Cidadeverde.com

Espaço da Cidadania fecha e Parnaíba deve ter "centro adminstrativo"


Foto: ProParnaíba

O secretário estadual de Administração, Franzé Silva, informou hoje (15) que a cidade de Parnaíba deverá ganhar em breve um "centro administrativo", semelhante ao existente em Teresina. A obra será uma solução a longo prazo ao fechamento do Espaço Cidadania na cidade. De forma emergencial, o governo ainda estuda soluções. 

Segundo o secretário, o prédio que abrigava o Espaço da Cidadania precisou ser interditado por diversos problemas estruturais. O local foi reformado no governo anterior, segundo ele, mas não tem mais condições de atender a população. 

"O pior problema é a acessbilidade, lá existem dois pavimentos, mas não há uma rampa sequer. Outro problema é de estacionamento. Desde o início da nossa gestão, em janeiro de 2015, vimos que precisaríamos mudar isso. Agora, com as chuvas e mais problemas aparecente, resolvemos interditar para não oferecer riscos nem à população nem aos servidores", disse. 

Devido ao fechamento, a população está precisando buscar alternativas. Para a emissão do RG, somente o Instituto de Identificação está funcionando e as pessoas precisam chegar ao local por volta das 6h da manhã para conseguir atendimento, às vezes aguardando em longas filas. 

Segundo o secretário, o novo prédio abrigará não apenas o espaço para expedição de documentos, mas também sub-sedes de secretarias estaduais, sem atendimento ao público. Como a construção de um novo espaço deve demorar, técnicos da Sead buscam uma alternativa emergencial. 

"Ainda hoje devo ter uma resposta. É possível que a antiga regional da Sefaz ou no antigo prédio do BEP, na Praça da Graça. Será algo emergencial, mas seguro", informou. 

 

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com

Espaço da Cidadania de Parnaíba fecha as portas

A Secretaria de Administração e Previdência informou, nesta terça-feira (14), que devido a problemas estruturais, o prédio do Espaço da Cidadania de Parnaíba foi fechado temporariamente.

Cinco órgãos prestam serviços no Espaço da Cidadania (Sefaz, Sine, Defensoria Pública, Junta Comercial e Secretaria de Segurança), mas, nesse momento, apenas o serviço de emissão de RG continua funcionando no Complexo Delegado Evaldo Dias de Farias, da Polícia Civil.

A SeadPrev comunica que já está providenciando novo local para abrigar o Espaço da Cidadania.


Da Redação
redacao@cidadeverde.com 

Processo de iluminação da BR 343 até Luís Correia será finalizado hoje (03)

A etapa final do trabalho de restabelecimento da iluminação pública da BR 343, no trecho que liga Parnaíba a Luís Correia, deverá ser finalizada ainda nesta sexta-feira (03). Funcionários da Secretaria de Infraestrutura, através da secretária Maria das Graças Nunes, terminaram a primeira etapa que vai até a entrada da Lagoa do Portinho, antes do Carnaval.

O projeto para iluminar o acesso à praia foi anunciado pelo prefeito Mão Santa no dia 04 de fevereiro durante a inauguração do Arrey Hotel Beach. Conforme ponderou o prefeito, era inconcebível a estrada permanecer às escuras, sendo que a via recebe um grande fluxo de turistas e de pessoas que moram na região.

A iluminação da BR 343 no percurso de Parnaíba até a divisa com Luís Correia, foi implantada por Mão Santa na época em que ele era governador do Piauí. No entanto, após o final do seu mandato, os demais governantes não deram manutenção na via e com o tempo, os equipamentos foram se desgastando, chegando ao total sucateamento. 

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

 

Hospital de Parnaíba registra cerca de 400 atendimentos por dia, durante o carnaval

O reforço na assistência hospitalar definido pela Secretaria de Estado da Saúde para atendimento aos foliões durante o carnaval mostra êxito na ação. Somente o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, registrou uma média de 400 atendimentos por dia, da clínica médica a acidentes automobilísticos. Os dados preliminares referem-se ao período de sexta, 24, até esta terça, 27.

O HEDA, hospital de referência no litoral para os casos de média e alta complexidade, teve uma média de 400 atendimentos por dia, não registrando nenhuma transferência de urgência para o Hospital de Urgência de Teresina(HUT) no período, afirma a diretora do HEDA, Adrizia Fontenele. “Não encaminhamos nenhum paciente de urgência, ou seja, aquele paciente que deu entrada na urgência e que precisava ser transferido. Foram realizadas somente transferências de pacientes que aguardavam a regulação”, explica a diretora, enfatizando que os principais atendimentos foram na clínica médica, além de acidentes automobilísticos, e pacientes vítimas de ferimentos de armas brancas e de fogo. 

Ainda no litoral, a Secretaria de Saúde definiu a assistência de urgência e emergência como estratégica para o agilizar o atendimento, triando os casos mais graves para o HEDA. Para isso, montou cinco equipes de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e socorristas, distribuídas em pontos distintos.

Uma equipe fixa presta assistência no Hospital municipal de Luiz Correia e outra na praia de Barra Grande. Durante o dia, três equipes se revezam em ambulâncias nos locais de maior concentração de foliões: as praias do Coqueiro, Maramar e Atalaia.  À noite, as equipes se deslocam para arenas carnavalescas. 

Segundo dados preliminares, cerca de 100 atendimentos são realizados diariamente, principalmente por conta do uso abusivo de álcool, seguido de pequenos acidentes por objetos perfurantes. Também foi atendido um caso de crise convulsiva e um caso de edema pulmonar, disse o coordenador da equipe e técnico de Organização Hospitalar da Secretaria de Saúde, o enfermeiro socorrista Carlos Farias.

Carnaval com saúde em todo Piauí
A Secretaria de Estado da Saúde também reforça a atenção aos foliões durante o carnaval 2017 com ações educativas em vários municípios, como em Água Branca, que recebeu as equipes de vigilância e atenção em saúde.

Os cuidados para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chickungunya, foram reforçados em Água Branca. Desde a sexta, 24, até hoje, 28, a Vigilância Ambiental levou o Laboratório Móvel, com a exposição do ciclo biológico do mosquito. De acordo com o técnico em Vigilância, Antônio Carlos dos Santos, “é uma grande mobilização social em educação e saúde para que mantenhamos nossos espaços limpos, sem acúmulo de água”, afirma. As ações naquele município ocorrem no mercado público e em frente ao hospital municipal, juntamente com a Prefeitura e as equipes de Saúde.

A ação educativa também é feita em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito(DETRAN), e o projeto Vida no Trânsito, com distribuição de material e orientações aos condutores de veículos. Se beber, não dirija, além de uso de capacetes, cintos de segurança e manter documentação, tanto do veículo como do condutor, em dia, são recomendações permanentes, para qualquer época do ano.

A Secretaria também disponibilizou mais de dois milhões de preservativos, entre femininos e masculinos, e gel lubrificante, aos municípios. As equipes que atuam nessas ações reforçam a distribuição aos foliões, alertando para o uso dos preservativos e a prevenção de doenças transmissíveis, como HIV/Aids.

Da redação
redacao@cidadeverde.com

Assaltante morre e outro fica ferido após assalto em Parnaíba

Um assaltante morreu e outro ficou ferido após praticarem uma série de assaltos em Parnaíba, na noite dessa segunda-feira (28). De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, o coronel Adriano Lucena, eles foram atingidos a tiros ou por uma vítima que reagiu uma possível tentativa de assalto ou foi um “acerto de contas entre gangues rivais”.  Até o momento, não existem suspeitos de praticarem o crime e o sobrevivente, que está no hospital de urgência do município, não repassou detalhes sobre a ação. 

“Esses dois assaltantes estavam em uma moto quando foram alvejados. Estamos trabalhando com duas suposições: acerto de contas ou uma vítima que reagiu a um assalto, pois ficamos sabendo que eles estavam assaltando na região com uma moto branca. Os dois estavam sem documentos para dificultar a identificação pela policia”, explicou o coronel.

Lucena disse ainda que com a dupla foi apreendida um revolver. O crime ocorreu no bairro Piauí, por volta das 20 horas. “A população ouviu os disparos e ligou para a polícia. Nós chegamos aqui e nos deparamos com a situação. Ligamos para o Samu (Serviço Móvel de Urgência) que fez o atendimento em um e depois chamamos o IML (Instituto de Medicina Legal) porque o outro veio a óbito no local”, declarou.

O coronel destacou que essa ocorrência não se insere na 
Operação Carnaval e, até o momento, não houve ocorrências. “Nós estamos com um carnaval tranquilo, essa morte não entra na Operação Carnaval porque não foi com um folião e nem nos locais de festas, não foi um evento ligado ao carnaval em si”.


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Império do Cais homenageia Assis Brasil e vence Carnaval em Parnaíba

  • 17028828_1331124933619190_1619151280_n-768x576.jpg portal F5
  • IMG_7748.JPG portal F5
  • IMG_7753.JPG portal F5
  • IMG_7845.JPG portal F5
  • IMG_7861.JPG portal F5
  • IMG_7876.JPG portal F5
  • IMG_7906.JPG portal F5
  • IMG_7705.JPG portal F5

A escola de samba Império do Cais foi a grande campeã do carnaval de Parnaíba. O samba-enredo contou a história do escritor parnaibano Assis Brasil. A trajetória do romancista piauiense foi reproduzida pelo médico Darllan Barros, que desfilou no primeiro carro alegórico ao lado da estudante Hanna Brandão, que fez o papel de esposa do escritor.

Nova Parnaíba no Samba, que ficou em segundo lugar, homenageou os professores. Justamente quando se aproximava do palco dos jurados, o último carro alegórico quebrou, o que fez a agremiação perder pontos. A Escola Nova Parnaíba no Samba  Fechando o desfile, a Escola Unidos da Ponte levou para a avenida uma reflexão sobre a corrupção na política brasileira e conquistou a terceira colocação.

“Estão todos de parabéns, pois vi de perto a empolgação e o amor estampado no rosto de cada um deles por estarem representando suas escolas de samba. Volto a dizer que o Carnaval de Parnaíba está sendo o melhor de todos”, disse o prefeito Mão Santa.

A premiação para o 1º, 2º e 3º será, respectivamente, de R$ 61 mil, R$ 51 mil e R$ 49 mil.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Carnaval de Parnaíba tem programação em avenida e na praia

A Secretaria Municipal de Cultura de Parnaíba divulgou a programação do carnaval deste ano na manhã desta quinta-feira (23). Esse ano os foliões podem esperar blocos de rua e uma vasta programação musical que ocorrerá em circuito "fechado" na avenida São Sebastião e na praia Pedra do Sal. De acordo com o superintendente do órgão, Teófilo Lima, a expectativa para as festas carnavalescas é grande e um público de 80 mil pessoas é esperado na cidade.

"A gente vem trabalhando nesse projeto há um bom tempo e a equipe trabalhou voluntariamente para chegar agora nesse momento de montagem de estrutura já bem tranquilo. Esbarramos na burocracia mas o amor sempre vence e nós teremos por isso o melhor Carnaval da Parnaíba", afirmou.

A programação começa no dia 25 de fevereiro, das 11h às 16h na praia Pedra do Sal com a Banda Municipal. Na avenida São Sebastião, a folia começa às 13h e vai até 17h, no espaço Colombo Neto com paredão. Neste mesmo espaço, às 19h se apresenta o grupo Raízes dos Nordeste. No palco Carlos Araken, no Porto das Barcas, os foliões podem curtir o frevo e banda musical. No palco Jairo Medeiros , também na avenida São Sebastião, as pessoas vão curtir forró e pagode até 1 da manhã.  Nos outros dias, as bandas se revezam nos palcos e espaços de Parnaíba.

Bandas como Waldo e Felipe, Samira Show, Augusto César Samba e Pagode, Black Tie, Dudu Nogueira, Capilé, Dj Yan Noise são atrações confirmadas. No último dia de carnaval, terça-feira (28), a avenida São Sebastião vai receber o desfile da escola de samba campeã e o concurso dos blocos.

Ainda segundo o superintendente, a segurança também está garantida nos quatro dias de folia no litoral. “A segurança será reforçada esse ano. O circuito é fechado, ou seja, nos locais onde se apresentarão as bandas terão entradas onde os foliões passarão por vistoria. O intuito é coibir a entrada de armas e garrafas de vidro”, explicou.

Confira a programação completa:

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Gêmeos articulavam quadrilhas de dentro de presídio; 29 são presos

  • 0cc59ad1-bad6-4d85-b29e-d2fb3b61f7e6.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 5b31a6b4-7698-4650-81a5-672af535e60f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 6b01ebf0-321c-4abe-bf44-bfc981b51294.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 842c8ded-552b-4934-b706-827a7487ae88.jpg Polícia Civil
  • 80120393-0f8d-4325-b546-07c64cd67e60.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • acb0c28a-40fd-4e5a-9a6a-ee03dde89e0a.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • ba459410-f732-4173-be06-719db86ce706.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • dc622954-5d45-4cd6-bc50-564d282181cc.jpg Polícia Civil
  • fd0c59ef-d4fb-43e4-b574-6e97337b7b3f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde

Subiu para 12 o número de prisões realizadas durante a Operação Tsunami, que foi deflagrada na manhã desta quarta (22) em três cidades do litoral do Piauí e na capital Teresina. Os presos estão na Central de Flagrantes de Parnaíba e na sede do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), em Teresina. Entre os suspeitos estão os gêmeos Alan e Alex que já estavam presos na penitenciária Irmão Guido e comandariam as ações criminosas de dentro do presídio. Ao todo, desde o início das investigações, 29 pessoas foram presas. 

"Os gêmeos são antigos na prática de delitos, são homicidas e assaltantes. Então, esses crimes que eles praticaram faz com que tenham o poder e o renome dentro da prisão. Eles cooptam pessoas para que mesmo presos, essas pessoas possam fazer assaltos por ordem deles. O contato com ‘o mundo externo’ se dava de várias formas como correspondências, através de contato direto por meio das visitas e estamos averiguando a questão do celular", explica o coordenador do  Greco, o delegado Willame Morais.

Com relação aos gêmeros, Willame ressaltou que agora caberá ao sistema prisional custodiá-los para que não cometam mais crimes. "Provalmente, pelo fato de ainda praticarem ações criminosas deverão ser transferidos para uma unidade prisional de regime fechado onde tem uma segurança maior", acrescentou.  

A operação Tsunami foi desencadeada pela Delegacia Regional de Parnaíba, Greco, Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca. Como alguns alvos eram comuns às duas investigações, resolveu-se fazer uma mesma operação.

"Nós resolvemos unir as duas operações porque haviam integrantes em comum. Então,desde o início das Investigações até hoje, nós já tínhamos 12 pessoas presas e, hoje, prendemos mais três pela Greco. A operação de Parnaíba já tinha prendido cinco pessoas e, nesta quarta,perdeu outras 9 pessoas. Então, hoje foram cumprindo 12 mandados de prisões e, ao todo, 29 pessoas estão presas", explicou o delegado. 

A operação tem como principal objetivo desbaratar uma quadrilha de assaltos a residências de luxo e suspeitos de envolvimento nos estouros de caixas eletrônicos no Piauí. Também foram apreendidos armas e veículos. 

As investigações iniciaram há cerca de dois anos e visavam apurar assaltos em residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas.

“Nós temos aqui uma organização criminosa bastante preparada e que era dividida entre tarefas. Esse tipo de crime quase que não tem como evitar, pois eles fazem todo um levantamento prévio, toda uma investigação da vítima para atuar com segurança. São raras às vezes que as vítimas conseguem perceber o esquema”, comentou Willame. 

Uma das pessoas resposáveis por fazer o levantamento era uma funcionária da Prefeitura de Parnaiba, identificada como apenas como Roberta. "Ela fazia toda uma invetigação, um levantamento, de qual seria a melhor hora da quadrilha agir", ressaltou o coordenador.  

Os 13 mandados de busca e apreensão e 18 de prisões foram cumpridos em Parnaíba, Luís Correia e Piracuruca, além de Teresina.

 

Carliene Carpaso
redacao@cidadeverde.com

Operação Tsunami é realizada em três cidades do litoral e em Teresina

  • 0cc59ad1-bad6-4d85-b29e-d2fb3b61f7e6.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 5b31a6b4-7698-4650-81a5-672af535e60f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 6b01ebf0-321c-4abe-bf44-bfc981b51294.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • 842c8ded-552b-4934-b706-827a7487ae88.jpg Polícia Civil
  • 80120393-0f8d-4325-b546-07c64cd67e60.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • acb0c28a-40fd-4e5a-9a6a-ee03dde89e0a.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • ba459410-f732-4173-be06-719db86ce706.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde
  • dc622954-5d45-4cd6-bc50-564d282181cc.jpg Polícia Civil
  • fd0c59ef-d4fb-43e4-b574-6e97337b7b3f.jpg Darival Junior/TV Cidade Verde

Pelo menos dez pessoas foram detidas na operação Tsunami, que foi deflagrada na manhã desta quarta(22) em três cidades do litoral do Piauí e na capital Teresina. O principal objetivo é desbaratar uma quadrilha de assaltos a residências e suspeitos de envolvimento nos estouros de caixas eletrônicos. Sete presos estão em Parnaíba e três em Teresina.

As investigações iniciaram há cerca de dois anos e visava apurar assaltos em residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas. Os levantamentos feitos levaram a dois homens conhecidos por “Gêmeos” (Alan e Alex), que mesmo presos na penitenciária Irmão Guido, continuavam articulando crimes no litoral e na capital. 

Os 13 mandados de busca e apreensão e 18 de prisões estão sendo cumpridos em Parnaíba, Luís Correia e Piracuruca, além de Teresina. Os presos do litoral estão sendo levados para a delegacia regional de Parnaíba. E da capital, para o Greco. Também foram apreendidos armas e veículos. 

O Greco foi responsável pelas três prisões em Teresina ao dar cumprimento a cinco mandados de prisão restantes das investigações das explosões de caixas. Como alguns alvos eram comuns às duas investigações, resolveu-se fazer uma mesma operação. 

A delegada da Mulher no litoral, Maria De Jesus Pereira Bastos informou que a operação está sendo executada dentro do planejado, inclusive fazendo prisões em flagrante. “Está acontecendo a contento, é uma ação vitoriosa que visa combater o tráfico de drogas, para a limpar a cidade para que os foliões possam brincar o carnaval com tranquilidade”, relatou a delegada. 

A operação Tsunami foi desencadeada pela Delegacia Regional de Parnaíba, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) e Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca.

Veja nota na íntegra:

 A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia Regional de Parnaíba, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca, deflagrou a Operação Tsunami, nas primeiras horas da manhã de hoje (22/02) nas cidades de Parnaíba e Teresina.

As diligências e ação tem como foco principal desbaratar uma organização criminosa voltada a realização de assaltos a residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas.

Alguns dos indivíduos estão envolvidos ainda em crimes de estouros de caixas eletrônicos ocorridos na cidade de Luís Correia.

As investigações na região norte do estado iniciaram através dos investigadores da Delegacia Regional de Parnaíba, juntamente com o Núcleo de Inteligência desta cidade, sendo realizados e produzidos diversos levantamentos dando conta que dois homens conhecidos por “Gêmeos” (Alan e Alex), atualmente reclusos na Penitenciária Irmão Guido-Teresina, vinham comandando a organização criminosa de dentro do estabelecimento prisional e se articulando com outros criminosos de Parnaíba e Teresina para a realização de assaltos no litoral.

Em relação ao GRECO, suas investigações visaram reprimir o arrombamento dos caixas eletrônicos ocorridos recentemente na cidade de Luís Correia, e em decorrência destas já foram cumpridos 12 mandados de prisão, sendo os 05 restantes cumpridos na presente data. 

Pela coincidência entre alguns dos alvos investigados surgiu a necessidade de deflagrar a operação em conjunto e simultaneamente nas cidades de Parnaíba e Teresina para não prejudicar a eficácia das medidas.

Estão sendo cumpridos nas duas cidades o total de 13 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão. 

No final da manhã de hoje será realizada entrevista coletiva na Delegacia Regional de Parnaíba e na Delegacia Geral-Teresina às 11h, momento em que será informado o balanço da operação, bem como maiores detalhes da mesma. 


 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Mão Santa propõe mudanças no horário do comércio de Parnaíba

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, enviou à Câmara Municipal na semana passada o projeto de lei que altera o artigo 223, da Lei complementar nº 1.620/91, que instituiu o Código de Postura do Município, regulamentando o funcionamento dos estabelecimentos empresariais do município.

A alteração proposta determina, dentre outras coisas, que “é permitido o trabalho em feriados nas atividades do comércio em geral, desde que autorizado em convenção coletiva de trabalho”, e que “o repouso semanal remunerado deverá coincidir pelo menos uma vez no período máximo de 3 semanas, com o domingo, respeitadas as demais normas de proteção ao trabalho e outras a serem estipuladas em negociação coletiva”.

Em sua justificativa o prefeito explica ainda que a “cidade de Parnaíba necessita adequar, atualizar e normalizar sua legislação, com o intuito de incrementar sua economia, aproveitando suas peculiaridades e potencialidades locais, tais como a atividade pesqueira, os agronegócios e seu grande potencial turístico, onde, neste particular, o maior fluxo de pessoas provenientes das mais diversas partes do Brasil se dá nos finais de semana, período de férias, carnaval, semana santa e feriados prolongados, não se justificando, portanto que quando o Município encontra-se repleto de turistas e visitantes, seus estabelecimentos comerciais se encontrem fechados, principalmente os de natureza comercial e de prestação de serviços voltados ao turismo, ou seja, aqueles em que efetivamente atendem ao turista e lhes garantem o bem estar”.

A mensagem esclarece também que “os estabelecimentos empresariais abertos geram mais tranquilidade e maior conforto aos turistas e visitantes, que ficam mais à vontade para fazer seus roteiros turísticos em horários de lazer, conforme suas conveniências, gerando cada vez mais consumo”.

Mais adiante, diz a justificativa: ”Com a faculdade das empresas se manterem em atividade por período de tempo mais elástico, há a necessidade de adequação do seu quadro de pessoal, surgindo com isso a geração de mais emprego e renda (incremento médio de pelo menos 30% do seu quadro de pessoal), de acordo com a atividade econômica desenvolvida, haja vista que todos os direitos dos trabalhadores devem ser respeitados (…).

 

Fonte:Ascom
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores