Cidadeverde.com

Presos confundem extorsão com estupro e matam detento

O detento Reinaldo Lopes de Moura , 28 anos, encontrado morto no mês de fevereiro na  Penitenciária Regional José de Deus Barros, em Picos, teria sido assassinado por engano. De acordo com o delegado do 3º Distrito Policial da cidade, Jhonatan Brasil, os suspeitos de matar o preso acharam que ele foi detido porque estuprou a mãe, porém, o motivo da prisão foi uma extorsão.

De acordo com o delegado, quando Reinaldo foi detido, no dia 17 de fevereiro, os presos começaram a se comunicar para saberem o motivo da detenção. Aconteceu uma espécie de "telefone sem fio" e o crime de extorsão à mãe  foi confundido como estupro à mãe. 

Os presos se revoltaram e Reinaldo foi espancado e enforcado em uma cela do pavilhão D do presídio. A Polícia Civil está ouvindo agente penitenciários e detentos da unidade prisional para concluir as investigações do caso. 

Reinaldo Lopes tinha cinco passagens pela polícia e já havia sido preso por tráfico de drogas e violência doméstica contra a mãe. 


Com informações da TV Cidade Verde
redacao@cidadeverde.com