Cidadeverde.com
Últimas

TJ nega recurso de radialista Ivan Panichi para fugir de júri popular

Imprimir

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI), Raimundo Eufrásio Alves Filho, negou seguimento a um recurso da defesa do radialista Ivan Carlos Carvalho Panichi contra decisão da 1ª Comarca de Piripiri, que determinou que o acusado de atropelar e matar o garçon João Antônio dos Santos, o João Fidélis, vá a juri popular.


Garçon foi morto em 2010

No dia 11 de setembro de 2010, João Fidelis foi morto em grave acidente de trânsito na BR-343 em Piripiri. O veículo do radialista Ivan Carlos Carvalho Panichi se chocou com a moto do garçom e, de acordo com denúncia do Ministério Público, Panichi estava embriagado, desdenhou da família e após acidente foi a um bar a poucos metros do local consumir bebida alcoólica, num total indiferença à morte do garçom.

Na decisão, datada de 26 de janeiro deste ano, o desembargador diz que o acusado alega que a denúncia foi pronunciada de forma equivocada por delito previsto em dispositivo do Código Penal, ao invés de previsto no Código de Trânsito.

O filho da vítima, Georlinton Alves, informou ao Portal Cidade Verde que recebeu a notícia com muita alegria. "Isso não traz nosso pai de volta, mas vai fazer com que ele não cometa outros crimes. Só temos saudades. Sabemos que o advogado dele vai fazer de tudo para reverter, mas Deus é maior e é nosso advogado", afirmou.

VEJA A DECISÃO 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

 

Imprimir