Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo perde mais de R$ 20 milhões com queda na Libertadores

Imprimir

O objetivo do Flamengo era um só na Libertadores – ganhar a  competição. Se obtivesse êxito, receberia cerca de R$ 26 milhões da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). 

Foto: EFE

Mas a eliminação precoce na fase de grupos lhe rendeu muito menos que esse total – em torno de R$ 6 milhões (R$ 2 milhões por jogo como mandante).

Esse baque vai afetar o balanço do clube em 2017. Além do dinheiro que viria da Confederação Sul-Americana, o Flamengo já tinha um planejamento para explorar comercialmente sua presença nas fases sequenciais da Libertadores e principalmente no Mundial de Clubes.

Lucraria também com o dinheiro da bilheteria e fomentaria o programa de sócio-torcedor. Essa participação no Mundial, no fim do ano, representaria mais uma quantia considerável para o clube. Dependendo de sua classificação, poderia receber da Fifa entre R$ 3 milhões e R$ 15 milhões. 

Sem contar com a possibilidade real de fechar patrocínios exclusivos para o torneio – o que poderia aumentar bastante a receita de 2017.

Ao ingressar automaticamente na Copa Sul-Americana, por ter terminado em terceiro no seu grupo da Libertadores, o Flamengo pode compensar, em parte, o que deixou escapar no jogo de quarta (17) com o San Lorenzo. Se avançar e for campeão, pode ganhar pouco mais de R$ 10 milhões pelo título.


Fonte: Terra

Imprimir