Cidadeverde.com
Geral

Teresina vai substituir carros locados por empresa de transporte individual

Imprimir

Uma nova medida de contenção de gastos está sendo planejada pela Prefeitura de Teresina. Os carros locados serão substituídos por empresa de transporte individual, que permitirá o pagamento dos deslocamentos por quilômetro percorrido. 

A autorização do processo licitatório foi realizada pelo prefeito Firmino Filho esta semana e poderão participar empresas e cooperativas de taxis, além das demais empresas legalizadas para realizar transporte individual que disponha de aplicativo para smartphones e plataforma web. No entanto, o aplicativo UBER não poderá, por não ter os serviços regularizados pela Câmara Municipal e Prefeitura. 

De acordo com o secretário de Administração e Recursos Humanos, Manoel de Moura Neto, serão substituídos, na primeira etapa, aproximadamente 50 veículos. A estimativa de economia, quando esta primeira fase estiver concluída, gira em torno de R$ 100 mil por mês, ou seja, R$ 1,2 milhão por ano. 

“Esta é apenas mais uma das medidas de redução de gastos que a Prefeitura de Teresina está adotando este ano para que mantenha o equilíbrio financeiro e continue honrando com seus compromissos”, argumenta Moura Neto.

A mudança irá atingir os carros que auxiliam no serviço administrativo e no transporte de servidores e colaboradores da Prefeitura. Com relação à licitação, Moura Neto explica que poderão participar do certame empresas e cooperativas de táxi, além das demais empresas legalizadas para realizar transporte individual.

“O edital irá prever a contratação de quase 51 mil quilômetros por mês, mas este é o teto do contrato, o que não significa dizer que utilizaremos toda esta quilometragem, pois o serviço funcionará por demanda e a Prefeitura só pagará o que consumir por mês. Este teto foi estipulado com base no nosso gasto mensal com transporte de servidores e tarefas administrativas. A expectativa é que a licitação deve levar cerca de 60 dias para ser finalizada”, pontua o secretário.

Esta iniciativa é semelhante à anunciada pelas prefeituras de São Paulo e Porto Alegre e, até mesmo, pelo Governo Federal. Vale ressaltar que a empresa vencedora para prestar o serviço fará a operação e a gestão das chamadas; e em cada secretaria, haverá uma pessoa responsável por acompanhar o uso desse sistema de transporte em tempo real.


Da redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir