Cidadeverde.com

Governo afirma que manterá assistência a vítimas da seca

“Ninguém ficará sem assistência do Governo, ninguém vai ficar sem água”. Quem garante é o governador Wilson Martins (PSB), tendo em vista o prolongamento da seca, principalmente na região do Semiárido, onde praticamente não chove desde o início do ano passado.

Segundo Wilson Martins, o Governo está preparado para enfrentar esse novo ciclo, mantendo os programas assistenciais, a contratação de caminhões-pipa e a execução de obras de reforço da estrutura hídrica do Estado, principalmente barragens, grandes, médias e pequenas, e adutoras.

A seca atinge hoje mais de 1,2 milhão de pessoas em 203 dos 224 municípios do Piauí. Do total, 194 já tiveram reconhecida a condição de estado de emergência pela Secretaria Nacional da Defesa Civil, documento indispensável para que o Governo possa agir no atendimento às comunidades.

Martins reafirma a de contratação de mais caminhões-pipa à medida que for se fazendo necessário. Os contratos da frota de mais de 200 caminhões-pipa estão sendo renovados desde o início de janeiro e a determinação é de que todos os veículos permaneçam trabalhando no abastecimento das comunidades com dificuldades de acesso à água.

Além dos caminhões-pipa contratados pela Secretaria Estadual da Defesa Civil (Sedec), o Governo conta com o apoio de outros 400 contratados diretamente pelo Exército Brasileiro, também com recursos do Ministério da Integração Nacional. 

Serão mantidos ainda os programas de perfuração, recuperação e equipamentos de poços tubulares, de construção de adutoras e recuperação de barragens.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Madrasta é acusada de deixar criança de 05 anos amarrada em berço

A polícia civil de Paulistana está apurando um suposto caso de maus-tratos a uma criança de aproximadamente 05 anos. Vizinhos denunciaram o abandono do menino que gritava por socorro e foi encontrado amarrado a um berço dentro de casa supostamente pela madrasta. 


A Polícia Militar foi acionada através do Conselho Tutelar do município que acompanha o caso que será encaminhado à Justiça. Segundo o comandante da 5ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), capitão Felipe, após a denúncia PM's arrombaram a porta e encontraram a criança de iniciais C.A.S.A sozinha com uma das pernas amarrada e pedindo água e comida. 


A mãe identificada como Maria Marina da Silva já prestou depoimento à polícia e conta que havia ido a casa de uma amiga e que se arrepende de ter deixado a criança naquela situação. "Ela disse que amarrou a criança porque ele era muito danado e tinha medo do menino se acidentar", reitera a polícia.



Graciane Sousa (Especial para o Cidadeverde.com)
gracianesousa@cidadeverde.com

Prefeitura de Paulistana anuncia a construção de oito barragens

O prefeito de Paulistana, Gilberto José de Melo, anunciou em entrevista ao Cidadeverde.com a construção de oito barragens no município. Segundo o gestor as obras visam a melhoria na retenção de água das chuvas para abastecer a região durante longos períodos de estiagem.


"Elas tem uma grande importância na vida das pessoas, não são barragens de grande porte, mas com elas cheias elas podem passar até um ano abastecendo a comunidade", informou o prefeito.

Segundo Gilberto José, a água coletada servirá para consumo humano e também nas atividades de agricultura e pecuária. A obra é um convênio entre Prefeitura, Governo do Estado e Governo Federal e está sendo realizada pela CODEVASF.

As comunidades beneficiadas são: Malhadinho dos Messias, Umaitá, Sítiozinho, Rapador, Alto Vistoso, Fortaleza, Chupeiro e Tanquinho. De acordo com o prefeito, neste momento estão sendo finalizadas as obras das únicas barragens que faltam.

Além das barragens, o prefeito comunicou que 10 poços tubulares estão sendo perfurados no município. "Precisamos sempre fazer 10, porquê desses só encontramos água em três ou quatro", acrescenta Didiu, como é conhecido.

O Governador deve inaugurar as obras, mas ainda não há data definida.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Assaltante dispara sem munição e é rendido por empresário

A Polícia Civil de Paulistana prendeu Jarleu José Ramos, 20 anos, acusado de tentativa de assalto a um escritório de um estabelecimento comercial, nesta quarta-feira (13). A ação só não foi bem sucedida, porque o proprietário imobilizou o acusado que disparou com uma arma de fogo sem munição. 

"O acusado estava com uma pistola calibre 32 sem munição. A intenção era amedrontar a vítima que reagiu ao assalto e juntamente com um funcionário conseguiram imobilizar o jovem", informaram fontes policiais.

Jarleu Ramos foi preso por uma equipe da Polícia Militar e encontra-se na delegacia de Paulistana à disposição da Justiça. O jovem também é acusado de realizar assalto a um comércio, no último dia 08, em companhia de um adolescente e levado a quantia de R$ 500.

Graciane Sousa (Especial para o Cidadeverde.com)
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores