Cidadeverde.com
Viver Bem

5 dicas para ajudar a superar o luto

Imprimir

Lidar com a perda de uma pessoa querida e com o luto é uma das situações mais difíceis que poderemos enfrentar na vida, se não for a mais difícil de todas. Parece impossível acreditar que alguém que amamos não estará mais presente fisicamente em nossos dias, e o baque é tão forte que quase sempre nos faz cair em períodos prolongados de tristeza e depressão.


1) Apoiar a família
Apesar de sentirmos muita dor, temos que lembrar que não somos os únicos que estão sofrendo com a perda, e talvez nossos familiares também precisem de suporte emocional. Quando apoiamos os outros, temos uma possibilidade maior de nos sentirmos melhor e mais fortes, além de ajudar os outros a fazer o mesmo.


2) A vida continua
Perder alguém querido pode nos tirar a vontade de prosseguir com nossas próprias vidas, mas a realidade é que ela continuará, e há outras pessoas que também precisam de nós. Se a pessoa que você perdeu sempre quis o melhor para você, certamente irá se alegrar em ver que você poderá ser feliz mesmo com a sua ausência.


3) Expressar os sentimentos
Em um momento tão delicado como este, nada de bom poderá surgir da repressão de nossos sentimentos. É importante expressá-los, compartilhando a dor que sentimos pela ausência da pessoa querida com outros que estejam sentindo a mesma angústia, ou até com pessoas próximas que estejam simplesmente dispostas a ouvir e ajudar.


4) Aceitar o luto
Muitas pessoas levam algum tempo para processar o acontecimento. Algumas reagem com raiva, outras ficam anestesiadas, muito apáticas e não sentem nada. Até que finalmente “a ficha cai”, e compreendemos que realmente o pior aconteceu. Neste momento, precisamos aceitar o luto e abraçá-lo. Sofrer o que tivermos que sofrer, chorar o que tivermos que chorar. Temos que lidar com as nossas emoções e entender que a superação virá pouco a pouco, com o tempo.


5) O tempo
Infelizmente, não há fórmula mágica para lidar com o luto. Somente o tempo é capaz de atenuar o sentimento de profunda tristeza que sentimos. O tempo de superação varia de pessoa para pessoa, portanto não se compare com os outros; cada um tem o seu tempo, e precisamos dele para aceitar que teremos que continuar nossas vidas sem a pessoa que perdemos.


Fonte: Melhor com Saúde

Imprimir