Cidadeverde.com
Política

Iaspi participa de encontro sobre instituições de assistência a servidores públicos

Imprimir

Representantes do instituto da Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (Iaspi) estiveram presentes na cidade de Goiânia (GO), nos dia 14 e 15 deste mês, durante o 3º Meeting das Instituições de Assistência aos Servidores Públicos. O Estado foi representado no evento pela enfermeira Keyla Fernanda Costa, gerente do Plamta, e pela assessora jurídica da instituição, a advogada Kerlya Costa Carvalho.

Além do Piauí, o encontro reuniu representantes do próprio Estado de Goiás, São Paulo, Pará, Maranhão, Ceará, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Rio Grande do Sul e Alagoas para, durante dois dias, discutir temas de grande relevância para as Instituições de Assistência à Saúde dos Servidores, com destaque para “Judicialização da Saúde- caminhos com diálogo e soluções”, “Gestão de remuneração e custos”, “Tratamento oncológico- presente e futuro”, “Rede nacional de atendimento aos servidores públicos”, “Rede própria de credenciamento- o ideal e o possível”, “Estabelecimento de indicadores, protocolos e processos”, dentre outros.

Para a diretora do Iaspi, Daniele Aita, a realização do evento e a participação efetiva do Piauí no mesmo são de grande importância diante da conjuntura enfrentada atualmente pelos Institutos de Assistência à Saúde, na medida em que visa fortalecê-los. “Podemos citar como exemplo para esse fortalecimento a necessidade de criação de uma legislação clara e eficiente que regulamente os planos de assistência, posto que somos pessoas jurídicas de direito público interno”, destaca.

O Iaspi entende que, muito embora a saúde seja direito de todos, tal garantia deve ser feita respeitando-se os limites normativos previstos, de modo a garantir a continuidade da prestação desse serviço tão importante para a sociedade. “Nesse diapasão, a troca de experiências adquiridas durante a realização do evento fortalece o Iaspi Saúde no sentido de aplicar no Estado do Piauí as práticas compartilhadas de forma a aperfeiçoar os serviços prestados aos seus beneficiários, além de garantir a eficiência na gestão de recursos do Instituto”, esclarece Daniele.

Diante dessas novidades, os primeiros passos, tímidos, mas imprescindíveis, já estão sendo implementados, em parcerias com órgãos como o Misnitério Público, a Defensoria Pública e os Tribunais de Justiça, com o objetivo de garantir uma prestação responsável do acesso à saúde aos beneficiários dos Planos de Assistência à Saúde. Nesse intervalo, o alto número de liminares pleiteadas e concedidas sem a devida responsabilidade podem comprometer a saúde financeira dos Institutos de Assistência à Saúde de todo o país.

Da redação
redacao@cidadeverde.com 

Tags: iaspi
Imprimir