Cidadeverde.com
Cidades

Municípios receberão novos atendimentos de oftalmologia e odontologia

Imprimir

O projeto Consultório Itinerante, que já leva atendimento oftalmológico e odontológico gratuito a estudantes de escolas públicas de Teresina desde 2014, será expandido para mais quatro municípios em 2017. O acordo de cooperação foi assinado em reunião que aconteceu na manhã desta terça-feira (14), no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI).

O projeto, que está em fase experimental, visa realizar ações de atenção à saúde de crianças (de 7 a 12 anos) do Programa Saúde na Escola, bem como de jovens e adultos do Programa Brasil Alfabetizado. Desenvolvido pelos Ministérios da Educação e Saúde por meio da rede de Hospitais Universitários, o projeto conta ainda com a parceria da Prefeitura Municipal de Teresina e Governo do Estado do Piauí por meio das Secretarias de Saúde e Educação.

Os consultórios funcionam em veículos adaptados e equipados para ações de prevenção e tratamento em diversas regiões. Ao todo, são oito consultórios, sendo quatro de oftalmologia e quatro de odontologia.

De acordo com o Dr. José Miguel, presidente do HU, este ano o projeto beneficiará os municípios de União, Altos, Demerval Lobão e José de Freitas. “Nessa primeira fase da expansão, que será um piloto, atenderemos a esses municípios mais próximos à Teresina, dependendo dos resultados, pretendemos levar o projeto para outros, por isso convidamos a Associação Piauiense de Municípios para fazer parte do projeto”, ressalta.

José Miguel acrescenta ainda que o projeto inicial teve que ser alterado, com os consultórios ficando fixos no HU, por não haver disponibilidade de profissionais para irem até os municípios, além das escolas não terem a complexa estrutura para recebê-los.

As crianças e jovens receberão óculos, quando necessário, kit de saúde bucal e o tratamento odontológico engloba a orientação e procedimentos completos.

Fizeram-se presentes à reunião o presidente da APPM, Gil Carlos, os prefeitos de Demerval Lobão, Júnior Carvalho e de União, Paulo Henrique, além dos secretários de saúde e educação dos municípios a serem beneficiados.

“Essa parceria entre MEC e HU é muito interessante para os municípios, pois atinge uma demanda oprimida em áreas muito sensíveis, que são a oftalmológica e odontológica. Aguardamos com expectativa a expansão para outros municípios do Piauí”, observa Gil Carlos.

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

Imprimir