Geral

Pai de Torquato Neto morre aos 92 anos de infarto em Teresina

Imprimir

O pai do poeta Torquato Neto, Heli da Rocha Nunes, 92 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (27) após sofrer infarto na UTI do Hospital Aliança.


O defensor público aposentado estava internado há quatro dias no hospital, após uma cirurgia de úlcera. Neste domingo, ele teve parada cardíaca e não resistiu a cirurgia.



Heli Nunes morava em Teresina com um sobrinho que é Procurador da República, no bairro Santa Izabel, zona Leste. 

Segundo Ana Coelho, esposa do Procurador Virgulino da Silva Coelho Neto, Heli se sentiu mal no dia do seu aniversário, dia 22 de setembro, depois do almoço.  Ele estava com uma dor abdominal, foi para o São Marcos e não foi atendido e levaram para Hospital Aliança.



“Chegando lá o médico disse que precisava fazer uma cirurgia de urgência pois uma ulcera estava supurada. Ele ficou na quinta e sexta na UTI, estava sóbrio, lúcido e conversava. No sábado ele voltou para o apartamento e no domingo sofreu um infarto”, explicou ela.


Ana Coelho acompanhou de perto os último dias da vida de Heli

No atestado de óbito consta que a causa da morte foi por parada cardíaca.

Muitos amigos acompanham o velório que acontece na Pax União. O enterro acontece no cemitério São José, mas ainda sem horário definido. Familiares esperam o único neto de Heli, Tiago de Araujo Nunes, que é poloto da companhia aérea Azul, que deve chegar às 15 horas, para acompanhar o sepultamento do avô. Ele é único filho de Torquato Neto.



O amigo Kernard Kruel, disse que ele tinha colocado há 20 dias fez uma operação para colocar um marcapasso e foi para casa, mas não se sentiu bem. 


Kernard Kruel e Genu Moraes


Flash de Yala Sena
Redação Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com

Imprimir