Cidadeverde.com
Política

'Com aplicativo, as pessoas podem salvar vidas', diz Eugênia Villa

Imprimir
  • 0d53a29d-641e-4b91-81b4-f1abb5eac5c0.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 6a467b87-77fd-4180-8d94-5f7330483d8d.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 8fd53d7b-b2dd-4583-b226-db07104e1705.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 37c1f0e6-9dd9-4d7a-9ca9-11afaad92e39.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 47a4f0cf-56fa-4808-90f5-55de7bd8a56d.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 89c582ef-7680-40a8-bda1-edada93c4fdf.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 98fb7575-9de6-4f87-b2d8-65e38b2e14f7.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 461bb23a-5a31-4c62-a849-0f6950232c78.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 939fad94-08aa-4c88-af9f-3cece66a01fa.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 898576a8-4c4d-47dd-8920-72ab291297cb.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • 986678fb-95e5-43f6-8a82-af6e9424edfb.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • a8030bb0-2067-4b5f-88ba-30619516a97d.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • ba5e928d-ba77-40f2-9bb0-4754292761a2.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • e0e39e7a-a60f-468e-a295-9e5e25706ec8.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • ed8b401c-81f4-4ba6-b241-c90c4e6d800e.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

A delegada Eugênia Villa, diretora de Gestão Interna da Secretaria da Segurança Pública do Piauí, destacou que a partir de agora toda a sociedade, e não só o governo do Estado, deve mais do que nunca se sentir responsável por “salvar mulheres e vidas”. As declarações foram dadas durante o lançamento do aplicativo para celulares e tabletes Salve Maria, uma ferramenta tecnológica criado para coibir a violência contra a mulher. 

“Somos responsáveis agora por salvar mulheres, por salvar vidas. Com a criação do aplicativo, agora a sociedade em geral pode ajudar a salvar uma vida, e não só o governo do Estado e a secretaria de Segurança tem o papel crucial de evitar esse tipo de violência. A população também tem o papel de denunciar”, ressaltou a delegada durante a o lançamento que aconteceu no Palácio de Karnak nesta segunda-feira, com a presença do governador Wellington Dias (PT).

Eugênia Villa lembrou que deve ser feita uma ampla campanha para difundir a utilidade do aplicativo, porque ele chega em um momento de fundamental importância para o combate aos crimes contra a mulher, como o feminicídio. 

O aplicativo possui um botão que pode ser acionado por qualquer pessoa, especialmente mulheres, que se vejam em situação de perigo ou por alguém que presencie algum tipo de violência, sobretudo contra a mulher. O mecanismo foi desenvolvido e pensado principalmente para as mulheres e recebeu o nome Salve Maria, porque de acordo com a vice-governadora Margarete Coelho, o público feminino, infelizmente, é o que mais sofre com atos de violência doméstica, além de outros crimes e que os números confirmam isso.

Margarete Coelho afirmou que a nova tecnologia está sendo implantada como uma “política de governo”. “Não é um luta de um só palco, é uma polifonia, que tem sido ressoada pelo governo. O aplicativo é mais uma política que vem para reforçar a ideia de que o Estado está vigilante, está preocupado, engajado e completamente aparelhado para enfrentar a violência contra as mulheres”, disse.

O secretário de Segurança Fábio Abreu (PDT) lembrou que o desenvolvimento e o sucesso de ações em defesa da mulher dependem da ação conjunta de todos os setores do governo e que continuará se esforçando para coibir esse tipo de crime.

Como funciona

O dispositivo, automaticamente ao ser acionado, manda as informações de georeferenciamento, ou seja do local onde foi acionado, e a secretaria de Segurança é acionada para que tome as providências necessárias e, se for o caso, envie uma viatura ao local designado pelo aplicativo

 


Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir