Cidadeverde.com
Últimas

Alunos de escolas públicas do Piauí conseguem vagas em universidades

Imprimir
  • seduc_(7).jpg Divulgação
  • seduc_(6).jpg Divulgação
  • seduc_(5).jpg Divulgação
  • seduc_(4).jpg Divulgação
  • seduc_(3).jpg Divulgação
  • seduc_(2).jpg Divulgação
  • seduc_(1).jpg Divulgação

Com a divulgação das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a abertura das inscrições de universidades e faculdades através do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e do Programa Universidade para Todos (Prouni), os estudantes puderam escolher em quais instituições poderiam cursar o ensino superior. O destaque de aprovações vem das escolas públicas do Piauí, com mais de 8 mil alunos conquistando vagas nos mais variados cursos.

De acordo com o Superintendente de Ensino Superior da Seduc, Ellen Gera, os dados referentes ao Piauí são positivos e refletem as ações da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que além de preparar os alunos para o exame, desenvolveu atividades especiais que garantiram o transporte dos estudantes da rede estadual até os locais de prova.

"Esse ano a Seduc, de forma inédita, desenvolveu um trabalho intenso para garantir que os alunos da rede comparecessem às provas. Na Capital, os estudantes contaram com Passe Livre, cartão de acesso ao transporte coletivo nos dois dias de prova e no interior fizemos um mapeamento da necessidade de deslocamento dos estudantes e garantimos o translado", destaca o superintendente.

 Em 2016, os alunos da rede pública estadual contaram com todo o apoio e suporte nos preparativos para o Exame Nacional do Ensino Médio. A Seduc garantiu revisões na capital e no interior, além das aulas ministradas via Canal Educação, que chegou aos municípios mais distantes. Para reforçar o conteúdo foi criado também um aplicativo e intensificada a realizações de revisões na reta final, com a oferta de lanche e material de qualidade.

 Um dos milhares de exemplos é o jovem Rômulo Rossy, de apenas 18 anos de idade, aluno da Unidade Escolar Aprígio Pereira Bezerra de São Julião foi aprovado em quatro diferentes vestibulares na área de saúde. Rômulo conseguiu o 6º lugar para Psicologia pela UFPI, campus de Parnaíba, e em Biomedicina pela FACID, em Direito na Universidade Estadual da Paraíba e em Odontologia na Faculdade Leão Sampaio, Juazeiro do Norte-CE.

“Agradeço, imensamente, a todos que colaboraram para que eu obtivesse esse êxito, que, juro, não esperava. Sou, em demasia, grato à minha família, à escola, professores, colegas, amigos e a todos que fazem parte da minha história e coadjuvam com que ela seja escrita de uma forma mais densa e jubilosa”, relata o estudante.

O Centro de Ensino Médio de Tempo Integral João Henrique de Almeida Sousa, localizado na zona sul de Teresina, é exemplo do bom desempenho das escolas estaduais. De acordo com a diretora da escola, Djanira Alencar, dos 90 estudantes que concorreram a vagas no Ensino Superior, 57 alunos do CEMTI obtiveram aprovação e muito deles em até mais de três instituições diferentes. "Temos alunos que passaram em até quatro vestibulares. Isso é resultado de muito esforço dos alunos, da gestão e da equipe de professores que é dedicada, compromissada e qualificada", destaca.

Um dos talentos da escola é jovem João Marcos, aprovado em Direito na Uespi, ele também foi participante do projeto Jovem Senador.

“Sempre sonhei com o curso e procurei, das mais diversas formas, informações sobre o mesmo. Hoje me sinto realizado e deveras ansioso para que comecem minhas aulas. Pretendo ingressar na área da magistratura, pois tenho o grande sonho de ser professor da universidade. Agradeço a minha escola, meus professores, amigos e familiares que tanto me ajudaram para que eu chegasse onde cheguei”, comemora o estudante.

O trabalho de preparação da Seduc também impactou no comparecimento às provas. O Piauí foi o estado com a menor taxa de abstenção nas provas do Enem. Dados do Ministério da Educação revelam que 77,29% dos inscritos compareceram ao exame, totalizando 185.901 participantes. Em todo o país, a taxa de evasão nas provas do Enem foi 30% maior que o ano passado, no qual 8.356.215 se inscreveram e apenas 5.848.619 fizeram a prova. Somente da rede estadual cerca de dez mil alunos fizeram as provas, realizadas neste final de semana.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir