Cidadeverde.com

Policial militar é suspeito de roubar mochila com R$ 70 mil de lotérica

  • ff74b56b-f659-4715-93f6-d694dfcf1e4a.jpg Reprodução
  • f45eb323-95a9-4ed7-b877-6968506ce3fe.jpg Reprodução
  • f1a08ff0-79ab-4b7b-b2e1-c17dd2014341.jpg Reprodução
  • e0b5b1c8-b1fb-4ee9-b2e0-02797adf3caa.jpg Reprodução
  • 111afaa2-2b52-468c-964d-8260178170b3.jpg Reprodução
  • 107a1713-0ed2-4df5-90a9-62c60263f818.jpg Reprodução

O sumiço da mochila contendo R$ 70 mil, dinheiro da Lotérica que sofreu uma tentativa de assalto, no último dia sexta (06), está sendo investigado pela Polícia Civil. A mochila teria sido levada no tumulto formado com a prisão dos suspeitos, quando a população tentou linchar um dos assaltantes e a polícia tentou intervir.  

Pelas imagens divulgadas (veja abaixo), foi identificado um policial militar que estaria com uma camisa rosa, colete a prova de balas, com uma arma em punho e estaria com uma mochila parecida com a que continha o dinheiro. 

De acordo com o comandante do 2º Batalhão, tenente coronel Adriano Lucena, esse policial já foi apresentado à Polícia Civil que está investigando o caso. 

“Recebemos uma notícia como essa com muito pesar, entretanto nosso compromisso é a verdade, por isso analisamos as imagens, identificamos o policial e apresentamos na delegacia regional. Estamos na fase inicial de investigação, não há convicção de autoria, apenas suspeitas e é preciso que se aprofunde para analisar e apurar todos os acontecimentos que ocorreram na sexta-feira”, declarou o comandante de Parnaíba, que abriu dois inquéritos policial militar para apurar as ações dos militares no local. Tanto da morte de um dos suspeitos e quanto ao sumiço da mochila. 

A mochila pertencia à gerente da Casa Lotérica e foi tomada pelos bandidos para fazerem a coleta do dinheiro. No momento em que se entregou, um dos suspeitos deitou no chão na frente da loteria, colocou a mochila ao seu lado e a arma do outro. Na oportunidade, a população teria tentado invadir o cordão de isolamento dos policiais, provocando um tumulto e teriam aproveitado para furtarem a mochila. 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com