Cidadeverde.com
Política

Prefeito desaparece após TJ/PI decretar prisão e fica foragido

Imprimir
O prefeito de Sebastião Barros, Geraldo Eustáquio Machado, o Geraldo Mineiro, já é considerado foragido pela Polícia Civil. Semana passada, a justiça do Piauí decretou 8 anos de prisão em regime fechado contra o prefeito que é acusado de pedofilia.


Segundo o delegado Regional, Jucier Alyson dos Santos, da delegacia regional de Corrente, o mandato de prisão preventiva chegou a delegacia via fax, no fim da tarde da última sexta-feira (9). 

"Fomos a casa do prefeito no sábado (10) as 6h da manhã, mas o caseiro informou que ele tinha viajado com a esposa a 4 dias e que não sabia pra onde", contou o delegado.

O delegado acrescenta ainda que as buscas seguiram na região de um lote de terra de propriedade do prefeito que fica na zona Rural de Sebastião Barros. "Quando chegamos lá, também não encontramos nenhum indício da passagem do prefeito por lá", afirmou.

A família do prefeito é de Minas Gerais e segundo o delegado, a polícia não conseguiu manter contato com nenhum dos filhos de Geraldo, que moram em São Paulo. O delegado informou também que agora será feito um relatório de ocorrência. O fato será comunicado ao juiz e ao promotor responsáveis pelo caso e ainda a câmara de vereadores do município.


Rayldo Pereira (Especial para o Cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com
Imprimir