Cidadeverde.com
Política

'PP no Piauí se prepara pra assumir protagonismo político', diz Mainha

Imprimir

O deputado e presidente do PP em Teresina, deputado federal Mainha, acredita que com as novas filiações do PP, o partido, ao crescer, está trabalhando para assumir o protagonismo da política no Estado. Mainha destacou também que está intermediando, em Brasília, um pedido do governador para conseguir recursos para a revitalização da Bacia do Parnaíba.   

“As filiações representam que o PP está melhorando tanto na qualidade como na quantidade. São pessoas que são lideranças em Teresina e que têm bom conceito junto a população e que o nosso partido está se preparando para fazer o protagonismo na política do Piauí. O partido está crescendo nacionalmente e está crescendo aqui também dentro do nosso Estado”, avaliou o deputado.

Nessa semana ele falou ao Cidadeverde.com durante solenidade de inaguração de escola profissionalizante na zona sudeste de Teresina, com a presença do governador Wellington Dias (PT).

De acordo com Mainha, o governador lhe fez um pedido a questão da revitalização da Bacia do Parnaíba. “Existe já um processo em andamento da revitalização do Rio São Francisco. As duas maiores bacias do Nordeste são a do São Francisco e depois a do Parnaíba. Então a proposta que o governador defende e que vamos pleitear junto a bancada é que 10% do que será investido na do São Francisco seja investido na do Parnaíba também”. 

O parlamentar explicou que, na Bacia, existem 15 rios que são na margem direita, do lado do Piauí, e que a revitalização significa obras de proteção das nascentes, contra erosão, irrigação, contenção de resíduos sólidos e que além da questão ecológica a revitalização deve levar desenvolvimento para o Piauí. “A bacia abrange praticamente todo o Piauí, para se ter ideia apenas seis rios são da margem esquerda, que são do Maranhão”.

Mainha disse ainda que o responsável pelo trabalho de revitalização dos rios no governo federal é o representante do PP junto a Codevasf, Inaldo Guerra, ex-diretor da Codevasf no Piauí.  “Estamos trabalhando para que este pleito, que é justo e legitimo, seja atendido e isso vai significar certamente, além de podermos reviver esses rios que estão mortos, também a questão do desenvolvimento econômico” .

 

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir