Cidadeverde.com

Moradores bloqueiam avenida em protesto contra alagamentos

  • 20160108054801_(1).jpg Riachãonet e Cidadeverde.com
  • 20160108034151.jpg Riachãonet e Cidadeverde.com
  • 20160108034151_(1).jpg Riachãonet e Cidadeverde.com
  • 12483840_884304945017831_1171615727_n.jpg Riachãonet e Cidadeverde.com
  • 12483412_884304805017845_1601775266_n_(1).jpg Riachãonet e Cidadeverde.com

Moradores de Picos, município a 306 km de Teresina queimaram pneus e bloquearam a principal avenida da cidade em protesto contra a prefeitura. Os moradores alegam que há bairros como o Junco que estão há três dias alagados por conta das fortes chuvas que caíram na região nos últimos dias.

Só a chuva da manhã desta sexta-feira, 08, já provocou grandes estragos. Além dos alagamentos que são comuns, um deslizamento de terra foi registrado na Rua Bela Vista, bairro São Vicente.

A Rua Bela Vista já foi alvo de outros deslizamentos em 2015, onde após a ocorrência de uma chuva demorada termina por deixar o terreno úmido, e assim ocorre o desmoronamento de terra. A via ficou encoberta de lama e entulho mas não há feridos com o acidente.

Prefeitura se posiciona

De acordo com a assessoria da prefeitura, as secretarias de obras e de defesa civil já estão buscando resolver os problemas gerados com os alagamentos. A informação é de que 40 famílias tenham ficado desabrigadas com a invasão das águas no bairro Junco e deslizamentos de terra no bairro São José. 

As primeiras providências tomadas foram tomadas com o intuito de acelerar o escoamento das águas e tentar evitar novos alagamentos. Até as 14h, a prefeitura informou que um relatório das secretarias irá indicar as próximas ações e as necessidades de auxílio às famílias atingidas.

Rayldo Pereira e Maria Romero
cidades@cidadeverde.com

Chuva de duas horas alaga ruas e assusta moradores de Picos

A chuva que caiu na cidade de Picos e microrregião na manhã desta quarta-feira, 06, provocou alagamentos em várias ruas da cidade.  A chuva que teve início por volta das 7h20min, durou mais de duas horas.

Um portal da região de Picos divulgou um vídeo onde é possível observar a força da água acumulada em uma das ruas do município. Assista:

 
Moradores do bairro Junco registram rua alagada em Picos

Os moradores da Rua Projetada 246, localizada no bairro Junco, em Picos, registraram em vídeo o alagamento provocado pela chuva moderada desta quarta-feira (6). Segundo eles, a via, que não é pavimentada, fica intrafegável durante o inverno e algumas residências já foram alagadas. Eles cobram do poder público providências para evitar que a situação continue se repetindo a cada período chuvoso.

Posted by Portal Grande Picos on Wednesday, January 6, 2016

Segundo dados do chefe de Meteorologia de Picos, Eugênio Lopes, esta foi a maior chuva de 2016, tendo um volume de água de 46 milímetros, caracterizada como uma precipitação moderada.

Esta chuva já pode caracterizar o início do inverno, o que traz esperança para os agricultores. Mas ainda existe a expectativa de que este será mais um ano de inverno fraco”, disse Eugênio Lopes.

Casal encontra desconhecido dormindo em casa e busca família do rapaz no Ceará

O casal de designers Daniel Dimas e Laiane Paraíba levou um grande susto na tarde de ontem (4). Quando Daniel voltou para casa ao meio dia, no município de Picos, encontrou um rapaz desconhecido vestindo suas roupas e dormindo em sua rede. O jovem é Willyan Justino de Oliveira, de 22 anos, natural de Fortaleza (CE) e que parece ter algum tipo de deficiência intelectual. O casal iniciou uma campanha no Facebook para que o rapaz encontre sua família. 

"O Daniel chegou para almoçar e ficou muito assustado, achando que era algum bandido. Aí quando o rapaz acordou, percebeu que ele estava bastante desorientado, mas tranquilo e que parece que tem algum distúrbio mental. Aí ele falou que era de Fortaleza e estava perdido", declarou Laiane. 

Ela contou que o rapaz está se alimentando pouco e parece bastante assustado. Ele chegou a ser conduzido à delegacia de Picos, mas foi liberado ainda na noite de ontem. Pela manhã, Laiane e Daniel buscaram o rapaz e o encontraram vagando pelas ruas da cidade. Ele agora está na casa de um amigo do casal. 

"Ele estava sem camisa, só de short, andando meio perdido. Nós tentamos dar café da manhã para ele, mas ele não quis comer. Depois, levamos ele para a casa de um amigo, que está tomando conta dele. Esperamos que ele não fuja e que a família dele apareça", informou. 

Laiane informou que buscou serviços de assistência social em Fortaleza, que garantiram procurar os pais do jovem. Com ele, foi encontrado documento de identificação. Ele é filho de Francisco de Assis Lopes de Oliveira e de Maria de Lourdes Justino de Oliveira. 

Buscas pelo nome de Willyan junto à Polícia Federal e à Justiça do Ceará não resultaram em nenhum antecedente criminal. Qualquer informação sobre a família do jovem pode ser repassada pelo telefone (89) 9 9992-1931. 

 

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com

Corpo é achado em decomposição com mãos amarradas, boca amordaçada e olhos vendados

Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado ontem(23), nas margens da BR-316 em Picos. O cadáver estava com a boca amordaçada, olhos vendados e mãos amarradas com fita adesiva quando foi encontrado por um agricultor que sentiu forte odor ao transitar pelo local. 

De acordo com o portal RiachãoNet, o agricultor achava que seria carcaças de animais e ao perceber que se tratava do cadáver humano chamou a polícia. 

A análise preliminar aponta que devido ao estado de decomposição do cadáver, acredita-se que a morte tenha ocorrido por volta de 10 dias atrás. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Teresina, na madrugada desta quinta(24), para tentar descobrir a identificação. Pelas características se trata de um homem alto, de cor morena com aproximadamente 35 anos.

O cadáver foi encontrado há oito metros das margens da BR-316, na altura do quilômetro 334, nas proximidades do balão da 0-20.

 

Caroline Oliveira
Com informações RiachãoNet
cidades@cidadeverde.com

Corpo é achado em decomposição com mãos amarradas, boca amordaçada e olhos vendados

Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado ontem(23), nas margens da BR-316 em Picos. O cadáver estava com a boca amordaçada, olhos vendados e mãos amarradas com fita adesiva quando foi encontrado por um agricultor que sentiu forte odor ao transitar pelo local. 

De acordo com o portal RiachãoNet, o agricultor achava que seria carcaças de animais e ao perceber que se tratava do cadáver humano chamou a polícia. 

A análise preliminar aponta que devido ao estado de decomposição do cadáver, acredita-se que a morte tenha ocorrido por volta de 10 dias atrás. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Teresina, na madrugada desta quinta(24), para tentar descobrir a identificação. Pelas características se trata de um homem alto, de cor morena com aproximadamente 35 anos.

O cadáver foi encontrado há oito metros das margens da BR-316, na altura do quilômetro 334, nas proximidades do balão da 0-20.

 

Caroline Oliveira
Com informações RiachãoNet
cidades@cidadeverde.com

Tempestade derruba palco, quebra vidros de banco e provoca destruição em Picos

  • 20151214034247.jpg Riachãonet
  • 12376605_867253400062767_6189490165627006447_n.jpg Riachãonet
  • 12360249_867250956729678_5446995097186506890_n.jpg Riachãonet
  • 12360195_867251233396317_4276288458118847091_n.jpg Riachãonet
  • 12347776_867250990063008_8014618985536353066_n.jpg Riachãonet
  • 12346487_867251213396319_795505721807966715_n.jpg Riachãonet
  • 12342533_867253460062761_8024942246356743555_n.jpg Riachãonet
  • 12341337_867250886729685_1484671200093224949_n.jpg Riachãonet
  • 12310644_867251076729666_5651236867231956695_n1.jpg Riachãonet

Uma tempestade com rajadas de vento provocou destruição na tarde deste domingo (13) em Picos, município a 306 km de Teresina. Os ventos que atingiram a marca dos 54 km/h chegaram a derrubar o palco onde aconteceria o show de encerramento do aniversário da Cidade, e quebraram todos os vidros da fachada de uma agência bancária no Centro, por exemplo. De acordo com a meteorologista Sônia Feitosa, da Gerência de Hidrometeorologia Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (SEMAR), apesar da força dos ventos, o acumulado de chuva foi muito baixo. A tempestade assustou os moradores que registraram em fotos e vídeo a destruição provocada pela chuva. Assista:

Sônia Feitosa explica que as rajadas de vento foram provocadas pelas altas temperaturas e que este tipo de destruição é comum quando o vento muda bruscamente de direção. "O acumulado de chuva foi baixíssimo, apenas 0,4 ml e isso é característico de chuva com tempestade. Geralmente ela acontece quando há um dia quente porque houve um aquecimento forte e quando o ar quente subiu encontrou a camada de ar frio e os ventos mudaram de forma abrupta. Se o vento fosse constantemente assim não teríamos estragos, mas quando ele inverte de direção é natural que provoque destruição", explica a especialista.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Glauber Silva, apesar dos estragos, não há famílias desabrigadas na cidade e a prefeitura organizou uma comissão que visitou as regiões mais atingidas para fazer esse levantamento. "Ontem já passamos pelos bairros mais periféricos que foram atingidos pela chuva mas não há famílias desabrigadas. Só muita destruição com antenas parabólicas soltas, árvores caídas e muitos estragos", descreveu o secretário.

Entre os prejuízos está o desabamento do teto de um restaurante, queda do telhado da AABB, queda da parede do estádio municipal e até um outdoor derrubado. "O que impressiona é que quase não choveu, mas ventou muito. O show que ia acontecer no palco que caiu foi transferido e já estamos fazendo a retirada das árvores caídas e novas serão plantadas", garantiu o gestor.

Ainda não há previsão de novas chuvas para a região, mas segundo Sônia, a região Sudeste do Piauí o Norte, o Leste e a capital Teresina devem receber mais umidade nos próximos dias com previsão dle chuvas para os dias mais quentes.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Empreender na comunicação é tema de evento em Picos e Oeiras

Como empreender na comunicação e histórias de pessoas que vivem da profissão no semiárido piauiense. Estes são alguns dos temas presentes na Caravana Comradio, que acontecerá nas cidades de Picos e Oeiras, no dia 11 de dezembro. O encontro vai reunir alunos e ex-alunos do projeto Jovens Radialistas, jornalistas e empresários da área. Em Picos, a atividade será no auditório do hotel Entre Rios com início às 9h. Já em Oeiras, o evento acontecerá no prédio da Sagrada Família – ECC, a partir das 18h.  

A Caravana tem como objetivo destacar pessoas e negócios de sucesso quando o assunto é comunicação. “A melhor forma de fazermos os jovens comunicadores acreditarem em seus sonhos é conhecendo histórias de pessoas e os desafios vencidos por elas durante sua vida. Acreditamos que as histórias aliadas ao conhecimento são ingredientes perfeitos para estimular a criação de negócios e consequentemente aumentar a renda desses jovens”, afirma Jessé Barbosa, Coordenador do Projeto Jovens Radialistas do Semiárido.

A Caravana Comradio é aberta ao público e os interessados podem fazer inscrição no local do evento. A iniciativa é do Instituto Comradio do Brasil, através do Projeto Jovens Radialistas do Semiárido, que tem o apoio da ONG suíça Brücke Le Pont e patrocínio da Petrobras.

Sindespi critica administração de OS no Hospital Justino Luz

Servidores de saúde lotados no Hospital Regional Justino Luz, em Picos, a 306 km de Teresina, afirmam que o atendimento e a realização de cirurgias estão comprometidos. 

Segundo a servidora Elizete, representante do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Piauí (Sindespi) na cidade, a adminstração do Hospital não melhorou desde que o Instituto de Gestão e Humanização (IGH) – Organização Social sem fins lucrativos (OS) – passou a administrá-lo.

O governador do Estado, esteve nessa segunda em Picos, e de acordo com o Sindespi, garantiu que o Justino Luz está tendo um bom funcionamento. O sindicato realizou uma manifestação durante a visita do governador.

“A  manifestação foi realizada sob a coordenação do Sindespi, mas a pedido dos próprios servidores insatisfeitos com o processo de privatização do maior hospital da região de Picos”, afirmou Elizete, acrescentando que a luta não é apenas dos servidores, mas de toda a população.

Ainda segundo o Sindespi, a maior prova é que participaram das manifestações, lideranças da sociedade local, incluindo a vereadora Fátima Sá.

Uma visita que o governador havia marcado para o hospital teve de ser cancelada porque a equipe do chefe do Executivo Estadual concluiu que os argumentos do Governo seriam muito fracos para enfrentar os manifestantes.

 

Da Redação
redação@cidadeverde.com

Governador visita obras de pavimentação asfáltica em Picos

O governador Wellington Dias visitou, nesta segunda-feira (07), o município de Picos, a 320 quilômetros de Teresina, onde acompanhou o desenvolvimento de obras estruturantes que estão sendo concretizadas na cidade.

A construção de uma nova ponte sobre o Rio Guaribas é uma das ações realizadas pelo Governo do Estado no município. Realizada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a construção da ponte, que liga as avenidas Boa Sorte e José Inaldo Monteiro, recebe investimentos da ordem de R$1.898.553,27, oriundos do tesouro estadual.

Outra importante obra de mobilidade para região, a rodovia que liga o município ao povoado Gameleira também segue com obras a todo vapor. A pavimentação da PI recebe um investimento total de R$ 4.464.897,00, oriundos do Tesouro Estadual. Quando concluída, a rodovia será uma importante via de ligação entre a cidade e a zona rural do município.

“Trata-se de um conjunto importante de obras. O objetivo é trabalhar dentro de um modelo de urbanização que apresente um trânsito melhor em uma cidade polo como Picos. Aqui nós temos uma BR que passa dentro da cidade e uma interligação com vários municípios da região nordeste”, ressaltou Wellington Dias.

Além das obras de mobilidade, o governador visitou ainda um conjunto habitacional fruto do programa Minha Casa Minha Vida, que deve ser inaugurado no início de 2016.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Programa Olhar Bem faz mais de 2.600 atendimentos em Picos

O aposentado Jose Luiz, 77 anos, de Oeiras, foi a Picos, nesse domingo (6), com um foco: Voltar a enxergar. Há cinco anos, foi submetido a uma cirurgia de catarata no olho esquerdo e pagou R$ 2.500 num atendimento particular em Teresina. Com o Olhar Bem, a cirurgia foi feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), totalmente gratuito, numa ação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). Antes, quase sem enxergar, agora, todo sorridente, não mede elogios e já vê todas as possibilidades que esse sentido pode oferecer.

"Agora foi a vez da cirurgia do meu olho direito, de graça. Eu já não podia nem dirigir porque não enxergava bem. Com essa cirurgia, melhora 99%. Primeiro vou agradecer muito a Deus e segundo ao povo da Secretaria da Saúde”, afirma o aposentado.

O contentamento do seu Luiz soma-se ao dos 2.620 pacientes atendidos nesses três dias de ação, onde foram realizadas 1.649 consultas e 971 procedimentos cirúrgicos. Para isso, são envolvidos em torno de 150 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, e equipe de apoio. O atendimento inicia cedo, ao raiar do dia, por volta das 5h, quando começam a chegar os primeiros pacientes, vindos de municípios que integram os territórios do Vale do Rio Guaribas, Sambito e Canindé.

Da caravana de Oeiras, foram 93 pacientes atendidos, sendo 71 cirurgias realizadas, nos três dias. A meta é que ao final da ação, mais 70 pacientes sejam atendidos, totalizando mais de 160 beneficiados. A coordenadora do grupo, Conceição Silva, e o enfermeiro Antônio Rocha, que desde o primeiro dia acompanham os pacientes, não escondem a gratidão. “Se não fosse o Programa, eles não teriam condições de fazer essa cirurgia. É uma salvação, traz autoestima para cada um deles”, declara Antônio. “Eles saem daqui muito satisfeitos, por tudo, pelos kits que recebem. É muito contentamento”, exalta Conceição.

Em até dois dias, o paciente passa pela consulta e constatado o diagnóstico de catarata, é submetido à cirurgia, em curto espaço de tempo e resolutividade, como explica o secretário Francisco Costa, que visitou a ação nesse domingo, na Universidade Estadual do Piauí (Uespi). “Atendemos uma demanda que está reprimida, de forma ágil, com resolutividade, e o mais próximo de seu município. São ações como essas, que levam saúde para mais perto das pessoas, trazendo mais qualidade de vida, que buscamos realizar”, completa o secretário.

O gestor afirma ainda que o programa Olhar Bem continua com os atendimentos em Picos até o dia 10 de dezembro. Já, na próxima segunda-feira (14), inicia em Bom Jesus, contemplando o território Chapada das Mangabeiras. Em janeiro, o Programa segue para Floriano, onde atende os territórios Tabuleiros Alto Parnaíba, Tabuleiros dos Rios Piauí e Parnaíba e Serra da Capivara. 

Ao final do Programa, a meta é realizar 15 mil consultas oftalmológicas e realizar 4.800 cirurgias de catarata, contemplando 141 municípios.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores