Cidadeverde.com

Professora de Yoga doa seu tempo em aula para mulheres presas

A professora de Yoga, Laís Sá, de forma voluntária dá aulas desde abril às detentas da Penitenciária Feminina. Ela começou com 25 mulheres, mas viu que seria uma turma muito grande e hoje são 12. 

Laís chegou à penitenciária depois de participar de uma ação social e sentiu que o ambiente era aberto para receber sua ação. “Tenho vindo uma vez por semana e tem sido fantástico. É gratificante está aqui, construindo, crescendo junto com elas. Qualquer atividade que você se volte para o outro você se sente vivo, se sente humano e é disse que você precisa para viver melhor”, afirma a professora. 

Confira a reportagem na íntegra e veja o que acham as detentas dessa ação de Laís: 

 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Veja a mensagem do Papa e do padre Tony para este Natal


A mensagem do Papa Francisco abriu o programa especial Natal Cidade Verde - Tempo de doar seu tempo, nesta quinta-feira (8). As palavras de Francisco fazem refletir sobre a necessidade de ajudar ao próximo, de perceber a necessidade do outro. O Papa avalia que vivemos numa letargia espiritual. 

"As pessoas passam pela vida sem perceberem as necessidades do outro. Passam pela vida sem viver. Quem não vive para servir, não serve para viver. O ensinamento de Jesus não permite vias de fuga. Não se pode procrastinar diante de uma pessoa que passa fome. É preciso dar de comer. É preciso olhar Jesus nos irmãos que estão sozinhos e tristes e naqueles que erram e precisam de conselhos", declarou o santo padre. 

O Padre Tony Batista, Vigário Geral da Arquidiocese, ressaltou as atitudes de Jesus Cristo, que mostrou aos discípulos a importância de servir ao próximo. 

"Era chegada a hora de Jesus Cristo partir, mas ele quis celebrar com os discípulos. Todos estavam bebendo e comendo e Jesus fez um ato totalmente diferente, amarrou uma toalha na cintura e começou a lavar os pés dos discípulos. O Lava Pés é uma expressão de serviço - é Jesus Cristo se colocando a serviço dos outros", explicou.

Tony Batista alertou que as pessoas não estão precisando tanto de presentes quanto precisam de presença. "Não tenha medo de ser voluntário, de colocar um pouquinho do seu tempo a serviço dos outros. Temos muito mais alegria em colocar nosso tempo a serviço dos outros do que em sermos servidos".

Jordana Cury
jordanacury@cidadeverde.com

Natal Cidade Verde convida você a doar seu tempo; Especial terá início às 11h desta quinta (8)

A TV Cidade Verde convida os piauienses a fazer uma boa ação diferente neste fim de ano. Nesta quinta-feira (8), a partir de 11h da manhã, o programa Natal Cidade Verde vai incentivar o voluntariado com exemplos de pessoas que ajudam o próximo. Ao invés de presentes ou dinheiro, que tal doar seu tempo?

"É um programa feito para estimular as pessoas a repensarem o que elas fazem do tempo que elas dispõem, para despertar esse sentimento para o voluntariado", explica a jornalista Indira Gomes, coordenadora de programas especiais da TV Cidade Verde.

O programa vai mostrar como Jesus Cristo dedicou sua vida a servir o próximo e mostrar as lições do cristianismo no Catolicismo e em outras religiões. Mensagens do Papa Francisco, do monsenhor Tony Batista e de pastores evangélicos vão inspirar você a separar parte do seu tempo para ajudar quem precisa. 

Reportagens vão mostrar exemplos de voluntariado no Piauí que muitos desconhecem, como a professora que dá aulas de yoga em uma penitenciária, o grupo de jovens que sai à noite para distribuir comida e os profissionais de saúde que se reúnem para atender gratuitamente pessoas mais necessitadas. 

A equipe não se limitou a mostrar as ações. Funcionários do Cidadeverde.com, TV e Revista Cidade Verde também viraram voluntários e vão mostrar seus exemplos durante o programa, que terá também a presença de convidados e atrações musicais. 

O público poderá participar do programa com a hashtag #NatalCidadeVerde nas redes sociais. Se você é voluntário ou já doou seu tempo a alguém, envie fotos ou vídeos, mostre seu exemplo e ajude a incentivar mais pessoas a seguir esse exemplo. 

 

Da Redação

redacao@cidadeverde.com

TV Cidade Verde exibe especial de Natal nesta quinta (08)

Amanhã, dia 08 de dezembro, a TV Cidade Verde exibe o programa especial de Natal. A partir das 11h, os telespectadores assistirão a reportagens emocionantes de pessoas que resolveram doar o seu tempo para ajudar o próximo. 

Em Teresina, o grupo de voluntários #euqueroajudar é um bom exemplo de quem se uniu pela vontade de transformar o dia de pessoas que vivem em situação de rua.

"Exatamente há quatro anos, descobri que doar tempo é a mais pura forma de amor. Desde pequena, pude conhecer com os meus pais realidades tão diferentes da minha...No Natal de 2012, resolvemos, juntos, ofertar uma ceia para as pessoas em situação de rua. Éramos apenas cinco e hoje somos mais de 200", disse Priscilla Jacob.

Engajados na campanha, jornalistas e funcionários da emissora também se dedicaram a ajudar quem precisa e compartilharam momentos ao lado de voluntários. 

Além de matérias inspiradoras, o programa especial de Natal também contará com a participação ao vivo de pessoas que vieram ao mundo para fazer diferença. 

 

 

Telespectador também pode participar

Os telespectadores podem participar enviando imagens de ações solidárias realizadas ao longo do ano.  Para participar é só enviar as fotos para o whatsapp 86 9 9904 0322, por email jornalismo@cidadeverde.com ou, se preferir, publicar as imagens nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) usando a hashtag #NatalCidadeVerde.

As imagens recebidas serão divulgadas durante o programa ao vivo.

"As fotos são de atos solidários, voluntários, de prestação de serviço gratuitos, em que as pessoas apareçam ajudando outras pessoas", explica a coordenadora de projetos especial da TV Cidade Verde, a jornalista Indira Gomes.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Abrigo de idosos - Casa São José - espera um pouco do seu tempo

 

A história do lar de idosos, Casa São José, foi contada na reportagem da campanha Natal Cidade Verde. No local trabalham 35 pessoas para cuidar dos 34 velhinhos,  mas é a ação dos voluntários que paga o trabalho dos funcionários. Ao todo, cerca de 20 pessoas dedicam o seu tempo para preparar ações e eventos que geram renda para quitar todas as despesas do abrigo. 

"Fui chamado para participar desse grupo e isso me motivou muito. Acho que é assim que a gente deve servir, de mãos dadas, em conjunto", disse o funcionário público, Helano Mulher.

Para cuidar dos velhinhos, o abrigo precisa de geriatras, urologistas, ginecologistas, terapeutas ocupacionais que estejam dispostos a atender os velhinhos em troca de sorrisos. Em alguns casos são pagas consultas em algumas especialidades, dinheiro que poderia ser usado na compra de medicamentos e fraldas, por exemplo. 

Porém, não precisa ser apenas profissional de saúde para integrar essa causa nobre. Basta apenas um requisito para integrar a Associação Divina Providência. 

"Ter boa vontade, amor ao próximo e principalmente aos idosos", disse a técnica de enfermagem, Ana Célia Sousa.

Neste fim de semana, o abrigo completa 10 anos de fundação com a realização de um bazar e inauguração da capela do Santíssimo, um espaço de recolhimento, oração e graças. 

A Casa São José fica localizada Rua Orlando Carvalho, nº 4470, bairro Santa Isabel, próxima à Igreja do São Cristóvão.

Histórias como essa você poderá ver e rever no dia 08 de dezembro (quinta) a partir das 11 horas, na TV Cidade Verde. Na oportunidade, mande uma foto do que tem feito em prol da solidariedade ao próximo. 


Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Participou de ações solidárias? Envie fotos para o Especial de Natal da TV Cidade Verde


A TV Cidade Verde convida os telespectadores a participarem do programa especial de Natal deste ano, que será exibido no dia 08 de dezembro, a partir das 11 horas, e terá como tema: "Tempo de doar seu tempo".

Os telespectadores podem participar enviando imagens de ações solidárias realizadas ao longo do ano, em que buscaram, com solidariedade e afeto, doar um pouco do seu tempo para ajudar aqueles que mais precisam.

"O nosso objetivo é estimular as pessoas a terem gestos de voluntariado, de doarem o seu tempo em função de uma causa. A gente vai mostrar no programa exemplos de pessoas que, sozinhas ou em grupo, tenham esse tipo de atitude: de doarem o seu tempo como uma forma de servir ao próximo", ressalta a coordenadora de projetos especial da TV Cidade Verde, a jornalista Indira Gomes.

Como participar

Para participar é só enviar as fotos para o whatsapp 86 9 9904 0322, por email jornalismo@cidadeverde.com ou, se preferir, publicar as imagens nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) usando a hashtag #NatalCidadeVerde.

As imagens recebidas serão divulgadas durante o programa ao vivo.

"As fotos são de atos solidários, voluntários, de prestação de serviço gratuitos, em que as pessoas apareçam ajudando outras pessoas", ressalta Indira.
 
Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Versão piauiense de 'We are the world' tem mais de 35 mil visualizações

O clipe gravado por músicos piauienses da música "We are the world" já tem mais de 35 mil visualizações. Em agosto deste ano, um grupo de artistas resolveu se unir e soltar a voz para 'cantar' a união e a solidariedade. A versão piauiense tem o objetivo de ajudar o próximo, assim como a gravação oficial interpretada em 1980 por  astros da musical pop mundial, que cantaram para arrecadar fundos contra a fome na África.

A meta da campanha na internet é atingir 1 milhão de views no Youtube e assim conseguir recursos para ajudar famílias carentes de Teresina. 

"Cada visualização gera um grama de alimento. A gente pode pensar que isso é pouco, mas quando se atinge 1 milhão de visualizações, vamos chegar a uma tonelada de alimentos. Independente de atingir ou não, a gente vai doar essa tonelada de alimentos",  disse Kiko, vocalista do Retrohits e um dos 17 artistas que regravaram o hit no Piauí.

A cantora Giuliana Albano está empolgada em participar da campanha e fala do orgulho em ajudar o próximo. 

"Além do fato da gente está mostrando que o Piauí é uma terra de muita gente talentosa, ainda tivemos a iniciativa de ajudar quem precisa. Acho isso muito importante... ajudar hoje ainda está muito escasso. Que isso sirva de exemplo e possa ajudar muitas pessoas", disse Albano. (clique e assista o clipe). 

We are the world

Gravada em março de 1985, "We are the world" se tornou o maior sucesso beneficente da história musical e conta a lenda que alguns artistas entraram no estúdio sem conhecer a letra. A música conseguiu vender mais de 20 milhões de discos no mundo todo, ganhou três prêmios Grammy no ano seguinte e arrecadou US$ 75 milhões para a luta contra a pobreza no continente africano através da organização "USA for África".


Com informações TV Cidade Verde
redacao@cidadeverde.com

Piauienses se dedicam a salvar vidas doando sangue

Hoje, a reportagem da série Natal Cidade Verde, conta histórias de pessoas que reorganizam a rotina para dedicar tempo ao próximo através da doação de sangue, um gesto capaz de salvar vidas.  A estudante Luane Bezerra é uma destas voluntárias que resolveu tirar um pouco do seu tempo para ir ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi).

"Estou doando meu tempo para ajudar na pessoas. Ajudar sempre é muito bom e salvar vidas é melhor ainda", disse a estudante.

Luís Carlos também é um doador voluntário cadastrado no Hemopi. Desta vez, ele resolveu indicar quem receberia seu sangue e doou para alguém desconhecido, após um pedido na recepção do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí.

"Eu me emocionei. Ela chegou e disse que estava precisando de uma bolsa de sangue. É bom fazer uma boa ação. Ninguém sabe o dia de amanhã. Quem sabe amanhã, sou eu precisando", disse Luís Carlos. 

O Hemopi capta cerca de 5 mil bolsas por mês que são enviadas para todos os hospitais do Piauí. Sem o doador que se disponibiliza para ir até um dos centros de captação, seria impossível salvar tantas vidas. A doação não dura mais que 15 minutos.

"A doação de sangue é preconizada como espontânea e altruísta, ou seja, você deve ir sem receber nada em troca, apenas pelo simples fato de colaborar com esse espírito de solidariedade ajudar a salvar vidas e a manter o nosso estoque sanguíneo", enfatiza o disse o diretor geral do Hemopi, Jurandir Martins. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Voluntários no Piauí dedicam tempo para salvar vidas

Voluntariado, doação, amor, estar à disposição para servir e até mesmo para salvar vidas. Esta é a missão diária de voluntários do Centro de Valorização da Vida (CVV), grupo que atua há mais de três décadas no Piauí na prevenção do suicídio. Ao todo, 30 pessoas trabalham no Centro. Uma vez na semana, cada voluntário tem o compromisso de dedicar quatro horas a atender ligações de quem está do outro lado da linha em busca de alguém que possa ouvir um desabafo. 

"As pessoas não encontram nos amigos e na família, alguém com quem elas possam abrir seu coração sem medo de um julgamento. Por nosso anonimato, pois não precisamos saber quem está do outro lado do telefone se a pessoa não quiser se identificar, as pessoas se sentem mais à vontade. A necessidade de desabafar faz com que elas procurem uma pessoa que não conhecem para conversar ", relatou Eyder Mendes, coordenador de comunicação do CVV no Estado, na terceira reportagem da campanha Natal Cidade Verde.

O CVV foi criado no Brasil há 53 anos e está há 31 no Piauí. Por dia, os voluntários atendem a 10 ligações e não há um perfil fixo de quem busca ajuda como idade, sexo ou classe social, mas muitos sofrem com um problema em comum, a depressão. Em alguns casos, as pessoas pensam em tomar atitudes drásticas para tentar acabar com a tristeza que parece não ter fim. 

Os voluntários do CVV estão sempre dispostos a ouvir problemas sem fazer julgamentos.

"Nos dez anos que participo do CVV, observo os mesmos problemas como a questão da solidão, fim de relacionamentos, a homoafetividade. A gente estimula as pessoas dentro da sua própria história de vida a buscar uma saída e quando elas achas esse caminho, nós ajudamos elas a buscarem a saída", reitera Mendes. 

Uma das voluntárias relata que resolveu se dedicar ao Centro de Valorização da Vida após um problema dentro da própria família. 

"Após um suicídio na minha família, com o tempo fui percebendo que as pessoas precisam tomar conhecimento e buscar ajuda. Depois disso tudo, eu imaginei de que forma poderia contribuir com as pessoas que têm o desejo de conversar", disse. 

O CVV funciona em Teresina diariamente de  6h às 22h. Apenas de segunda à quarta-feira, o teleatendimento funciona 24 horas por meio do telefone (86) 3222 0000.

"Fazer o bem, faz bem pra gente e é isso que me mantém aqui. Eu sei que isso é importante para outras pessoas", finaliza outra voluntário.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores