Cidadeverde.com
Geral

Família busca ajuda para descobrir doença grave de jovem piauiense

Imprimir

Atualizada às 14:32

Há pelo menos três meses a família da estudante Bianca Rodrigues, 16 anos, passa por momentos de aflição. A jovem, natural do município de Francisco Costa, localizado na região Sul do Estado, sofre de uma doença grave, mas ainda não diagnosticada pelos médicos. 

A dúvida fez com a família lançasse uma campanha nas redes sociais chamada Ajude Bianca. Na mobilização, os familiares e amigos da jovem pedem ajuda financeira para que ela faça o tratamento da doença no Estado de São Paulo. 

A irmã de Bianca, Bruna Rodrigues, conta que os primeiros sintomas da doença foram fortes dores de cabeça. "Levamos ela para o Hospital Regional de Picos e ela foi medicada e dor passou. No outro dia sentiu dor de novo e teve convulsões. Levamos ela para Teresina onde ficou internada no HUT e quando ela voltou para Francisco Costa, ela dizia que não reconhecia mais a pessoas, que tinha visões e se batia", relembra Bruna. 

A família encaminhou a jovem para atendimento psiquiátrico. Segundo a irmã de Bianca, mesmo medicada, ela continuava passando por crises. "Ela retornou para Teresina e ficou internada dois meses na UTI do HUT. Agora ela está na enfermaria onde se trata de uma infecção por bactéria multiressistente", conta Bruna. 

De acordo com a irmã, Bianca continua tendo movimentos involuntários e morde a boca. "Ela tem um corte profundo na língua", acrescenta a irmã. A suspeita dos médicos é que Bianca sofra com encefalite.

No entanto, segundo a família, os médicos que atendem Bianca recomendam que ela busque tratamento em São Paulo. 

Ainda internada do Hospital de Urgência de Teresina, Bianca é acompanhada pela mãe, o esposo, com quem ela casou em agosto do ano passado, e a sogra. 

"Queremos ajuda porque não temos como custear o tratamento e minha irmã precisa desse diagnóstico",pede Bruna. Para ajudar Bianca, a família pede depósitos em qualquer valor nas seguintes contas:


 Caixa Econômica Federal- Agência 1606. Operação- 013. Conta: 74383-5. Luiza Maria  C. C. NE. 

Banco do Brasil - Agência 3350-2. Conta: 19738-6 Daniel Fernando A. Sampaio.


 

HUT esclarece sobre internação

 

O Hospital de Urgência de Teresina encaminou nota esclarecendo o estado de internação da paciente Bianca. Veja trecho da nota: 

"O HUT é um hospital de urgência, porém independente do fato realizou toda investigação diagnóstica e terapêutica como preconizada pela literatura médica. Após alta da UTI foi solicitado, via regulação de leitos do estado do Piauí, encaminhamento para o Hospital Universitário no dia 30 de dezembro de 2016. Contudo, a vaga não foi disponibilizada, pois a paciente é menor de idade. A vaga cedida foi para o Hospital Natan Portela, para onde foi encaminhada dia 04 de janeiro de 2017 e lá chegando mandaram Bianca retornar para o HUT, pois não tinha perfil para ser atendida no referido hospital. Diante disso o HUT realizou uma nova tentativa de regulação, desta vez para o Hospital Getúlio Vargas, no dia 06 de janeiro de 2017, mas até o momento sem resposta. A encefalite é uma inflamação do cérebro que pode ocorrer por várias causas: infecciosas, neoplásicas e auto imunes. A paciente foi tratada para causas infecciosas, após ser descartado causas neoplásicas e algumas causas auto imunes, restando a encefalite anti NMDAR, que é um diagnóstico de exclusão. Com relação ao encaminhamento de Bianca para outro estado, o anticorpo anti NMDAR poderá ser realizado retirando o liquor da paciente e encaminhado para um hospital de referência. Quanto ao tratamento preconizado foi feito corticoide e imunoglobulina."

 


Izabella Pimentel (especial para o cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir