Cidadeverde.com

Suspeito resgata comparsa de cadeia no Piauí, mas acaba preso

Suspeitos de envolvimentos em crimes estão cada vez mais audaciosos. No município de Pimenteiras, a 252 km de Teresina, um jovem arrebentou cadeados, quebrou a vidraça de uma porta e revirou parte da mobília do Grupamento de Polícia Militar da cidade para resgatar o amigo que havia acabado de ser preso. O caso ocorreu na madrugada de sábado (21). 

          Fotos: Polícia Militar de Valença

Os suspeitos foram identificados como Francisco das Chagas Ferreira Filho e Maycon Braulhe Cirilo Vital. De acordo com o capitão Antônio Santos, comandante da Companhia da PM de Valença, os dois portavam uma arma branca e estavam causando tumulto em uma casa de shows.

"Os dois são amigos. O Francisco foi detido primeiro e levado para a sede do GPM. Então, os policiais voltaram para tentar capturar o Maycon na festa, mas ele observava tudo e aproveitou que a equipe tinha saído e deixado o preso sozinho para invadir o GPM e resgatar o amigo", explica o capitão Santos. 

O comandante conta ainda que a sede do Grupamento de Polícia Militar não abriga preso e que Francisco das Chagas estava no local provisoriamente. "Ele ia ficar no GPM até o outro suspeito ser localizado. O local não tem estrutura para abrigar presos e sempre os levamos para a delegacia de Valença, distante 42 km de Pimenteiras", reitera. 

Após o resgate, os dois empreenderam fuga, mas o plano não deu certo e eles foram presos. De acordo com a PM, Francisco e Maycon seriam usuários de drogas e já têm passagens pela delegacia por provocarem confusões em locais públicos. Antes de serem levados para a delegacia de Valença, os suspeitos foram encaminhados ao hospital, porque um sofreu um profundo corte na perna ao quebrar a vidraça da porta. 

Os dois devem responder por dano qualificado e porte ilegal de arma branca. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com