Falta atestado de óbito

Francisco Rodrigues de Sousa foi “dado como morto” pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).



Motivo: uma atestado de óbito falso emitido na cidade de Água Branca.



- Preciso desse dinheiro da aposentadoria, pois estou vivinho da silva, disse sorrindo o agricultor de 66 anos.



Segundo ele, vai entrar com um processo no órgão para continuar recebendo a aposentadoria.