Cidadeverde.com
Esporte

Governo aceita desculpas da Fifa, mas faz ressalvas

Imprimir
O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, aceitou o pedido de desculpas da Fifa depois da polêmica declaração do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke que disse que os governantes brasileiros precisavam de um "chute no traseiro" por conta no atraso em obras e projetos da Copa do Mundo de 2014. Na tarde desta quinta-feira, duas cartas foram enviadas, uma endereçada ao presidente da entidade, Joseph Blatter, e outra ao próprio Valcke.

Na primeira, Rebelo afirma ter aceitado o pedido de desculpas feito por Blatter em relação ao tom de declarações do secretário-geral sobre a preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014. O ministro diz que a presidenta da República, Dilma Rousseff, receberá Joseph Blatter em audiência. A data ainda será confirmada. Ele também reitera que episódios dessa natureza não podem se repetir, "em prol da boa preparação da Copa do Mundo no Brasil".

Na outra correspondência, endereçada a Jérôme Valcke, Aldo Rebelo foi menos explicativo e apenas afirmou ter aceitado o pedido de desculpas do secretário-geral da Fifa.As informações são do site do Ministério do Esporte.


Fonte: G1
Imprimir