Cidadeverde.com
Política

Henrique Pires é exonerado da presidência da Funasa e cargo será para o partido 'Podemos'

Imprimir

 

O engenheiro Henrique Pires confirmou ao Cidadeverde.com na noite desta quinta-feira (20) que deixará a presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Pires – que é amigo pessoal do presidente Michel Temer – sai do cargo para acomodar nomes do novo partido o “Podemos”, ex-PTN (Partido Trabalhista Nacional), extinto em dezembro do ano passado. Presidente nacional do PTN, a deputada Renata Abreu (SP) diz que o nome igual ao do partido espanhol é "apenas uma coincidência" e diz que se inspirou no slogan da campanha de Barack Obama em 2008, "yes, we can" (sim, podemos).A bancada do novo partido tem  13 deputados federais.

“O cargo está à disposição do presidente. O mais importante neste momento é aprovação das reformas. Saio do cargo sem mágoas e pelo contrário muito agradecido pela confiança”, afirmou Henrique Pires.

O piauiense comandou a Funasa no governo Dilma Rousseff e por 10 meses na gestão Temer.

“Sou soldado do presidente Michel Temer e do PMDB. Teve uma época em que as pessoas diziam que eu ia sair do partido, mas vou continuar no PMDB, pois dentro ou fora do governo vou continuar lutando pelo Piauí”.

O novo presidente será um nome de consenso da bancada do PTN. A indicação fortalece o deputado federal Silas Freire, que sairá do PR e se filiará no Podemos.

A mudança é para fortalecer a base de Michel Temer na Câmara Federal para evitar que as reformas trabalhista e da previdência sejam rejeitadas nas votações. 

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Imprimir