não fui convidado. Ou seja, não participei. Assim como muitos, o que se constatava pelos lugares vagos no evento.

Quem é o tal Fábio Lima? O fato de já ter sido editor de esportes do jornal O Dia por um bom tempo, e continuar na área, talvez me credencie para dizer alguma coisa. E o farei. De novo.

Antes de parecer o contrário, não estou chateado porque não fui lembrado pelo evento. Realmente não tinha interesse de participar. Não fui ao fórum porque cansei de ver o debate entre as mesmas pessoas sobre a mesma coisa. E como mais novo que muitos, por vezes fui até repreendido com o rótulo de "ele fala mal do Piauí", após uma matéria mais crítica.

Em toda reportagem que faço, desde 2003, tento inserir discussões a respeito da situação do futebol piauiense. Quando surge um debate, isso quando surge, ninguém chega a um acordo. 

Recentemente, o instituto Captavox fez pesquisa sobre as torcidas de Teresina. No Jornal do Piauí, os problemas foram novamente levantados. O Cidadeverde.com está com várias reportagens sobre pontos discutidos, como ajuda do poder público. Todos os lados ouvidos pensam diferente.

Penso que já se pensou demais. Fazer um fórum é importante, mas ideias precisam ser aplicadas. Se há uma solução para o futebol piauiense é agir.

Mais uma vez o tema foi debatido. Então, o que vamos todos fazer agora pelo futebol do Piauí?

Piauiense corre em Maringá/PR

A piauiense Cruz Nonata da Silva disputou neste domingo o Grande Prêmio Caixa de Atletismo em Maringá/PR. Na prova dos 5 mil metros, ela terminou na quinta posição, com o tempo de 16min14seg97.

A queniana Pamela Chesopich Lisoreng venceu a prova (15min56seg21), seguida da brasileira Fabiana Cristine da Silva, e das etíopes Mekdes Bekele e Birtukan Fente. Cruz Nonata foi a segunda melhor brasileira na prova. 

Taça Brasil: Futsal do Piauí é de primeira!

Zerosa Filho/CBFS

Hoje todos comemoram termos uma Sarah Menezes para poder torcer no Piauí, e não olhamos muito para os corajosos que fazem muito o que ela já fez: viajam do jeito que dá, para onde tiverem de ir, fazendo rifa, tirando dinheiro do bolso, faltando aula até sem compreensão do professor, entre tantas coisas que já vi tanto atleta fazer para levar a bandeira do Piauí no peito Brasil afora.

Não sei se tudo isso é o caso da turma do Iate Clube, que se juntou com a Fundação Garra para tirar o futsal do Piauí da segunda divisão na Taça Brasil Sub-20. Mas só o fato de terem alcançado seu objetivo merece, no mínimo, que vocês saibam que eles existem. Uma vitória chorada colocou o Estado na primeira divisão do torneio em 2011 (quando disputarão vaga para a Divisão Especial).

Neste sábado, em Ribeirópolis/SE, Thaylan, Herculys, Ossian, Luiz, Vinícius, Denys, Ernesto, Dannyllo, Alyson, Helcius, Hélio, Júnior, Victor, Rafael, Lázaro, e Carlos, com o técnico Marcelo Amorim Ramos, e o atendente José Afonso Cordeiro, fizeram os outros times do futsal piauiense acreditarem que é possível.

Semifinal do torneio contra o Ajax/Santa Maria, do Rio Grande do Norte. Além da vaga na final, a garantia da vaga na 1ª divisão em 2011. No tempo normal, empate em 3 a 3, após o Iate sair perdendo por 3 a 1. Na prorrogação, 2 a 2, após o Iate sair ganhando por 2 a 0. Faltando 15 segundos para o fim, tiro livre direto: Vinícius cobra, e deu o que você vê abaixo. 

Atualizada às 11h56min - O Iate Clube perdeu a decisão neste domingo para o Internacional de Ribeirópolis/SE por 8 a 3.

A emoção, que só eles sabem muito bem como é, foi registrada pelo fotógrafo da Confederação Brasileira de Futebol de Salão, Zerosa Filho.

Zerosa Filho/CBFS

Posts anteriores