Cidadeverde.com
Geral

Mudança na rotatória da UFPI começa a valer sábado (15); veja

Imprimir

Após duas semanas de ação educativa no entorno da rotatória da Universidade Federal do Piauí (UFPI), a mudança no local começa a valer no próximo sábado (15). Para que as pessoas se acostumem com a mudança, nos primeiros dias os agentes de trânsito da Strans ficarão no local, nos três turnos, para orientar os condutores sobre as mudanças.

A mudança tem como objetivo proporcionar maior fluidez na circulação de veículos, principalmente, na Rua Senador Joaquim Pires, além de facilitar a travessia de pedestres no entorno da rotatória.
 
O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, comentou que a rotatória da UFPI apresentava congestionamentos nos horários de pico.

“A partir de agora, com a concretização da mudança, vamos continuar realizando o monitoramento na circulação de veículos na área. Com isso faremos os ajustes que considerarmos necessários nos tempos semafóricos”, explicou.

VEJA MUDANÇAS

Com a mudança, as pessoas que vierem da Ponte da Primavera com destino à UFPI devem seguir na Avenida Visconde da Parnaíba e dobrar à esquerda na Avenida Nossa Senhora de Fátima e seguir para a Universidade.
 
Os condutores que seguem pela Avenida Nossa Senhora de Fátima no sentido João XIII para acessar a Avenida Visconde da Parnaíba devem fazer a conversão à direita na Rua Eletricista Guilherme, em seguida entrar à direita na Rua Angélica e acessar a Visconde da Parnaíba, fazendo com isso laço de quadra.

 


 

Acordo 

Falcão reforça ainda que a data escolhida para implantar a mudança foi em acordo com a reitoria da Universidade. 

“Fizemos uma ampla divulgação sobre a mudança, mas ainda assim nos primeiros dias nossos agentes de trânsito estarão no local para orientar os condutores e os pedestres. Além disso, no retorno dos alunos às aulas faremos visitas ao campus para explicar o funcionamento para aqueles que ainda não sabem da mudança”, disse.
 
 

 

A gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, ressaltou que a equipe de educadores visitou tanto o campus da UFPI, quanto os estabelecimentos comerciais próximos do local a fim de explicar como ficará o funcionamento da rotatória.

“Percebemos que ao explicar a mudança, de uma maneira geral, ela foi bem aceita. Enfrentamos a resistência de algumas pessoas, mas é natural, pois a modificação na rotina diária sempre traz alguma insatisfação, mas acreditamos que quando começar a funcionar as pessoas vão perceber a melhoria no fluxo dos veículos”, disse.

Matérias relacionadas

Strans modifica trânsito próximo à UFPI; veja alterações

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir