Cidadeverde.com

Prefeitura de Parnaíba recadastra servidores e realizará concurso

A Prefeitura de Parnaíba já iniciou diálogos com a Coordenadoria Permanente de Seleção (Copese - UESPI) e Núcleo de Concursos e Promoção de eventos (Nucepe - UFPI) para realização de concursos municipais. Inicialmente está sendo elaborado teste seletivo simplificado para função de vigia e concurso público para cargos de zelador e cozinheiro/merendeira.

Também serão oferecidas vagas para Guarda Civil Municipal e algumas carreiras na área de saúde, incluindo a de médico. O objetivo é a seleção e admissão de cerca de 500 novos servidores municipais. Além desta medida será iniciado nos próximos dias o recadastramento dos servidores atuais visando a avaliação de outras necessidades bem como o aprimoramento do cadastro a fim de investir em qualificação de pessoal.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com


Biblioteca de Parnaíba será beneficiada com novo acervo e climatização

Os estudantes que frequentam a Biblioteca Pública Estadual Prof. Ribeiro Magalhães, localizada no município de Parnaíba-Pi, ganharão um incentivo a mais para ir ao local de estudo. Isso porque, atendendo uma solicitação feita pela deputada estadual Juliana Moraes Souza, o secretário de Estado da Educação e Cultura, Átila Lira, irá construir uma subestação elétrica para garantir o funcionamento dos aparelhos de ar condicionado da biblioteca. Além disso, o secretário também garantiu o aumento do acervo, com livros atuais e de conteúdos variados para ajudar a fortalecer o hábito de leitura na população do município.


Durante a passagem por Parnaíba, nesta semana, os dois visitaram o prédio da biblioteca e conversaram sobre as melhorias que devem ser feitas. A deputada fala dos benefícios que essas mudanças na estrutura trarão. "Através dessa melhoria no espaço físico da biblioteca iremos conseguir atrair mais jovens para o mundo da leitura. Isso os torna cada vez mais preparados para os vestibulares, o mercado de trabalho e para a vida", afirma Juliana.


Esta será mais uma das obras da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc) no município de Parnaíba, pois algumas escolas da região litorânea já estão passando por reforma e ampliação de seus prédios.

O secretário Átila Lira ressalta o empenho da Seduc em expandir cada vez mais o processo de climatização nos locais de ensino e aprendizagem. "Estamos unindo esforços para garantir ambientes dignos e confortáveis para que os nossos estudantes possam se concentrar e adquirir conhecimento", disse Lira.

Da Editoria de Cidades 
cidades@cidadeverde.com

Freios de caminhão falham e veículo colide com moto parada em sinal vermelho

Um caminhão pertencente a uma empresa terceirizada pela Eletrobras Piauí colidiu com a traseira de uma motocicleta no cruzamento das avenidas Capitão Claro e Álvaro Mendes, no município de Parnaíba (318 km de Teresina). A condutora da moto saiu ferida.

Fotos: Proparnaiba

O acidente aconteceu por volta das 11h desta quarta-feira (20). A vítima, identificada como Sandra Helena Santos, 52 anos, não teve ferimentos graves. Ela afirma que parou no sinal vermelho e foi subitamente atingida logo em seguida.



Sandra foi socorrida e encaminhada para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA). O motorista do caminhão, Luís Gabaia de Sousa, argumentou que o veículo teve problemas mecânicos e que os freios falharam. A motocicleta modelo Honda Biz (placa LVS-9627 de Parnaíba/PI) ficou parcialmente esmagada.



Com informações do Proparnaiba.
Jordana Cury
jordanacury@cidadeverde.com

Construtora desmente Eletrobras e dispara:

A construtora acusada de provocar o apagão no litoral do Piauí divulgou nota nesta quarta-feira rebatendo a Eletrobrás. A construtora Mãe Rainha, que tem sede em Sobral (CE), disse que não servirá de “bode expiatório” para as inúmeras falhas de fornecimento de energia que vem ocorrendo na região.

                Fotos: Divulgação

Na nota, a construtora mostra perícia técnica que desmente a versão da Eletrobras de que a base dos postes foi alterada. A construtora disse ainda que o loteamento foi autorizado por todos os órgãos competentes, inclusive pela Eletrobras. A companhia energética, denuncia que a culpa pela falta de energia de mais de 12 horas em todo o litoral, em pleno Carnaval, seria um aterramento feito no loteamento Morada dos Ventos, de responsabilidade da construtora. A análise foi encomendada pela própria construtora à uma empresa especializada.

A Eletrobras afirmou em entrevistas, que por conta do aterramento três postes que faziam parte da linha principal de transmissão de energia ficaram com pouca profundidade, e acabaram caindo com a força da chuva, provocando o apagão.

A empresa demonstra através das análises técnicas nas estruturas da rede de transmissão que passa dentro do Condomínio, que a queda dos postes não aconteceu por conta de um rebaixamento no solo. Segundo a construtora, foi constatado um mal dimensionamento nas estruturas destinadas à transmissão de energia, como postes em distância inapropriada, dentro do loteamento.


“A Construtora Mãe Rainha não servirá de “bode expiatório” para as inúmeras falhas de fornecimento de energia que vem ocorrendo na região”, diz a construtora na nota distribuída à imprensa.

Um conjunto de fotografias anexadas no laudo assinado pelo engenheiro eletricista Francisco Wilkinson Oliveira Silva, mostram que os postes implantados pela Eletrobras depois do apagão estão com a mesma profundidade dos postes utilizados antes do blackout.


Ao contrário do que foi afirmado pela Eletrobrás a Janai Machado, procurador da empresa em Parnaíba, informou ao Cidadeverde.com que não há qualquer documento notificação judicial relacionado a algum mbargo à realização da obra. O loteamento é particular e possui terrenos para 1470 casas. Janai afirmo que a construtora agora estuda ajuizar ações judiciais de reparação por danos morais.

“Estamos adotando as medidas necessárias em todas as instâncias cabíveis, no sentido de salvaguardar um patrimônio moral constituído no ramo imobiliário ao longo de 13 anos e que agora vem sendo atacado pela Eletrobrás com declarações precipitadas e sem fundamentos legais ou técnicos”, diz outro ponto do esclarecimento. A empresa se dirige à população parnaibana e piauiense reafirmando que continuará investindo na região", afirma a nota.

O apagão teve repercussão em todo o estado e gerou uma ação civil pública movida pelo governador do Estado contra a Eletrobras. Wilson Martins (PSB) classificou como "imperdoável, intolerante e um desrespeito à população". O gestor anunciou que acionará a presidente Dilma Rousseff (PT), o ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pedindo punição aos culpados.


A empresa responsável pelo condomínio ressalta ainda que“Todo o projeto para implantação do Loteamento Morada dos Ventos Parnaíba foi aprovado pelos órgãos públicos competentes. A própria Eletrobrás – Distribuição Piauí aprovou o projeto da rede elétrica do referido loteamento sem nenhuma ressalva, estando a Construtora de posse das plantas do projeto carimbadas com o aprovo da concessionária de energia responsável pelo Piauí, bem como da assinatura do engenheiro responsável pela aprovação”.

Outro documento importante incluído no laudo é um ofício que a construtora endereçou à Eletrobrás no dia 18 de dezembro do ano passado, solicitando providências, no qual alerta: “A mudança solicitada far-se-á necessária devido a Linha de Transmissão estar localizada dentro do loteamento Morada dos Ventos Piauí, e no padrão que está, além de interferir esteticamente, pode ocasionar acidentes por se tratar de uma rede muito antiga”.

A construtora garante, também, que na matricula do terreno objeto do Loteamento não há qualquer referencia a desmembramento, desapropriação ou servidão em favor da Eletrobrás, ou para qualquer outra empresa do ramo. O terreno é propriedade da empresa empreendedora do loteamento, e todas as informações podem ser comprovadas em cartório.

Saiba mais:

Rayldo Pereira e Yala Sena
Rayldo Pereira@cidadeverde.com

Educação Integral na formação da cidadania é tema de Fórum em Parnaíba

A manhã desta terça-feira (19) foi de diálogo e articulação de trabalhos educacionais, durante o I Fórum do Comitê Territorial de Políticas Públicas em Educação Integral da Macrorregião do Litoral, promovido pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), através da 1ª Gerência Regional de Educação (Gre), que traz o tema "Educação Integral na Formação do Cidadão".


O objetivo do encontro foi analisar a política de educação integral promovida pelo governo federal com vistas à implementação das ações intersetoriais e o fortalecimento do comitê. Após o credenciamento houve a abertura oficial dos trabalhos com a apresentação da Banda de Musica Municipal.

Em seguida a equipe da Seduc deu boas vindas aos participantes do fórum. O secretario Átila Lira esteve presente e na oportunidade destacou a importância do evento. "Esse fórum tem o propósito de levantar discussões sobre as ações educacionais na região litorânea, focando nas políticas públicas voltadas para a educação integral", afirma Átila.

Ainda sobre a ampliação da jornada nas escolas, o secretário ressaltou que o governo do Estado e a Seduc estão empenhados em acelerar o processo de crescimento dessa modalidade de ensino. "Estou aqui em nome do governador do Estado, Wilson Martins, para reafirmar o compromisso de apoiar e dar os meios necessários para que juntos possamos implementar e fortalecer cada vez mais a educação em tempo integral na região de Parnaíba", declara Lira.


Durante as atividades do fórum foi realizada uma peca teatral, que contou com a participação dos alunos da Unidade Escolar Eduardo Augusto Lopes, proporcionando descontração e conhecimento no decorrer dos trabalhos. O ensino de Tempo Integral e o programa Mais Educação também foram temas de discussão, onde foram esclarecidas as duvidas a cerca desse modelo educacional.

Sylvya Suzane, coordenadora do Mais Educação no Piauí, comentou sobre a finalidade do fórum. "Através desse encontro nós podemos fortalecer as parcerias junto com os municípios e gerências regionais a fim de termos uma educação integral com mais qualidade. Nosso objetivo é tornar a escola um lugar atrativo, onde o aluno se coloque como o protagonista de sua história", enfatiza Sylvya.

Cerca de 300 profissionais entre gestores, coordenadores estaduais e municipais dos programas governamentais e demais membros da sociedade civil participam do evento na busca de discutir e definir proposições de implementação da educação integral.

Sediando o evento, a gestora da 1ª Gre, Narjara Machado, comemora os resultados atingidos. "Para nós, como anfitriões, é um momento de satisfação, pois estamos reunindo aqui em Parnaíba, os vários segmentos que fazem a educação integral e isso proporciona uma rica troca de experiências. Estamos tendo todo o apoio do Governo do Estado e da Seduc na

realização do fórum, o que não deixa de ser um incentivo a mais para buscarmos um ensino integral de qualidade", concluiu.

Com uma vasta programação, os trabalhos do Fórum acontecem até as 12h da próxima quarta-feira (20) no auditório do Serviço Social da Indústria (Sesi), na Avenida Presidente Vargas, centro, Parnaíba-PI. Contato: (86) 3322-2318 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Produtores de frutas aderem ao projeto Balde Cheio em Parnaíba

O Piauí é considerado um verdadeiro “paraíso” pelos produtores de leite por causa de suas terras férteis e clima propício à produção. A informação é do coordenador nacional do Projeto Balde Cheio, Artur Chinelato. Segundo ele, o Estado tem atraído cada vez mais investidores na área e os pequenos produtores piauienses já abriram os olhos para a nova forma de tratar as vacas disseminada no projeto que resulta numa ampliação significativa a produção de leite e, consequentemente, aumento da renda.

O Balde Cheio visa à ampliação da bacia leiteira brasileira e tem sido executado com bastante sucesso no Piauí, sendo destaque nacional pela grande qualidade em solo e animais.

Na última segunda-feira (18), o técnico da Embrapa Sudeste, Júnior Rosseto, realizou uma visita juntamente com o engenheiro agrônomo da Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR), Valter Silas, ao município de Parnaíba onde foi proferida palestra para 20 produtores de acerola dos Tabuleiros Litorâneos, que, incentivados pela empresa Betânia Laticínios, que convive com um déficit de leite, querem aderir ao projeto para ampliar a renda dos irrigantes.

“Hoje, beneficiamos cerca de 15 mil litros de leite por dia e às vezes sentimos a necessidade de ampliar a demanda. Vimos o sucesso de algumas pessoas que aderiram ao Balde Cheio e agora queremos que dê certo com esses pequenos irrigantes, que cada um deve começar investindo em quatro ou seis hectares de pasto para começar essa nova atividade”, explicou o gerente da Betânia Laticínios, Michel Barros.

“O projeto Balde Cheio consiste no correto manejo do gado leiteiro onde o programa visa melhorar a qualidade de vida das pessoas do campo, criadoras de gado, com o aumento da produção de leite, mostrando que é possível produzir grande quantidade de leite de qualidade mesmo com poucos animais e em pouco espaço”, explicou Rosseto.

“Tenho três hectares desocupados e quero inserir o Balde Cheio com a intenção de melhorar a renda”, disse a produtora de acerola, Evânia Amaral, piauiense, que também produz a fruta através do incentivo de Alexandre Riscala, que veio de Ribeirão Preto (SP), em busca de clima perfeito para trabalhar com agricultura orgânica nos Tabuleiros Litorâneos, se encantou pelo local e já vive há mais de dois anos no Piauí. “Adoro esse lugar e tenho a melhor expectativa possível com a adesão ao projeto Balde Cheio, em especial à expectativa econômica e também o desenvolvimento do local”, declarou Riscala.

Para início das atividades alguns dos 20 novos produtores irão recorrer ao financiamento oferecido pelo Banco do Nordeste, que é parceiro do projeto, as orientações do Sebrae e especialmente ao apoio do Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Rural.

Caso de sucesso

O caso de maior sucesso da região de Parnaíba é da Fazenda Santa Maria, de propriedade de Antônio Carlos “Toinho” e Dona Maria, que iniciaram as atividades do Balde Cheio, em 2009, em apenas 2 hectares de terra, produzindo de 7 a 20 litros de leite por dia e hoje, com 18 vacas, chegam a produzir 400 litros de leite por dia.

“A vaca é um animal ruminante e o criador tem que pensar, acreditar nisso e esquecer a ração. O Balde Cheio é um processo educativo, onde também devem ser aplicadas técnicas de pasto rotacionado, irrigação por pastagem, implantação de cerca elétrica ou cerca plástica e as coisas mais simples, por exemplo, o horário correto de alimentação da vaca é a noite, e o melhor alimento é o capim, seja tifton, elefante ou mesmo, o mombaça, porém, o tifton tem entre 15 e 20% de proteína, diferente dos demais”, explicou Junior Rosseto.

“Considero o Balde Cheio um projeto social, ambiental e financeiro. Hoje, o Toinho vive uma verdadeira mudança de vida para melhor, com um salário que ultrapassa os 13 mil reais”, finalizou Rossetto.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Parnaíba ocupa o 2º lugar em casos de dengue no Piauí

O número de casos de dengue registrados no Piauí em 2012 foi 15,7% maior do que as notificações feitas em 2011. Um total de 15.840 registros da doença foram feitos em todo o estado. Os dados são da Coordenação Estadual de Vigilância Epidemiológica, órgão vinculado à Secretaria de Saúdes do Piauí (Sesapi).

De acordo com o relatório divulgado pela Sesapi, a capital Teresina lidera o ranking com 8.546 pessoas vítimas do mosquito da dengue. O Ministério Público Estadual chegou a encontrar falhas nas ações de combate à doença realizadas na capital. De acordo com o MPE, mais de 80 mil imóveis deixaram de ser vistoriados pelos agentes de endemias.

A cidade  de Parnaíba, localizada no Litoral do estado, fica com o segundo lugar em notificações, com 1.005 casos da doença registrados. O município de José de Freitas, localizado na Região Norte, ficou com o terceiro lugar registrando 578 casos de dengue. Em seguida vem o município de Piripiri com 562 notificações da doença.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, seis pessoas morreram vítimas da dengue no Piauí. Na quinta-feira (3), um homem morreu com  suspeita de dengue hemorrágica no Hospital Natan Portela, em Teresina. A Sesapi enviou amostras para exames em Fortaleza (CE) e caso seja confirmada, será a primeira morte deste ano por dengue.

Veja outras cidades:

Esperantina (433 casos)
Floriano (327 casos)
Pedro II (286 casos)
São Raimundo Nonato (260 casos)
Luis Correia (149 casos)
Picos (134 casos).
Beneditinos (129 casos)
Oeiras (124 casos)
 

Fonte:g1
Edição:Proparnaiba.com

Posts anteriores