Cidadeverde.com
Geral

Bebê morreu com forte desnutrição associada a broncopneumonia, diz laudo

Imprimir

Exames comprovaram que a bebê de um ano e dois meses, Franciele da Silva, faleceu devido uma forte desnutrição associada a uma broncopneumonia. Ela chegou a ser levada por familiares ao hospital do bairro Pedra Mole, na zona Leste de Teresina, no dia 18 de dezembro de 2016, mas já chegou sem vida. 

O diretor de Polícia Técnico e Científica do Piauí, Antônio Nunes, explicou que a desnutrição já havia sido clinicamente confirmada, mas era preciso descobrir, com outros exames, se a bebê sofria de alguma grave doença. 

“Nós pedimos novos estudos e verificamos a presença de sinais de broncopneumonia. Quanto à questão de qual provocou qual, existe as duas possibilidades. A baixa defesa, imunidade, que a desnutrição provoca, pode favorecer uma pneumonia; e o contrário também porque dependendo do tempo que a bebê passou com ela pode ter provocado um quadro de desnutrição”, declarou o diretor. 

Antônio Nunes explicou também que a broncopneumonia em criança, diferente do adulto, apresenta sintomas gerais, não especificas. Por exemplo, a criança pode apresentar diarreia, perda de peso ou muita fome. A criança não apresentou sinais de violência física. 

O resultado dos exames faz parte da investigação que deverá ser anexado ao inquérito policial, que irá verificar se a criança morreu em decorrência da negligência dos cuidados dos pais ou por causa da doença, de maneira natural ao não corresponder o tratamento.    

Sabia Mais 

Criança de 1 ano morre com suspeita de desnutrição após ser internada

Enfermeira afirma que bebê morto estava com desnutrição tão forte que tinha 'face de idoso'

Exames buscam identificar se forte desnutrição em bebê morto mascarava grave doença

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir