Cidadeverde.com
Cidades

Encenação da Paixão de Cristo é apresentada em Luzilândia

Imprimir

O grupo Cactus de Teatro realizou na última sexta-feira (14/04), a encenação da Paixão de Cristo, no complexo da Igreja Matriz de Santa Luzia em Luzilândia. A peça dividida em atos e adaptada da Bíblia, trouxe alguns dos principais momentos da trajetória de Jesus. A peça tornou-se uma tradição no município durante a semana santa na cidade e o grupo contou com o apoio do Governo de Luzilândia, através da Secretaria de Cultura.

O Cactus é o responsável pela realização da encenação, mas a peça acontece desde antes da fundação do grupo. A atual Paixão de Cristo é uma evolução da Via Sacra que foi realizada pela primeira vez pelo grupo SJC- Sagrado Coração de Jesus e depois o grupo se integrou a Pastoral da juventude começando ali o início da tradição que já dura 17 anos. O espetáculo contou com um público diversificado eram fiéis da igreja católica e membros de outras igrejas, que estavam ali com o objetivo comum de apreciar o evento.

O idealizador do grupo e coordenador Daniel Pereira fala da complicação que é realizar o evento por muitos fatores, dentre eles a falta de envolvimento de jovens com o teatro, a ausência de apoio e incentivo as ações do grupo, que não realizam apenas a encenação da Paixão de Cristo, mas outras peças no decorrer do ano.

Nesse ano o evento teve apoio da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Cultura, da Secretaria de Comunicação e do centro de produção.

A peça foi coordenada pelo jovem Leoni que fez o papel de Jesus Cristo na encenação. Em conversa ele disse que o público da Paixão de Cristo é muito fiel, pessoas que gostam do nosso trabalho, já podemos dizer que temos um público. Mas precisamos que a sociedade se envolva mais, integre o grupo. Cada componente do grupo tem uma ocupação por fora, mas a gente faz o que gosta, a gente faz cultura por Luzilândia.

O apoio ao grupo ele é importante não só para realizar um belo espetáculo, ele funciona como incentivo pro grupo, por que o Cactus é carente de apoio, não só financeiramente, mas embora já termos um público formado, gostaríamos que a população trabalhasse mais com a gente, sobre a questão financeira sempre é bem-vinda. Esse ano o apoio da Secretaria de Cultura através do Jhon Lima e da Comunicação foi muito importante, pois o que adquirimos fica como legado pro grupo, enfatizou Leoni quando perguntado sobre o apoio que o grupo recebe.

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

Imprimir