Cidadeverde.com

Adolescente é apreendida por furto de R$ 10 mil do namorado

Uma equipe da Polícia Militar da cidade de Paulistana, a 450 km de Teresina, prendeu dois homens acusados de terem roubado cerca de R$ 10 mil de um comerciante. A namorada da vítima, uma adolescente, foi apreendida e teria confessado que planejou o crime.

De acordo com a PM, a vítima fez a denúncia no início da manhã e já suspeitava do envolvimento de sua companheira no furto. Pressionada pelos militares, a garota teria alegado que o furto de R$ 10.330,00 foi feito por dois amigos.

Os militares conseguiram localizar os suspeitos, identificados como Givaldo e Edcarlo, e eles teriam confessado a participação no crime, bem como a localização do dinheiro, que foi guardado em um fogão na residência do primeiro.

Apenas R$ 6.360,00 foram localizados pelos policiais e a suspeita é que outras duas pessoas estejam envolvidas no furto. Os acusados foram encaminhados para a 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil.


Da Redação
Redacao@cidadeverde.com

Força Tática de Paulista apreende arma após denúncia anônima


A Força Tática apreendeu uma arma de fogo após denuncia anônima no município de Paulistana. A apreensão ocorreu na madrugada desde domingo (28) quando uma guarnição da Força Tática recebeu a informação de que Jucier Raimundo Teixeira, de 57 anos, natural do município, saiu de uma residência localizada na periferia de Paulistana com o revólver. 

Jucier tentou fuga em uma motocicleta, mas foi abordado pelos policiais em uma praça no centro do município. Ele estava com o revólver de numeração 619448 com as cinco munições intactas. Os policiais o encaminharam para a Delegacia Regional. 


Da Redação
redacao@cidadeverde.com
 

Jovem é suspeita de roubar R$ 5 mil e agredir idosa em assalto em Paulistana

Após denúncias, uma equipe da Força Tática recuperou mais de R$5 mil reais de um assalto a uma idosa de 77 anos, identificada como Maria das Dores da Conceição, na cidade de Paulistana, a 452km de Teresina. A idosa chegou a ser agredida fisicamente. 

A Polícia já possui um suspeito de cometer o crime, que seria uma jovem de 19 anos. A adolescente foi apreendida em sua residência, momentos depois do assalto. 

Inicialmente, ela negou que tenha cometido a ação, mas, após novas indagações, confessou a polícia onde teria guardado o dinheiro. O montante, totalizado em R$ 5.335,00, estava escondido no quintal da residência da jovem. 

De acordo com a equipe, composta pelos soldados Maurilio, Lucas e Magno Silva, a vítima estava em estado de choque e estava com marcas de estrangulamento e de ferimentos no rosto. 

A jovem foi encaminhada para a 12ª Delegacia Regional da Polícia Civil. 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com 

Família sofre acidente durante viagem de férias em Paulistana

Uma família sofreu um grave acidente na BR 407, entrada do município de Paulistana. O veículo era conduzido por Cícero Reinaldo de Sales que vinha com a família de Campo Grande do Piauí com destino à São Paulo, onde vive com a mulher e o filho. 

Fotos: Francisco Pedrosa / Diário de Paulistana

De acordo com o capitão Felipe, comandante da Polícia Militar na cidade, o carro desceu em um barranco por volta das 6h da manhã desta sexta-feira (22).

"O carro parou de pé. Quem mais se feriu foi a mulher que estava dormindo no banco de trás. Foi tudo muito rápido e chegamos ao local imediatamente", explicou o policial.

As vítimas do acidente foram levadas para o Hospital de Paulistana e a mulher em estado mais grave pode ser transferida para um hospital de maior porte.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Foragido da Justiça de São Paulo é preso dentro de ônibus em Paulistana

O homem identificado pela Polícia como Edvaldo Bezerra da Silva foi preso dentro de um ônibus interestadual que seguia de Parnaíba para São Paulo, em Paulistana, município a 452 km de Teresina. De acordo com o capitão Estanislau Felipe, comandante da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar, Edvaldo é foragido da Justiça de São Paulo, onde responde por vários crimes.

"No mandado de prisão ele responde por sequestro, cárcere privado, ameaça, injúria e violência doméstica contra a mulher. Durante essa abordagem de rotina a gente checa as identidades ou os documentos de identificação no Banco Nacional de Mandados, no Infoseg e nos Tribunais de Justiça dos Estados", explicou o policial.

A barreira policial na região é um serviço rotineiro da Polícia e após a abordagem, Edvaldo foi levado para o distrito de Polícia Civil do município.

O réu deve ser transferido para a penitenciária de Picos onde será comunicada sua prisão para uma possível transferência.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Jovem morre e tem pé decepado em rodovia de Paulistana

O jovem identificado como Valdeilson de Sousa Costa, de 20 anos morreu após um acidente na BR 407, a 5 km da cidade de Paulistana no Sul do Piauí. O acidente ocorreu por volta das 6h desta sexta-feira (11) e o jovem teve o pé decepado pela força do impacto.

Valdeilson seguia de moto quando foi colhido por uma picape modelo Frontier que seguia em direção à Pernambuco. Segundo a família do jovem, ele seguia para Jacobina onde trabalhava em uma cerâmica quando sofreu o acidente.

Os dois veículos foram sacados da pista  e a moto foi completamente destruída. A Polícia Militar esteve no local e o corpo do jovem foi levado para o hospital onde passa por perícia. Os passageiros do outro veículo não sofreram ferimentos graves.

Rayldo Pereira
com informações de FN Notícias
rayldopereira@cidadeverde.com

Polícia prende acusado de tentar matar idoso a facadas na zona rural de Paulistana

A Polícia Civil prendeu no domingo (22) um homem identificado com as iniciais D.R.R., 60 anos, acusado de tentar matar outro idoso, parente e desafeto do acusado, na Localidade Canto Alegre, no interior de Paulistana, a 450 quilômetros de Teresina.

De acordo com o delegado Otony Neto, a prisão foi efetuada por uma equipe da Polícia Civil nas proximidades da residência do acusado. O suspeito já vinha sendo monitorado há alguma semanas. Além disso, nos últimos dias já havia uma cópia do mandado de prisão, oriundo da Comarca de Paulistana, e já se sabia também a provável localização do suspeito.

"Com o auxílio de populares e informantes da Polícia Civil, já tínhamos checado vários detalhes sobre o alvo, inclusive, que o mesmo tinha passado um certo tempo na zona urbana paulistanense e voltado para zona rural, onde tinha ocorrido o fato´´, comentou o delegado. 

Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, o detido não confessou o crime. O acusado disse apenas que sua intenção era lesionar a vítima com golpes de faca após luta corporal. O fato aconteceu em outubro, próximo à casa do suspeito. D. R. R. também disse que tanto ele quanto a vítima são parentes e desafetos antigos.

"Embora não se visualize ainda de forma cabal se o fato configura tentativa de homicídio ou lesão corporal, o Ministério Público foi provocado e representou pela prisão preventiva, que foi concedida pelo Judiciário e cumprido de imediato pela Polícia Civil", comentou Otony Neto.

"Alguns dias antes, checamos à localização exata do alvo, de maneira que nos reunimos ainda na madrugada e partimos ao amanhecer, agindo com rapidez e eficiência, evitando que o mesmo se evadisse, de forma que tivemos êxito na prisão´´, finalizou o delegado de Paulistana.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Após ação da OAB, juíza de Paulistana se afasta para tratamento

A juíza Elane Santana Bispo, da Comarca de Paulistana (460 km de Teresina), esteve no prédio sede do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí na manhã desta sexta-feira, 20.11, acompanhada do vice-presidente da Associação dos Magistrados do Piauí – AMAPI juiz Fabrício Paulo Cysne de Novaes, da Comarca de São Raimundo Nonato, com intuito de protocolar oficialmente seu pedido de afastamento para tratamento de saúde.

A magistrada e o representante da AMAPI também estiveram reunidos com os juízes Paulo Roberto de Araújo Barros e José Airton Medeiros, respectivamente juízes auxiliares da Presidência e da Corregedoria Geral de Justiça do TJPI, representando o Presidente e o Corregedor, ausentes representando o Judiciário Piauiense em viagens oficiais. Durante o encontro a magistrada reiterou seu compromisso em prestar os esclarecimentos necessários sobre suas atividades judicantes na Comarca de Paulistana, postas em dúvida em recente pedido de afastamento impetrado pela OAB-PI, conforme nota publicada nos principais meios de comunicação do Estado e reproduzida abaixo:

Em relação à matéria “OAB-PI solicita afastamento da juíza de Paulistana ao CNJ”, publicada na última quarta-feira (18), no site da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, e divulgada na imprensa, apresentamos os seguintes esclarecimentos:

Desde 2010 tenho enfrentado forte tratamento contra um câncer de mama.  No meu caso, já com o câncer em estado de metástase, tenho feito tratamentos clínicos conservadores, com medicamentos quimioterápicos e fortes efeitos colaterais.

Diante de grave situação de saúde, não é correto falar que esta magistrada não tenha compromisso com o seu trabalho. Ao contrário. Mesmo acometida por um câncer, continuei executando minhas tarefas dentro das possibilidades, pois sabemos os problemas enfrentados pelo Tribunal de Justiça do Piauí no que se refere à falta de magistrados e, por consequência, ao acúmulo de processos.

E é com este pensamento que entendo a preocupação da OAB-PI. Esta mesma preocupação tive quando não abandonei meu posto de trabalho diante da complexidade de processos que tramitam na Comarca de Paulistana.

De toda forma, está agendada para esta sexta-feira (20), no Tribunal de Justiça do Piauí, reunião entre esta magistrada, a Presidência e a Corregedoria. Na oportunidade, esclarecerei formalmente a situação, me colocando à disposição da Corte para o que for necessário.

Atenciosamente,
Elane Santana Bispo
Juíza de Paulistana

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

 

Após pedido de afastamento, juíza responde OAB com nota

A juíza Elane Santana Bispo, titular da Vara Única e do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Paulistana, na região Sul do Piauí, lançou nota de esclarecimento, nesta quinta-feira (19), a respeito da representação da OAB-PI, junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), alegando baixa produtividade.
 
Elane Bispo diz que há cinco anos luta contra um câncer de mama e convive com as consequências de um difícil tratamento. A respeito do caso, está agendada para amanhã (20) uma reunião no Tribunal de Justiça do Piauí.
 
Confira a nota na íntegra:
 
Em relação à matéria “OAB-PI solicita afastamento da juíza de Paulistana ao CNJ”, publicada na última quarta-feira (18), no site da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, e divulgada na imprensa, apresentamos os seguintes esclarecimentos:
 
Desde 2010 tenho enfrentado forte tratamento contra um câncer de mama.  No meu caso, já com o câncer em estado de metástase, tenho feito tratamentos clínicos conservadores, com medicamentos quimioterápicos e fortes efeitos colaterais.
 
Diante de grave situação de saúde, não é correto falar que esta magistrada não tenha compromisso com o seu trabalho. Ao contrário. Mesmo acometida por um câncer, continuei executando minhas tarefas dentro das possibilidades, pois sabemos os problemas enfrentados pelo Tribunal de Justiça do Piauí no que se refere à falta de magistrados e, por consequência, ao acúmulo de processos.
 
E é com este pensamento que entendo a preocupação da OAB-PI. Esta mesma preocupação tive quando não abandonei meu posto de trabalho diante da complexidade de processos que tramitam na Comarca de Paulistana.
 
De toda forma, está agendada para esta sexta-feira (20), no Tribunal de Justiça do Piauí, reunião entre esta magistrada, a Presidência e a Corregedoria. Na oportunidade, esclarecerei formalmente a situação, me colocando à disposição da Corte para o que for necessário.
 
Atenciosamente,
 
Elane Santana Bispo
Juíza de Paulistana

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

OAB-PI solicita afastamento da juíza de Paulistana ao CNJ

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, ingressou com representação disciplinar na Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra a juíza de Direito Elane Santana Bispo, titular da Vara Única e do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Paulistana-PI, em virtude da baixa produtividade na condução das referidas unidades jurisdicionais.

Segundo a OAB-PI, a Comarca apresenta elevada quantidade de sentenças pendentes de homologação, processos não localizados/extraviados ou com movimentação atrasada, audiências desmarcadas sem justificativa, presos provisórios cujos autos da prisão em flagrante passam dias para serem apreciados e casamentos agendados não realizados de forma injustificada, entre outros graves problemas.

A entidade denuncia ainda que a magistrada não cumpre com o dever legal de urbanidade com relação às partes, aos servidores e aos advogados, o que atenta contra a Lei Orgânica da Magistratura (art. 35, IV) e contra o Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei 8.906/94, art. 6º, parágrafo único).

Em decorrência das graves denúncias, a OAB-PI solicitou à Corregedoria Geral de Justiça do Piauí que fosse instalada Correição Extraordinária para apuração das irregularidades apontadas por advogados que militam em Paulistana, o que foi prontamente atendido em setembro deste ano.

Relatório encaminhado pela Corregedoria aponta que na Vara Única foi constatado o extravio de 246 processos, o que corresponde a 7,79% do total de 3.155 processos; atraso superior a 30 dias em 71% dos processos localizados; apenas 69 audiências foram realizadas em 2014, de um total de 384 audiências designadas, e somente 66 audiências até setembro de 2015, de um total de 205; processos paralisados além do prazo legal; além de excesso de prazo na análise de auto de prisão em flagrante e para fazer conclusão e analisar medida protetiva de urgência.

No Juizado Especial foi verificada a baixa produtividade do gabinete, com apenas 983 processos conclusos, de um total de 1.824. Além disso, existem processos paralisados além do prazo legal. Nenhuma sentença foi proferida em 2014 e somente 124 sentenças até setembro de 2015.

Diante dos fatos, a OAB-PI solicitou ao CNJ o afastamento da juíza como medida liminar, bem como que o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí designe outro magistrado para atuar nas referidas unidades jurisdicionais. A Seccional requereu ainda que seja aplicada a sanção de aposentadoria compulsória com vencimentos proporcionais ao tempo de serviço da magistrada, nos termos da Lei Orgânica da Magistratura.

“A atuação da magistrada tem trazido imensos prejuízos à advocacia e sociedade paulistanense. Essa situação prejudica, sobremaneira, a prestação jurisdicional naquela Comarca. A OAB-PI busca junto ao CNJ o afastamento da juíza, bem como sua aposentadoria compulsória, visto que o seu comportamento tem sido recorrente em todas as unidades jurisdicionais em que atua, mostrando total descompromisso com seu mister”, asseverou o presidente da OAB-PI, Willian Guimarães.

O Cidadeverde.com tentou contato com a juíza através do telefone do fórum e pessoal, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores