Cidadeverde.com
Política

Heráclito Fortes diz que Rodrigo Maia é leal e defende Temer: 'não é esse bandido'

Imprimir

 

O deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI) garantiu que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, não trabalha para a queda Michel Temer - o que colocaria líder do parlamento no Palácio do Planalto. Em entrevista no Jornal do Piauí desta segunda-feira (17), Fortes defendeu o presidente da República.

Heráclito Fortes lembrou ter sido vice-presidente da Câmara nos quatro anos em que Temer comandou o parlamento. "Ele não é esse bandido, esse cara à toa que infelizmente está se querendo pintá-lo. Ele é um parlamentar, um homem de responsabilidade, um jurista. E as denúncias contra o Michel foram praticadas não por ele, mas pelo seu entorno".

Além de defender o presidente, Heráclito Fortes negou a existência de conspiração por parte de Rodrigo Maia para assumir o Planalto. O deputado prefere que o movimento pela saída de Temer não ganhe força. "É melhor que não e ele próprio torce para que não ganhe corpo. O Rodrigo Maia é um rapaz que eu conheço de muitos anos. É um homem de muitas qualidades, uma delas é a lealdade e a lealdade para o país. Ele sabe das consequências. Ele sabe que hoje querem derrubar o Michel e amanhã vão querer fazer o mesmo com ele."

Fortes ainda atestou que Rodrigo Maia é leal. "Eu lhe digo sem medo de errar: ele não está movendo uma palha para que isso (saída de Temer) aconteça". Ainda assim, o deputado afirmou que o presidente da Câmara sabe de suas responsabilidades e irá assumir a presidência da República se o cargo ficar vago. 

O parlamentar do Piauí observou que o país vive um "momento paranóico", com uma corrente que prega a derrubada de todos os políticos na linha sucessória para que a ministra Carmem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, assuma o comando da nação. Heráclito Fortes defendeu uma saída pela política para a crise atual e disse que a proposta de eleições diretas é uma hipocrisia, pois ninguém abrirá mão de concluir seus mandatos. 

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

Condenação de Lula e Eleições 2018

Heráclito Fortes disse que espera uma decisão definitiva da Justiça quanto ao caso do Tripléx, no qual o ex-presidente Lula foi condenado em primeira instância. O deputado disse que não vai torcer pela inelegibilidade do petista, mas afirmou que ele hoje é "bem maior" que o partido. "Sem o Lula, o PT é praticamente zero. O grande erro do PT ao longo desses anos foi não ter feito uma escola."

No cenário local, Fortes defendeu que ganhe força o movimento de oposição ao governador Wellington Dias (PT) e criticou os acordos para a formação de uma grande base aliada. "O Piauí não aceita arca de Nóe. Toda vez que montaram essa arca e saiu enchendo de gente, ela naufragou".

 

 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Imprimir