Cidadeverde.com

Em vídeo, família pede vaga para bebê em hospital de Teresina

 

 

Um vídeo comoveu as redes sociais na macrorregião de Picos (306 km de Teresina). Trata-se da história do bebê João Pedro, de apenas dois meses, internado no Hospital Regional Justino Luz. O menino sofre com um coágulo na cabeça e apresenta, entre outros sintomas, crises convulsivas e falta de ar.

Por isso, Francinalva Francisca Lopes de Carvalho, mãe da criança, luta para transferir o filho para Teresina, onde ela acredita que ele poderá receber tratamento em um hospital infantil especializado. Enquanto aguarda uma vaga, os sintomas do pequeno estão se agravando e deixam a família em desespero.

“Meu filho está precisando ser transferido para Teresina com urgência. Ele tem crises convulsivas com frequência e não tem vaga no hospital. Eu queria pedir às autoridades uma vaga para meu filho porque realmente estou com medo dele não resistir. Ele precisa ser transferido com urgência”, apela a mãe.

Interessados em contribuir de outra forma podem entrar em contato com a família pelos telefones (89) 9.9433-3378 e (89) 9.9901-1633.

Atualizada às 8h37

A secretaria de Saúde do Piauí enviou nota informando que o bebê J.P.C. M. está tendo assistência integral no Hospital Regional Justino Luz, recebendo os cuidados que o caso requer.  

A nota diz que o pedido de transferência para Teresina foi feito à Central Estadual de Regulação de Leitos Hospitalares. Também garante que a paciente está classificada como “prioridade de transferência”.

Veja a íntegra da nota:

“O Hospital Regional Justino Luz informa que o bebê J.P. C. M. está em assistência nesta unidade hospitalar, recebendo os cuidados que o caso requer, até o momento da transferência para Teresina, cuja solicitação já foi feita à Central Estadual de Regulação de Leitos Hospitalares. Neste intervalo até a confirmação da vaga, o Hospital presta a assistência integral à criança, que está sendo acompanhada por uma equipe de saúde competente, garantindo a assistência adequada. 

O Hospital informa ainda que a paciente está classificada como prioridade para transferência, que deverá ocorrer com a disponibilidade de vaga, que, tão logo seja confirmada, a paciente será encaminhada à Teresina. 

Todos que fazem o Hospital se solidarizam com a mãe, a senhora Francinalva Francisca Lopes de Carvalho, e seus familiares, reiterando a assistência à criança do Hospital até o momento de sua chegada a uma unidade hospitalar de maior complexidade.

Atualizada às 9h37

A Sesapi informou ao Cidadeverde.com que, ainda na noite de sábado (15), o bebê conseguiu transferência para uma UTI no Hospital Infantil, em Teresina. 

 

 

Fonte: Grande Picos