Cidadeverde.com

Carnaval de Parnaíba tem programação em avenida e na praia

A Secretaria Municipal de Cultura de Parnaíba divulgou a programação do carnaval deste ano na manhã desta quinta-feira (23). Esse ano os foliões podem esperar blocos de rua e uma vasta programação musical que ocorrerá em circuito "fechado" na avenida São Sebastião e na praia Pedra do Sal. De acordo com o superintendente do órgão, Teófilo Lima, a expectativa para as festas carnavalescas é grande e um público de 80 mil pessoas é esperado na cidade.

"A gente vem trabalhando nesse projeto há um bom tempo e a equipe trabalhou voluntariamente para chegar agora nesse momento de montagem de estrutura já bem tranquilo. Esbarramos na burocracia mas o amor sempre vence e nós teremos por isso o melhor Carnaval da Parnaíba", afirmou.

A programação começa no dia 25 de fevereiro, das 11h às 16h na praia Pedra do Sal com a Banda Municipal. Na avenida São Sebastião, a folia começa às 13h e vai até 17h, no espaço Colombo Neto com paredão. Neste mesmo espaço, às 19h se apresenta o grupo Raízes dos Nordeste. No palco Carlos Araken, no Porto das Barcas, os foliões podem curtir o frevo e banda musical. No palco Jairo Medeiros , também na avenida São Sebastião, as pessoas vão curtir forró e pagode até 1 da manhã.  Nos outros dias, as bandas se revezam nos palcos e espaços de Parnaíba.

Bandas como Waldo e Felipe, Samira Show, Augusto César Samba e Pagode, Black Tie, Dudu Nogueira, Capilé, Dj Yan Noise são atrações confirmadas. No último dia de carnaval, terça-feira (28), a avenida São Sebastião vai receber o desfile da escola de samba campeã e o concurso dos blocos.

Ainda segundo o superintendente, a segurança também está garantida nos quatro dias de folia no litoral. “A segurança será reforçada esse ano. O circuito é fechado, ou seja, nos locais onde se apresentarão as bandas terão entradas onde os foliões passarão por vistoria. O intuito é coibir a entrada de armas e garrafas de vidro”, explicou.

Confira a programação completa:

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Gêmeos articulavam quadrilhas de dentro de presídio; 29 são presos

  • 0cc59ad1-bad6-4d85-b29e-d2fb3b61f7e6.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 5b31a6b4-7698-4650-81a5-672af535e60f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 6b01ebf0-321c-4abe-bf44-bfc981b51294.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 842c8ded-552b-4934-b706-827a7487ae88.jpg Polícia Civil
  • 80120393-0f8d-4325-b546-07c64cd67e60.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • acb0c28a-40fd-4e5a-9a6a-ee03dde89e0a.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • ba459410-f732-4173-be06-719db86ce706.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • dc622954-5d45-4cd6-bc50-564d282181cc.jpg Polícia Civil
  • fd0c59ef-d4fb-43e4-b574-6e97337b7b3f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde

Subiu para 12 o número de prisões realizadas durante a Operação Tsunami, que foi deflagrada na manhã desta quarta (22) em três cidades do litoral do Piauí e na capital Teresina. Os presos estão na Central de Flagrantes de Parnaíba e na sede do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), em Teresina. Entre os suspeitos estão os gêmeos Alan e Alex que já estavam presos na penitenciária Irmão Guido e comandariam as ações criminosas de dentro do presídio. Ao todo, desde o início das investigações, 29 pessoas foram presas. 

"Os gêmeos são antigos na prática de delitos, são homicidas e assaltantes. Então, esses crimes que eles praticaram faz com que tenham o poder e o renome dentro da prisão. Eles cooptam pessoas para que mesmo presos, essas pessoas possam fazer assaltos por ordem deles. O contato com ‘o mundo externo’ se dava de várias formas como correspondências, através de contato direto por meio das visitas e estamos averiguando a questão do celular", explica o coordenador do  Greco, o delegado Willame Morais.

Com relação aos gêmeros, Willame ressaltou que agora caberá ao sistema prisional custodiá-los para que não cometam mais crimes. "Provalmente, pelo fato de ainda praticarem ações criminosas deverão ser transferidos para uma unidade prisional de regime fechado onde tem uma segurança maior", acrescentou.  

A operação Tsunami foi desencadeada pela Delegacia Regional de Parnaíba, Greco, Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca. Como alguns alvos eram comuns às duas investigações, resolveu-se fazer uma mesma operação.

"Nós resolvemos unir as duas operações porque haviam integrantes em comum. Então,desde o início das Investigações até hoje, nós já tínhamos 12 pessoas presas e, hoje, prendemos mais três pela Greco. A operação de Parnaíba já tinha prendido cinco pessoas e, nesta quarta,perdeu outras 9 pessoas. Então, hoje foram cumprindo 12 mandados de prisões e, ao todo, 29 pessoas estão presas", explicou o delegado. 

A operação tem como principal objetivo desbaratar uma quadrilha de assaltos a residências de luxo e suspeitos de envolvimento nos estouros de caixas eletrônicos no Piauí. Também foram apreendidos armas e veículos. 

As investigações iniciaram há cerca de dois anos e visavam apurar assaltos em residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas.

“Nós temos aqui uma organização criminosa bastante preparada e que era dividida entre tarefas. Esse tipo de crime quase que não tem como evitar, pois eles fazem todo um levantamento prévio, toda uma investigação da vítima para atuar com segurança. São raras às vezes que as vítimas conseguem perceber o esquema”, comentou Willame. 

Uma das pessoas resposáveis por fazer o levantamento era uma funcionária da Prefeitura de Parnaiba, identificada como apenas como Roberta. "Ela fazia toda uma invetigação, um levantamento, de qual seria a melhor hora da quadrilha agir", ressaltou o coordenador.  

Os 13 mandados de busca e apreensão e 18 de prisões foram cumpridos em Parnaíba, Luís Correia e Piracuruca, além de Teresina.

 

Carliene Carpaso
redacao@cidadeverde.com

Operação Tsunami é realizada em três cidades do litoral e em Teresina

  • 0cc59ad1-bad6-4d85-b29e-d2fb3b61f7e6.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 5b31a6b4-7698-4650-81a5-672af535e60f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 6b01ebf0-321c-4abe-bf44-bfc981b51294.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 842c8ded-552b-4934-b706-827a7487ae88.jpg Polícia Civil
  • 80120393-0f8d-4325-b546-07c64cd67e60.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • acb0c28a-40fd-4e5a-9a6a-ee03dde89e0a.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • ba459410-f732-4173-be06-719db86ce706.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • dc622954-5d45-4cd6-bc50-564d282181cc.jpg Polícia Civil
  • fd0c59ef-d4fb-43e4-b574-6e97337b7b3f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde

Pelo menos dez pessoas foram detidas na operação Tsunami, que foi deflagrada na manhã desta quarta(22) em três cidades do litoral do Piauí e na capital Teresina. O principal objetivo é desbaratar uma quadrilha de assaltos a residências e suspeitos de envolvimento nos estouros de caixas eletrônicos. Sete presos estão em Parnaíba e três em Teresina.

As investigações iniciaram há cerca de dois anos e visava apurar assaltos em residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas. Os levantamentos feitos levaram a dois homens conhecidos por “Gêmeos” (Alan e Alex), que mesmo presos na penitenciária Irmão Guido, continuavam articulando crimes no litoral e na capital. 

Os 13 mandados de busca e apreensão e 18 de prisões estão sendo cumpridos em Parnaíba, Luís Correia e Piracuruca, além de Teresina. Os presos do litoral estão sendo levados para a delegacia regional de Parnaíba. E da capital, para o Greco. Também foram apreendidos armas e veículos. 

O Greco foi responsável pelas três prisões em Teresina ao dar cumprimento a cinco mandados de prisão restantes das investigações das explosões de caixas. Como alguns alvos eram comuns às duas investigações, resolveu-se fazer uma mesma operação. 

A delegada da Mulher no litoral, Maria De Jesus Pereira Bastos informou que a operação está sendo executada dentro do planejado, inclusive fazendo prisões em flagrante. “Está acontecendo a contento, é uma ação vitoriosa que visa combater o tráfico de drogas, para a limpar a cidade para que os foliões possam brincar o carnaval com tranquilidade”, relatou a delegada. 

A operação Tsunami foi desencadeada pela Delegacia Regional de Parnaíba, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) e Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca.

Veja nota na íntegra:

 A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia Regional de Parnaíba, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca, deflagrou a Operação Tsunami, nas primeiras horas da manhã de hoje (22/02) nas cidades de Parnaíba e Teresina.

As diligências e ação tem como foco principal desbaratar uma organização criminosa voltada a realização de assaltos a residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas.

Alguns dos indivíduos estão envolvidos ainda em crimes de estouros de caixas eletrônicos ocorridos na cidade de Luís Correia.

As investigações na região norte do estado iniciaram através dos investigadores da Delegacia Regional de Parnaíba, juntamente com o Núcleo de Inteligência desta cidade, sendo realizados e produzidos diversos levantamentos dando conta que dois homens conhecidos por “Gêmeos” (Alan e Alex), atualmente reclusos na Penitenciária Irmão Guido-Teresina, vinham comandando a organização criminosa de dentro do estabelecimento prisional e se articulando com outros criminosos de Parnaíba e Teresina para a realização de assaltos no litoral.

Em relação ao GRECO, suas investigações visaram reprimir o arrombamento dos caixas eletrônicos ocorridos recentemente na cidade de Luís Correia, e em decorrência destas já foram cumpridos 12 mandados de prisão, sendo os 05 restantes cumpridos na presente data. 

Pela coincidência entre alguns dos alvos investigados surgiu a necessidade de deflagrar a operação em conjunto e simultaneamente nas cidades de Parnaíba e Teresina para não prejudicar a eficácia das medidas.

Estão sendo cumpridos nas duas cidades o total de 13 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão. 

No final da manhã de hoje será realizada entrevista coletiva na Delegacia Regional de Parnaíba e na Delegacia Geral-Teresina às 11h, momento em que será informado o balanço da operação, bem como maiores detalhes da mesma. 


 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Mão Santa propõe mudanças no horário do comércio de Parnaíba

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, enviou à Câmara Municipal na semana passada o projeto de lei que altera o artigo 223, da Lei complementar nº 1.620/91, que instituiu o Código de Postura do Município, regulamentando o funcionamento dos estabelecimentos empresariais do município.

A alteração proposta determina, dentre outras coisas, que “é permitido o trabalho em feriados nas atividades do comércio em geral, desde que autorizado em convenção coletiva de trabalho”, e que “o repouso semanal remunerado deverá coincidir pelo menos uma vez no período máximo de 3 semanas, com o domingo, respeitadas as demais normas de proteção ao trabalho e outras a serem estipuladas em negociação coletiva”.

Em sua justificativa o prefeito explica ainda que a “cidade de Parnaíba necessita adequar, atualizar e normalizar sua legislação, com o intuito de incrementar sua economia, aproveitando suas peculiaridades e potencialidades locais, tais como a atividade pesqueira, os agronegócios e seu grande potencial turístico, onde, neste particular, o maior fluxo de pessoas provenientes das mais diversas partes do Brasil se dá nos finais de semana, período de férias, carnaval, semana santa e feriados prolongados, não se justificando, portanto que quando o Município encontra-se repleto de turistas e visitantes, seus estabelecimentos comerciais se encontrem fechados, principalmente os de natureza comercial e de prestação de serviços voltados ao turismo, ou seja, aqueles em que efetivamente atendem ao turista e lhes garantem o bem estar”.

A mensagem esclarece também que “os estabelecimentos empresariais abertos geram mais tranquilidade e maior conforto aos turistas e visitantes, que ficam mais à vontade para fazer seus roteiros turísticos em horários de lazer, conforme suas conveniências, gerando cada vez mais consumo”.

Mais adiante, diz a justificativa: ”Com a faculdade das empresas se manterem em atividade por período de tempo mais elástico, há a necessidade de adequação do seu quadro de pessoal, surgindo com isso a geração de mais emprego e renda (incremento médio de pelo menos 30% do seu quadro de pessoal), de acordo com a atividade econômica desenvolvida, haja vista que todos os direitos dos trabalhadores devem ser respeitados (…).

 

Fonte:Ascom
cidades@cidadeverde.com

Agespisa realiza Operação Carnaval em cidades com maior fluxo

Com o objetivo de garantir a regularidade dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário nas cidades litorâneas (Parnaíba, Luís Correia,  Cajueiro da Praia e Ilha Grande), e em Floriano, Água Branca,  José de Freitas e Barras, a Agespisa executou um plano de ações por meio da Operação Carnaval. Uma das principais medidas foi realizada em Parnaíba, com a manutenção preventiva nas subestações elétricas do sistema de captação de água bruta do Rio Igaraçu, um dos mananciais da Agespisa no litoral.

Segundo o engenheiro Moacyr Gayoso, superintendente operacional da Agespisa, outra medida da Operação Carnaval foi a limpeza da rede coletora de esgoto e da estação coletora, situadas na orla de Luís Correia. Além disso, a empresa instalou um grupo gerador no Poço de Visita (PV), que faz parte do sistema de esgoto da praia - Bar do 70.

Em Parnaíba, o conjunto de bombas de água tratada da Estação de Tratamento I foi recuperado. Esse sistema é responsável por bombear água para Luís Correia e praia do Coqueiro. Outra ação importante da Agespisa foi a aquisição de um conjunto reserva para a captação no sistema de bateria de poços de Cajueiro da Praia, onde está localizada uma das praias mais movimentadas do litoral piauiense, Barra Grande, povoado Barrinha.

A produção de água da Agespisa em Parnaíba é de 43,2 milhões de litros por dia.

Outras cidades

A Operação Carnaval da Agespisa executou ações também em outras cidades do estado, conhecidas por receber um número grande de foliões nesse período. Em Floriano, por exemplo, foi feito serviço de manutenção no sistema de captação de água bruta e na Estação de Tratamento de Água (ETA).

Em Barras, ao Norte do estado, o sistema recebeu um serviço de manutenção preventiva. Nas cidades de Água Branca e José de Freitas, a Operação Carnaval realizou manutenção nos poços tubulares.

Atendimento 24 horas

Um plantão especial estará disponível para atendimento dos clientes e turistas. As solicitações e reclamações podem ser feitas pelo telefone 0800 086 8888, que funciona durante 24 horas, de segunda a segunda, inclusive nos feriados. A ligação é gratuita também de telefones celulares.

Medidas adotadas pela Agespisa durante a Operação Carnaval

- Medidas já adotadas:

1. Montagem de conjunto de captação de água bruta no rio Igaraçu;
2. Recuperação de conjunto de recalque de água tratada da ETA I de Parnaíba que bombeia água para Luís Correia / Coqueiro;
3. Recuperação de equipamentos de distribuição de água tratada do sistema de abastecimento de Parnaíba, no bairro Piauí, ETA I, ETA III e ETA IV;
4. Limpeza da rede coletora de esgoto e da estação coletora situada na orla de Luís Correia;
5. Recuperação dos registros de manobras nas ETA I, ETA III e ETA IV;
6. Recuperação do grupo gerador de Luís Correia e de Barra Grande;
7. Colocação de grupo gerador no PV da praia (Bar do 70);
8. Compra de conjunto reserva para captação no sistema de bateria de poços de Cajueiro da Praia/Barra Grande (Barrinha);
9. Manutenção na captação de água bruta e ETA de Floriano;
10. Manutenção preventiva em Barras;
11. Manutenção nos poços de Água Branca e José de Freitas.

- Medidas preventivas:

1. Deslocar equipe de manutenção preventiva e corretiva para os sistemas de Parnaíba (Luís Correia/ Coqueiro/ Barra Grande/ Ilha Grande), Água Branca e Barras e José de Freitas;

2. Encaminhar os seguintes equipamentos visando o funcionamento eficaz dos sistemas de água e esgoto no litoral:

1 conjunto de reserva para a captação de água bruta;
1 conjunto de reserva para a captação de água tratada;
2 conjuntos de reserva para captação no sistema de bateria de poços de Cajueiro da Praia (Barrinha);
Grupo gerador para o sistema de bateria de poços em Barra Grande;
Grupo gerador para bombeamento de água de Luís Correia para Peito de Moça e Coqueiro;
Caminhão para a limpeza da rede coletora de esgoto;
Equipe em Parnaíba e cidades vizinhas;

3. Realizar manobras em registros assegurando a boa distribuição de água em Parnaíba e Luís Correia/ Peito de Moça /Coqueiro.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Pescador captura e mata tubarão-lixa na Pedra do Sal

Um pescador da praia da Pedra do Sal, em Parnaíba, capturou na tarde deste sábado (18), um tubarão-lixa em alto mar. Segundo o blog Parnaibapontocom, o pescador precisou ferir o animal na cabeça para poder contê-lo e levar para a praia. O fato chamou a atenção dos banhistas no local.

A espécie capturada é popularmente conhecido por tubarão-lixa por ter a pele com textura muito áspera, semelhante ao de uma lixa. O animal também é conhecido por por lambaru, umbaru ou tubarão-enfermeiro, este último, especula-se, em razão dos "bigodes" entre as narinas, usados para encontrar a comida nos fundos arenosos, que parecem as pinças que os enfermeiros usam para auxiliar as cirurgias.

O tubarão-lixa pode medir até 4 metros de comprimento e chegar aos 500 quilos. O animal tem hábito noturno e se alimenta de peixes que habitam no fundo do mar, camarões, lulas, polvos, caranguejos e lagostas. 

Fonte: Parnaibapontocom

Jovem cava buraco para passar por cerca energizada e morre eletrocutado

Um jovem de 23 anos, identificado como Leonardo Pereira Carvalho, morreu, na noite de ontem (17), em decorrência de uma descarga elétrica ao tentar entrar, através de um buraco por baixo de uma cerca energizada, em uma propriedade particular. A residência está localizada na estrada do Céu, na Ilha de Santa Isabel, em Parnaíba. 

Leonardo, juntamente com um comparsa, cavou um buraco por baixo da cerca para entrar na residência, que possui criatórios de peixes, na tentavia de realizar um assalto. 

Ao tentar passar pelo buraco, ele encostou o ombro na cerca e recebeu uma forte descarga eletrica. O comparsa de Leonardo conseguiu fugir do local. 

O Cidadeverde.com também apurou que Leonardo estava em liberdade condicional. Ele respondia por furtos e roubos. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas o rapaz veio a óbito no local. Equipes do Instituto de Medicina Legal e da Perícia Criminal também estiveram na residência para realizar os procedimentos necessários para remoção do corpo.

O coronel Adriano de Lucena disse ao Cidadeverde.com que não possui, até o momento, informações sobre o motivo pelo qual Leonardo entraria na casa. O que já foi apurado pelos policiais foi apenas que o rapaz teria tentado entrar na propriedade quando foi atingido pela descarga elétrica.  

O caso será investigado pela delegacia local, pois a propriedade possui sistema de segurança, no caso a cerca energizada instalada irregularmente. 


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

TCE-PI abre programação de eventos para qualificar gestores em Parnaíba

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), por meio da Escola de Gestão e Controle (EGC), realiza nesta quinta e sexta-feira (16 e 17), em Parnaíba, o III Seminário Para Novos Gestores e Ouvidoria Itinerante. O evento acontecerá no auditório do Campus Ministro Reis Velloso, da Universidade Federal do Piauí (UFPI). 

Na programação estão palestras e minicursos sobre controle externo e interno, contratos e licitações, transparência e prestação de contas, execução de obras e penalidades para quem infringir as normas que regem a administração pública. A abertura será às 18 horas desta quinta-feira, com as falas do presidente do Tribunal, conselheiro Olavo Rebelo, e do prefeito de Parnaíba, Mão Santa, seguidas de palestra do presidente da Amapi (Associação dos Magistrados Piauiense), juiz Thiago Brandão.

Ele falará sobre Transparência Pública: Efeitos sobre a Prestação de Contas no Exercício do Controle Social. A programação desta quinta inclui ainda palestras do procurador do Ministério Público de Contas José Araújo Pinheiro Júnior, sobre Julgamento de Contas do Prefeito – Câmaras Municipais ou Tribunais de Contas; e do chefe da Delegacia da Polícia Federal em Parnaíba, Edilberto Mendes Vilanova e Silva, sobre Crimes Decorrentes de Fraudes em Licitações. 

Participam do seminário em Parnaíba os prefeitos e gestores de Parnaíba e de outras 12 cidades da microrregião Parnaibana – entre elas, Luis Correia, Buriti dos Lopes e Cajueiro da Praia. O encontro em Parnaíba abre a programação deste ano de eventos do TCE-PI destinados a prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais, presidentes de Câmaras Municipais e outros gestores públicos. O objetivo é qualificar os participantes sobre normas e obrigações da administração pública e orientá-los sobre a gestão responsável, transparente e participativa. 

Esses eventos também contemplam representantes de sindicatos, conselhos e entidades comunitárias e cidadãos em geral, a fim de conscientizá-los da importância de contribuírem no controle social da administração nos municípios, por meio de denúncias sobre irregularidades e malfeitos, para dar mais efetividade à boa gestão pública.

 

Fonte: TCE-PI

Ministro da Indústria propõe evento para atrair investidores à ZPE Parnaíba

O governador Wellington Dias e o secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaías estiveram em audiência com o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, nessa quarta-feira (15), em Brasília. Dentre as pautas tratadas, o fortalecimento da Zona de Processamento e Exportação de Parnaíba (ZPE) e do Instituto de Metrologia do Estado do Piauí (Imepi).

Na oportunidade, o ministro confirmou que fará uma visita ao Piauí e também ajudará na realização de um evento com possíveis investidores para a ZPE. "Tratamos aqui de fortalecer esse projeto em conjunto com o Estado e vamos identificar alguns investidores e levar essas empresas para em breve conhecerem a Zona de Exportação piauiense. Vamos também fortalecer o Imepi, que é o representante do Inmetro ligado ao nosso ministério, fortalecendo o orçamento para dar melhores condições de trabalho", garantiu Marcos Pereira.

De acordo com o governador, a equipe do ministério já esteve no Piauí onde, segundo ele, apresentou um relatório bastante positivo sobre a ZPE de Parnaíba. "Esse relatório mostra a nossa capacidade de industrializar e a meta é fortalecer o mercado interno como prevê a legislação e com grande parte voltada para o mercado externo. Por isso, aguardamos o ministro e a sua equipe para a realização desse evento", disse Wellington.

Na oportunidade, o chefe do Executivo piauiense também destacou a atuação do secretário Gessivaldo Isaías que abriu a oportunidade para o diálogo com o ministério. 

Isaias avaliou a audiência como positiva e espera, em breve, contar com o apoio do ministério. "Mostramos aqui nosso potencial produtivo, inclusive para o ministro que ainda não conhece o Piauí, mas que ainda neste primeiro semestre irá fazer está visita e viabilizar as parcerias necessárias" comentou o secretário. 

Fonte: CCOM
cidades@cidadeverde.com

Iniciada a liberação de recursos para reestruturação dos postos de saúde

Após um longo processo de levantamento de dados e análises, foi liberado, por meio de licitação, o pedido para aquisição de equipamentos e demais provimentos para reestruturar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Parnaíba.

O secretário de Saúde, Valdir Aragão, informou que uma das áreas mais críticas é a odontológica, uma vez que os consultórios dos dentistas apresentam vários problemas. “Encontramos a saúde pública de Parnaíba em estado de calamidade pública. Desde que assumimos, estamos correndo contra o tempo para sanar todas essas dificuldades, mas devido à demora dos trâmites legais, primeiro temos que fazer licitações, que são analisadas e depois dessa etapa é que os pedidos são feitos. Por exemplo, na maioria dos postos de saúde faltam várias peças que estão com defeito, mas não podemos simplesmente ir até as lojas e comprar. Tem um protocolo a ser seguido e tudo isso demora e, por isso, não podemos colocá-los para funcionar de forma imediata, mas tudo já está se encaminhando, e muito em breve tudo estará resolvido”, pontuou. 

Aragão destacou ainda que há médicos em todas as unidades com a vinda dos 13 profissionais do programa “Mais Médicos”. O secretário explicou também que sua meta e a do prefeito Mão Santa, é focar o trabalho na porta de entrada, que são as unidades básicas de saúde, pois de acordo com ele, grande parte das enfermidades pode ser resolvidas nos postos de saúde. “Se o profissional atender e examinar corretamente, de forma humanizada, teremos um grande avanço. Quando os exames solicitados chegarem em nossas mãos, poderemos fazer um serviço a nível ambulatorial, sem precisar encaminhar tudo para um especialista. Assim conseguiremos diminuir as grandes filas tanto no Dirceu Arcoverde, quanto no Pronto Socorro”, explicou.
 


Fonte:Ascom
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores