Cidadeverde.com

Criança dá lição de generosidade e reúne amigos para visitar abrigo

A segunda reportagem da campanha Natal Cidade Verde conta a história da pequena Gisele, uma criança de apenas sete anos de idade, mas com uma rara generosidade com o próximo. Partiu dela a ideia de reunir um grupo de coleguinhas da escola para visitar idosos da Casa Frederico Ozanam, situada na zona Norte de Teresina. 

"Eu fiz uma tarefa de matemática que dizia que crianças iam fazer uma campanha para ajudar os idosos. Aí, eu perguntei para a minha classe se eles queriam fazer. Eles responderam que sim. Eu esperava reunir muita gente, mas não tanta", disse a pequena Gisele. 

A corrente de generosidade formada pela garota mobilizou não só criança, mas também adultos. 

"A gente dedica nossas manhãs e tardes a tantas coisas fúteis ou somente ao trabalho. Em algum momento a gente tem que parar um pouco e se dedicar  a uma valorização maior dos aspectos social e espiritual. Acho que vale mais a pena", disse o pai de Gisele.

Uma das crianças se emociona ao visitar o abrigo pela primeira vez. 

"Eu tô sentindo muito amor, paz e carinho. Eu achei os velhinhos tão simpáticos. Eu tô muito emocionada", disse uma das crianças. 

Já a mãe de Gisele não conteve o orgulho ao falar sobre a ação solidária da filha. 

"Em um mundo de egoísmo, o que vale mais é o ter e não o ser. Uma criança de apenas sete anos de idade ter esse tipo de comportamento é muito orgulho", disse a mãe. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Conheça histórias emocionantes de quem se dedica ao outro

A campanha de Natal da TV Cidade Verde deste ano traz o tema "É tempo de doar tempo". Mais do que informar e entreter, a emissora quer despertar no telespectador a disponibilidade em servir: ler para quem não enxerga, conversar com que você não conhece, doar carinho, distribuir afetos, ser simpático e gentil com as pessoas, doar tempo, dedicar a sua profissão, colocar o coração à disposição de alguém.

Nesta segunda-feira (21), o Notícia da Manhã iniciou uma série de reportagens com histórias de quem doa o seu tempo para ajudar o próximo. Uma dessas pessoas é a estudante Yasmin de Jesus, uma das voluntárias da Juventude Missionária, grupo que assiste moradores de rua e convive com os problemas de usuários de drogas e pessoas carentes de afeto. 

"Ser voluntário é saber e conhecer o que o outro faz, poder partilhar o que você tem com o outro que, geralmente, tem menos que você. Acho que é um trabalho complicado também porque a gente tem que deixar os nossos preconceitos... aprendemos a ser humilde. Dedicar o tempo ao outro é uma coisa simples, mas é um grande favor para quem precisa e essas pessoas enxergam tudo isso com o coração. Se todo mundo pudesse participar desse tipo de trabalho, a pessoa deixaria de ser o que é, pois somos muito individualistas e vivemos sempre no nosso mundo. A gente não sai da nossa casa para ver o que o outro está passando", refleta a estudante.

Já Ariadne Antico faz do próprio exemplo uma missão para servir. Com sequelas de paralisia cerebral, ela andou só aos quatro anos e tem dificuldades para falar. Formada em RH, com especialização em Inteligência Emocional e coach de carreiras, a jovem- literalmente- ensina os outros a rir. 

"Minha missão é levar minha história para o maior número de pessoas possível, transformar vidas, motivar pessoas e levar informação"

A paulista trocou o emprego pela vida peregrina e viaja o Brasil inteiro para conscientizar pais e profissionais a tratar as pessoas com deficiência com mais responsabilidade e sem super proteção. Em cada cidade, ela relata como transformou limites em desafios e como amigos e familiares devem agir para estimular o desenvolvimento de quem tem alguma deficiência. 

"Eu costumo a dizer que eu, que não ia andar e nem falar, tô aqui hoje. Qualquer um pode o que quiser. Se eu consegui, as pessoas também conseguem. Não dá para visualizar uma mudança, sem plantar uma semetinha e é isso o que eu estou fazendo", disse Antico. 


Da Redação
redacao@cidadeverde.com

TV lança campanha ‘Tempo de doar seu tempo’ em especial para o final do ano


Doar um pouco do seu tempo, pode ser em um bate-papo com pessoa idosa ou ajudar uma instituição com trabalho voluntário são posturas que reforçam laços e a solidariedade. Pensando nisso, a TV Cidade Verde lançou o Natal Cidade Verde com o tema: “tempo de doar seu tempo”. 

A proposta é de despertar nas pessoas uma reflexão. Nessa correria do dia-a-dia e muito trabalho, às vezes tirar um tempinho para ouvir um amigo, ajudar uma pessoa desconhecida fará uma grande diferença. A mensagem é que nem sempre a doação material – seja através de presentes, dinheiro, brinquedos - é o fundamental, mas o cuidado de olhar o outro e se importar com o próximo é o grande desafio em tempos de rede social.  

“O bem mais precioso nos dias atuais é o nosso tempo. Queremos despertar nas pessoas esse compromisso de ajudar o outro e fazer o bem sem olhar a quem”, informou a jornalista Indira Gomes, coordenadora de projetos especiais da TV Cidade Verde.

A direção da emissora está envolvendo todos os funcionários para a campanha.

Várias reportagens serão veiculadas com histórias tocantes de gente que tira o seu tempo para ajudar os outros. 

Um programa especial está sendo preparado para o dia 8 de dezembro – uma tradição na TV – com mensagens de carinho, solidariedade e histórias emocionantes. 

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

 

Abrigo São Lucas inicia campanha para Natal dos idosos

 

O Abrigo São Lucas, que cuida de idosos na zona Leste de Teresina (PI), iniciou sua campanha de Natal. Em uma árvore na sede da instituição, foram colocados os pedidos, dentro de corações e com a foto das pessoas atendidas. 

Os pedidos são os mais variados. Goldinho Soares, 81 anos, quer flores. Dona Maria Cândida, de 69, prefere um jantar e um passeio pela cidade. Seu Domiciano Ferreira diz que gosta de esquentar uma carne para comer durante a noite e um forno de microondas cairia bem. Já Antônio de Paula, 74, quer apenas um radinho de pilha. 

Liliane Costa, diretora do abrigo, afirma que o objetivo maior não é só pedir o presente, mas estimular também visitas aos idosos, que precisam de atenção e carinho. "A gente pede que você não utilize o Natal apenas para o glamour, para a festa, mas que você utilize da solidariedade, da caridade. Dê amor a quem precisa."

Quem quiser ajudar deve procurar o abrigo na avenida Nicanor Barreto, 5280, Vale Quem Tem, ou entrar em contato por telefone nos números (86) 3231 3733 ou 98864 6137. Para melhoro organizar a festa dos velhinhos, a instituição pede que os presentes sejam doados até o dia 19 de dezembro. 

com informações da TV Cidade Verde
redacao@cidadeverde.com

Posts anteriores