Cidadeverde.com
Geral

Alunos do Monsenhor Gil vão receber netbooks do projeto UCA

Imprimir
O município de Monsenhor Gil (a 56 km de Teresina) foi contemplada com o projeto UCA (um computador por aluno) numa escola da rede municipal, que beneficiará estudantes do º ao 9º ano. No Piauí, três municípios receberam o projeto: Teresina, Porto e Monsenhor Gil. 

Idealizado pelo governo federal via Ministério da Educação e Cultura (MEC), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, os alunos e equipe pedagógica contarão com cerca de 686 laptops viabilizado através do Projeto UCA, cujo investimento gira em torno de R$ 285.978,00 apenas nos computadores.

 De acordo com o MEC, a ideia do computador portátil, denominado laptop conectado um por um, disponibilizado na escola para cada aluno e educador, gera novas dimensões de acesso à informação e novas relações com o saber que podem resultar em tendências educacionais inovadoras, abrindo-se um leque de novos e promissores horizontes de trabalho do conhecimento nas escolas além da promover o uso e a apropriação pedagógica das novas tecnologias de informação e comunicação como uma nova linguagem multiplicadora do conhecimento.

 Para o prefeito José Noronha, o projeto é de suma importância para o município, tendo em vista que esta conquista só fortalece a ideia de que o município é uma referência educacional em todas as modalidades no âmbito estadual, cujas ações empreendedoras nessa área têm contribuído com a qualidade de vida das pessoas. 

Segundo ele, A Prefeitura Municipal ficará na obrigação de dar suporte técnico e pedagógico bem como disponibilizar a Internet e bloquear os sites que não contenha conteúdo educativo. Além disso, os equipamentos poderão ser utilizados nos espaços escolares (sala de aula, pátio, laboratórios, etc.) por estudantes e professores, de acordo com regras a serem estabelecidas pela Secretaria Municipal de Educação.

A secretária Luziane Campelo Feitosa disse que embora a maioria das escolas municipais de ensino fundamental já disponha de laboratórios de informática. “O UCA só veio reforçar ainda mais essa rede de interação aluno com aluno, aluno com professor, professor com especialista e um sem números de enlaces numa experiência de inteligência coletiva, inovadora e multiplicadora de conhecimentos”, destacou.



redacao@cidadeverde.com
Imprimir