Cidadeverde.com
Geral

Internautas reagem nas redes sociais contra declarações do Setut e lançam hashtag

Imprimir

 

Manifestantes incendiaram um ônibus durante ato de ontem (08). (Foto: divulgação)

 

Os manifestantes e apoiadores dos protestos contra o aumento da passagem de ônibus em Teresina reagiu aos comentários do diretor administrativo do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut), Marcelino Lopes, que classificou as manifestações como ato de “desocupados e bandidos”. 

Além disso, ressaltou que o incêndio de um ônibus, durante a manifestação de ontem (09), na Avenida Frei Serafim, foi vandalismo. 

Os manifestantes protestam contra o aumento da tarifa para R$ 3,30 na capital. Antes do reajuste concedido pela prefeitura no início deste ano, a passagem era R$ 2,75.

Eles estão concentrados, principalmente, na Avenida Frei Serafim, que por diversas vezes já foi palco de protestos contra o reajuste da passagem de ônibus. Hoje é o terceiro dia de manifestação. A primeira ocorreu na última sexta-feira (6)

As respostas para a declaração do diretor foram imediatas nas redes sociais por meio da hashtag #VandalismoemTHEé:

*

*

*

*

*

*

*

*

 

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir