Cidadeverde.com
Geral

Vídeo mostra momento do assalto a casa do ex-procurador geral do Estado

Imprimir

 

Um dos suspeitos de participação no assalto à casa procurador geral adjunto do Piauí, Kildere Rone, foi preso durante o fim de semana. Adriano de Sousa Moura foi capturado após assalto a um comércio em Teresina. Ao todo, cinco homens participaram do crime que ocorreu no mês de fevereiro. 

Kildere Rone foi abordado na porta de casa e mantido refém com a família em um dos cômodos. Os criminosos levaram vários objetos da residência e uma pistola 380 de propriedade do procurador. 

Dos cinco suspeitos, um morreu em confronto com rivais no mês de abril e Adriano foi preso agora. Três ainda estão sendo procurados. 

Adriano foi preso depois de realizar diversos assaltos na zona Leste. Após perseguição realizada por policiais do 5º Batalhão de Polícia Militar, ele foi capturado. 

"Ele e outro rapaz estavam com carteiras, porta cédulas, dinheiro e celulares que haviam roubado em uma sequência de assaltos. Os dois foram encontrados no bairro Planalto Uruguai", disse o comandante do 5º BPM, major Flávio Pessoa. 

Ele disse ainda que Adriano é conhecido como um homem perigoso, que está sempre portando arma de fogo e costuma atirar em suas vítimas. Há algumas semanas, segundo o Major, Adriano realizou um assalto a um pet shop na avenida Presidente Kennedy e chegou a roubar o cachorro de uma cliente. 


Maria Romero com informações Notícia da Manhã
redacao@cidadeverde.com

Imprimir