Cidadeverde.com

Parceria entre Sejus e Prefeitura garante Penitenciária Feminina em Oeiras

Uma parceria entre Secretaria de Justiça e Prefeitura de Oeiras vai garantir mais uma unidade prisional no Piauí. O prefeito Lukano Sá sancionou a lei Nº 1.807/2015, que garante a doação de terreno situado na localidade Fomento, zona rural de Oeiras, para construção da Penitenciária Feminina no município, com capacidade para 300 detentas e área construída superior a seis mil metros quadrados.


 
O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, destaca os investimentos realizados pelo Governo do Estado em parceria com vários municípios no sentido de ampliar a estrutura do sistema penitenciário. “Estamos buscando recursos para melhorar essas estruturas, construí novas unidades e garantir melhores condições de trabalho aos agentes, bem como um melhor atendimento para internos e familiares”, explica o secretário.
 
De acordo com o gerente da Penitenciária Regional de Oeiras, Isaú de Sousa, esta unidade sofre com o alto índice de presos provisórios. “Entendemos que é necessária a abertura de mais vagas para atender essa região e a Penitenciária Feminina vai melhorar substancialmente a estrutura do município”, observa o gerente. 
 
A equipe de engenheiros da Sejus já fez avaliação do terreno e o considerou adequado à construção da unidade. O projeto é baseado em um modelo fornecido pelo Departamento Penitenciário Nacional e prevê a construção de módulos de vivência coletiva, educação, saúde, tratamentos químico e penal, isolamento e berçário. 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

 

Padrasto é condenado por feminicídio a 33 anos de prisão por matar enteada

A segunda condenação por feminicídio no Piauí aconteceu na última semana em Oeiras, através de júri popular. O réu José Martins de Sousa, conhecido como Cancão, foi condenado a 33 anos e seis meses de reclusão pelo homicídio qualificado de uma adolescente de 15 anos, tentativa de homicídio do irmão da adolescente, também menor de idade, porte ilegal de arma de fogo e dirigir embriagado. Os crimes aconteceram no dia 9 de abril de 2015, um mês depois de sancionada a Lei do Feminicídio, que inclui como qualificadora de homicídio no Código Penal.

O réu era ex-marido da mãe das vítimas, a professora Maria Luzinete de Almeida, conhecida como Netinha, e teria assassinado a enteada porque a mãe comprava presentes e dava dinheiro para ela. Segundo a mãe das vítimas, na noite dos crimes, o réu discutiu com ela na casa onde morava com os filhos, saiu e voltou com uma arma. A adolescente, que estava na porta de casa, foi à primeira vítima. Ele fetuou três disparos (cabeça e abdómen) da menina. Em seguida, José Martins de Sousa entrou na residência e atirou no enteado, no abdómen, caiu, levantou e saiu correndo com a mãe.

Para a promotora Maria Amparo de Sousa Paz, coordenadora do Núcleo de Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUPEVID), que participou da sessão do julgamento, em Oeiras, o acusado discriminava a enteada por ser mulher, dispensando a ela um tratamento controlador, diferentemente do que dispensava aos irmãos do gênero masculino. 

“A filha era constantemente ofendida e a mãe recebia ameaças de morte. Precisamos acabar com essa cultura do machismo que está enraizada em nossa sociedade. A violência doméstica e o machismo não escolhem cor nem classe social. Essa condenação é um passo importante para mostrar às mulheres agredidas que a justiça pode ser feita e que o agressor deve ser denunciado”, afirma. 

O promotor de justiça Marcondes Pereira de Oliveira, representante do Ministério Público do Piauí (MP-PI) no caso, destacou que a condenação mostra que a justiça está sendo feita. “O réu apresentou o desejo de se vingar da mãe das vítimas. Ele já havia avisado à mãe, anteriormente, que tiraria a vida de alguém muito importante para ela. O fato foi comprovado através de uma gravação feita pela mãe”, explica. O julgamento, que durou cerca de 10 horas, foi presidido pelo juiz Luís Henrique Moreira Rêgo.

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com

Instituto Histórico recoloca estátua de Cônego Cardoso em Oeiras

O Instituto Histórico de Oeiras em parceria com a Diocese de Oeiras e com a Prefeitura Municipal, realizaram no último sábado, 12, a recolocação da estátua do Cônego Antônio Cardoso de Vasconcelos, ex -vigário e um dos construtores da Diocese de Oeiras. A cerimônia aconteceu no final da tarde em frente à Casa paroquial no Centro Histórico da cidade, dentro das celebrações de encerramento do Ano Jubilar.

 
Segundo a professora Rita de Cássia Neiva, presidente do IHO, a iniciativa de recolocação da estátua partiu das irmãs: Maria Socorro Rêgo e Maria do Espírito Santo Rêgo, membros do instituto, tendo assim a solicitação acatada por toda a diretoria e demais sócios efetivos do IHO. “Vale destacar que a bandeira do Instituto Histórico de Oeiras é preservar o que deve ser preservado, revitalizar o que deve ser revitalizado, homenagear quem deve ser homenageado. Assim, este especial feito histórico-religioso é uma gratidão do povo oeirense e da diocese, ao Cônego Cardoso, pelos relevantes serviços prestados à Capital da Fé”, destacou Rita de Cássia.
 
Estavam presentes na cerimônia, Dom Juarez Sousa, bispo de Oeiras, Dom Augusto Rocha, bispo emérito de Floriano, Dom Valdemir, bispo de Floriano, Dom Jacinto, arcebispo metropolitano de Teresina, Dom Plínio, bispo de Picos, Pe. João Francisco dos Santos, o Prefeito Municipal Lukano Sá, o Secretário Municipal de Cultura, Professor Stefano Ferreira, o Secretário Municipal de Obras e Infra estrutura, Sr. Luis Costa, a vice presidente do IHO, a professora Maria do Espírito Santo Rêgo, na oportunidade representando a presidente do IHO, Rita de Cássia Neiva, que por motivo de saúde não esteve presente. Além de sacerdotes, seminaristas, religiosas, sócios do IHO e convidados.
 
Após a solenidade, os participantes se dirigiram até o patamar da Igreja Catedral, onde aconteceu uma Para liturgia, seguida de missa de encerramento dos 70 anos da diocese de Oeiras, ordenação presbiteral do diácono Rogério Nascimento e abertura da Porta Santa; assinalando o início do Ano Santo da Misericórdia, proclamado pelo papa Francisco, no dia 08 de dezembro.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

 

Oeiras recebe ação de educação no trânsito após receber sinalização

Após a implantação de uma nova sinalização viária, o município de Oeiras, a 313 km de Teresina, vai receber, nesta sexta-feira (11) e no sábado (12), a equipe de educadores da Escola Piauiense de Trânsito (EPT), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), para dar orientações sobre organização do trânsito.

De acordo com a gerente de Educação da EPT, Zulmirene Sousa, a ação consiste em abordar a população para explicar como funciona a sinalização. "Como foi implantada a sinalização na cidade, vamos orientar sobre o uso da faixa, abordando pedestres e motoristas, aproveitando sempre para falar sobre segurança no trânsito e conscientizar os condutores a respeitarem as normas de trânsito", explica a gerente.

A sinalização viária do município contemplou as avenidas principais da cidade e seu entorno, tendo como objetivo padronizar e organizar o trânsito local, proporcionando mais segurança aos pedestres e motoristas.

O Detran-PI vem realizando obras de sinalização em todo o estado, tendo como prioridade as cidades com maior fluxo de pessoas ou com alto índice de acidentes de trânsito.

Além da sinalização, o órgão já visitou mais de 40 municípios no interior do estado com sua campanha permanente de educação no trânsito. Algumas das ações realizadas são palestras e blitzen educativas.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Paranaense é achado morto e polícia descobre compras em cartão após suposto crime

A Polícia Civil do Piauí investiga a morte do paranaense Aparecido Lopes, encontrado morto na cabine do próprio caminhão, que estava estacionado em um posto de combustíveis na BR-230, em Oeiras. De acordo com o delegado regional Paulo César, a primeira hipótese era de que o caminhoneiro teria tido morte natural, mas compras realizadas no cartão da vítima após sua morte, levantaram suspeitas de um crime. 

           Foto: Folha de Oeiras

O homem foi encontrado morto e apenas de cueca dentro do veículo, na última quinta-feira (03). Imagens do posto de combustíveis mostram que ele chegou ao local por volta das 17h, do dia anterior, com uma mulher que ainda não foi identificada. 

"O vídeo mostra o momento em que eles chegaram, quando foram ao restaurante do posto e que de madrugada, a mulher saiu para comprar uma cerveja. No primeiro momento, suspeitamos que ele tivesse sofrido um infarto, mas compras feitas no cartão dele em outra cidade- no valor de R$ 1.5000- nos fizeram suspeitar de um crime. As informações sobre essa compra no cartão de crédito- que inclusive já foi bloqueado- foram repassados pela esposa da vítima. A mulher que aparece nas filmagens ainda não foi localizada", disse o delegado Paulo César.

Outro detalhe que chamou a atenção da Polícia Civil foi a falta da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) da vítima. "Apreendemos o seu celular, mas o documento de habilitação não estava com ele. Achamos estranho porque ele era motorista e trabalhava viajando. O próximo destino dele era inclusive a cidade de Fortaleza-CE", reitera o delegado.

O corpo de Aparecido Lopes permanece no Instituto Médico Legal, em Teresina. Até o momento, nenhum familiar dele compareceu ao Piauí. O delegado Paulo César disse ainda que aguarda o resultado do exame cadavérico que identificará a causa da morte. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Mais três aprovados em concurso público tomam posse em Oeiras

O Prefeito Lukano Sá participou, na manhã desta segunda-feira (30), da solenidade de posse de mais três efetivos que irão compor o quadro de funcionário da Prefeitura Municipal de Oeiras. O evento ocorreu na sala de reuniões do Executivo Municipal e contou com a presença das secretárias municipal de Assistência Social, Danielly Leite, e Saúde, Auridene Freiras, além do Chefe de Gabinete, Raimundo Cassiano, e familiares dos concursados.
 
Os novos efetivos irão trabalhar nas áreas da Saúde e Assistência Social. As saudações iniciais foram feitas pela Secretária Municipal de Saúde, Auridene Freitas, que evidenciou a importância da efetivação para vida profissional, além de chamar atenção para o comprometimento que se deve ter de suas funções.
 
Na ocasião, Lukano Sá falou da importância da realização de um concurso público na geração de empregos formais. O certame, realizado pela Prefeitura Municipal de Oeiras, ocorreu em julho de 2014 e, de acordo com a demanda, estão sendo convocado os aprovados.  O prefeito falou ainda que o concurso foi pautado na lisura e na honestidade e que cada candidato que logrou êxito que ora assume o cargo é resultado da meritocracia.
 
“Realizamos um concurso com toda lisura e transparência, assim podemos dizer que, diante do resultado obtido, temos no quadro de efetivos os mais preparados para que, juntos, possamos ajudar no desenvolvimento da cidade de Oeiras”, destacou o Prefeito Lukano Sá.
 
Foram efetivados:

Maria Edinalva Carvalho Sousa -  Técnica em Enfermagem
Jhonnathas Dantas dos Santos -  Cirurgião-Dentista
Cristiane Augusta Nunes Carneiro -  Psicóloga  

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Menina de cinco anos morre afogada em piscina de clube em Oeiras

A menina de cinco anos identificada como Joyce Costa e Silva morreu afogada neste domingo em Oeiras, município a 313 km de Teresina. Segundo informações de um porta local a menina teria tido crises convulsivas e caiu em uma piscina de um clube localizado no bairro Várzea.

A criança foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Oeiras, mas de acordo com a Scretaria Estadual de Súde ela não resistiu.

A secretaria descartou ainda que a garota tenha sofrido convulsões e afirmou que o laudo emitido pela UPA nega o quadro e apresenta sinais de afogamento. Os médicos tentaram reanimar a menina, que não resistiu e acabou morrendo.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Câmara faz homenagem aos 70 Anos de Reinstalação da Justiça Eleitoral no Piauí

A Câmara Municipal de Oeiras-PI realizou na noite de quinta-feira (19) sessão solene alusiva às comemorações pelo transcurso do 70º aniversário de reinstalação da Justiça Eleitoral no Estado do Piauí.

A proposição da sessão foi formulada pelo vereador Miguel Ângelo Gonçalves Reis. 

Marcaram presença na solenidade toda Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI):  Presidente, Des. Edvaldo Moura,  o Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral, Des. Joaquim Santana, juiz federal Geraldo Magela e Silva Meneses, os juízes de direito José Vidal de Freitas Filho e Maria Célia Lima Lúcio, e os juristas José Wilson Ferreira de Araújo Júnior e Agrimar Rodrigues de Araújo.

O Prefeito de Oeiras, Lukano Sá, e os vereadores da Primeira Capital abrilhantaram a solenidade.

Na manhã desta sexta-feira (20), o TRE-PI realizou sessões administrativa e judiciária no Cine Teatro Oeiras. A realização da sessão foi aprovada à unanimidade pelos membros da Corte Regional, de acordo com a manifestação verbal do Procurador Regional Eleitoral.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Oeiras entrega equipamentos a pessoas com problemas de locomoção

  • unnamed.jpg Divulgação
  • unnamed_(16).jpg Divulgação
  • unnamed_(15).jpg Divulgação
  • unnamed_(14).jpg Divulgação
  • unnamed_(13).jpg Divulgação
  • unnamed_(12).jpg Divulgação
  • unnamed_(11).jpg Divulgação
  • unnamed_(10).jpg Divulgação
  • unnamed_(9).jpg Divulgação
  • unnamed_(8).jpg Divulgação
  • unnamed_(7).jpg Divulgação
  • unnamed_(6).jpg Divulgação
  • unnamed_(5).jpg Divulgação
  • unnamed_(4).jpg Divulgação
  • unnamed_(3).jpg Divulgação
  • unnamed_(2).jpg Divulgação
  • unnamed_(1).jpg Divulgação

O Prefeito de Oeiras, Lukano Sá, participou, junto com a Secretária Municipal de Saúde, Auridene Freitas, na manhã desta quinta-feira (19), da solenidade de entrega de equipamentos que visam melhorar a qualidade de vida de pessoas com problemas de locomoção.
 
Esses equipamentos são provenientes da CEIR, instituição criada para ser referência na prestação dos serviços de atenção à saúde, especialmente voltados para a habilitação, reabilitação e readaptação das pessoas com deficiência do estado.
 
Ao longo da gestão do Prefeito Lukano Sá, a cidade de Oeiras já foi beneficiada com 450 equipamentos, sendo eles: cadeiras de roda padrão; cadeiras para banho; calçados pé diabético; botas ortopédicas; muletas auxiliares; cadeira especiais para tetraplégicos; andadores; bengalas e palmilhas.
 
Na ocasião, o Prefeito Lukano Sá e a Secretária Auridene Freitas fizeram a entrega de uma cadeira de roda para Mateus Miranda, que é tetraplégico. A mãe do adolescente, a senhora Raimunda Miranda, ficou emocionada com o benefício adquirido pelo filho. “Essa cadeira é uma bênção de Deus, tentei várias vezes, mas graças a Deus e ao Prefeito Lukano Sá esse sonho foi realizado, só temos a agradecer”, destacou dona Raimunda.
 
Para Lukano Sá, essa parceria é oportuna na garantia da qualidade de vida da população que sofre com problemas de locomoção. Essa ação viabiliza comodidade e a elevação da autoestima. “É um serviço silencioso, mas que possui um resultado bastante positivo. Vale a pena ressaltar que essa parceria com o CEIR é muito importante para o nosso povo. Com esses benefícios, procuramos atender todas as demandas informadas. São 450 equipamentos que vem para melhorar a qualidade de vida da população”, frisou o Prefeito de Oeiras.
 
Segundo a fisioterapeuta Lorena Moura, a realidade desses pacientes é conhecida por meio de visitas domiciliares, e com a devida comprovação da necessidade é solicitado o equipamento.
 
“O NASF, junto com a secretaria municipal de Saúde, vem tentando promover uma melhor qualidade de vida para a população, em especial para paciente que estão acamados e que de certa forma não possuem condições de adquirir esses equipamentos.  Mediante uma avaliação fisioterapêutica e, posteriormente, uma triagem, nós conseguimos encaminhar um diagnóstico para o CEIR e assim passamos a adquirir esses equipamentos. A partir disso, passamos a ensinar como os pacientes devem usar e fazemos todo um procedimento de autocuidado, além de orientamos também os cuidadores a manusear esses materiais, dando assim mais qualidade”, pontuou a fisioterapeuta.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Feira Literária de Oeiras leva educação, leitura e cultura às crianças

O universo mágico da leitura, somado à dança, à música e à alegria de milhares de crianças, deu a tônica da terceira edição da Feira Literária de Oeiras – FLOR. O evento correu na Praça das Vitórias nos dias 13 e 14 de novembro, juntamente com o X Festival de Cultura, e arregimentou mais de 15 mil pessoas.


Dividida em seis espaços temáticos, a FLOR fez homenagens ao cartunista e escritor Maurício de Sousa, que foi representado no evento pelo seu assessor de comunicação, José Alberto Lovetro, que proferiu palestra para professores e amantes da literatura.
 
Por todos os lados viam-se livros e crianças mergulhadas na leitura, fascinadas pelo espaço. Outras atividades lúdicas também foram realizadas, como pintura corporal e contação de histórias, além do lançamento de livros e a instigante gibiteca, grande sessão do evento.
 
Umas das inovações do evento foram as rodas de conversas, onde nos dois dias diversos temas foram abordados como: Álcool e Drogas; Namoro e Sexualidade; Ecologia e Meio Ambiente; e Rede Sociais (público e privado).
 
Segundo a Secretária Municipal de Educação, Tiana Tapety, a FLOR é um evento completo, onde professores e alunos começam a se preparar para o início do ano letivo. “Oeiras tem a missão de educar para a leitura, e a FLOR é um estímulo. É maravilhoso ver crianças e adolescentes absorvidos pela magia dos livros. Esse evento é resultado da dedicação, da responsabilidade por se propor uma educação de qualidade e o fomento a leitura desde a base”, destacou Tiana Tapety.
 
Uma das principais propostas da FLOR este ano foi o resgate das manifestações culturais da cidade, fazendo com que crianças reproduzissem algumas apresentações artísticas de cunho popular que vem se perdendo com o tempo. Essa ação vem sendo desenvolvida por escolas da rede municipal de Oeiras, a exemplo do colégio Francisco Quirino, que tem se destacado com a apresentação dos Congos-mirins, e a escola Franscisquinha Martins com o reisado.
 
Com essas ações, as crianças de cada bairro vão se familiarizando com tradições inerentes do seu meio. O evento congrega um conjunto de atividades de incentivo à leitura, trabalhadas ao longo de todo o ano em escolas da rede municipal. “Temos aqui várias atividades, a principal de todas é a leitura, processo que a gente precisa implantar dentro das escolas, usando tudo que a gente pode, e a praça é uma das metodologias que a gente usa para incentivar a leitura no nosso município”, argumenta a secretária de Educação.
 
Para dar ainda mais dinamicidade ao evento, foram criados espaços de pintura corporal, o que atraiu uma grande quantidade de crianças. Outro espaço que foi apropriado pela FLOR foi o Cine Teatro Oeiras, onde foram apresentados dez espetáculos teatrais, sendo na sua maior parte de alunos da rede municipal de ensino.
 
“A escolas municipais de Oeiras estão de parabéns. O projeto de leitura “Aprendendo com Maurício de Sousa” mostra que é possível se fazer educação de maneira equânime. Incentivar a leitura é a forma mais eficaz de disseminar cultura e valores, incitar a imaginação e despertar a criatividade”, pontuou Tiana Tapety.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores