Cidadeverde.com
Rita Prado

#7 - Blazer Preto.

Em 1930, a atriz meio americana, meio alemã, Marlene Dietrich (1901 – 1992) apareceu no filme “Morocco” vestida no traje até então estritamente masculino: o smoking. O smoking é formado pela combinação das seguintes peças: um blazer ou terno com detalhes de cetim na gola, uma faixa na cintura e calças de alfaiataria. Naquela época, mal se via mulher usando calças, imagine só a euforia quando o filme foi lançado. Nos anos 1930, o cinema já inspirava as mortais, através do figurino de suas estrelas. Marlene foi considerada umas das primeiras divas de Hollywood, uma Angelina Jolie de antigamente. Uma mulher que poderia ir do longo decotado de cetim à alfaiataria masculina. Embora, enquanto traje completo, o smoking ainda não seja indumentária cativa do nosso guarda-roupa, uma pecinha dele, o blazer (a parte de cima da camisa) faz nossos corações palpitarem de alegria. Um bom corte e o tecido correto é certeza de um dose extra de elegância a qualquer look. O guarda-roupa perfeito tem a honra de apresentar a próxima peça imperdível no nosso armário: o blazer preto!

 

Legging preta, adequando.

Olá ;)

Esse é o nosso último post sobre a peça legging preta e então partiremos para explorar outra peça especial e importante para o guarda-roupa feminino. Esta semana encarei o desafio de usar a mesma peça durante cinco dias, mudando as composições de acordo com a minha rotina que é de dona de casa, designer, professora e esposa! Com essas atribuições, tenho que ter jogo de cintura ao adequar as peças para o meu conforto e manter o meu estilo. Coisas que nós mulheres sabemos fazer bem, não é?

Compilei as peças dessa "semana criativa" (por que haja criatividade para repetir uma peça!) e trouxe para mostrar:

Essas peças foram as que usei de segunda à sexta dessa semana. E acabei vendo que uso tanto essa peça que além de tê-la em tecidos diferentes, monto vários looks legais com ela, vamos ver?

Espero ter ajudado você a ter certeza que essa é uma peça importante para o nosso guarda-roupa por que é bastante versátil. Qual será a próxima peça de roupa imperdível? Alguém arrisca?

Legging Preta, como usar?

Olá Querida!

Você deve estar se perguntando: e como usar uma legging preta? Ela é indicada para todos os tipos de corpos? Essas perguntas podem ser respondidas através de imagens que nos ajudam na hora de montar os looks. Acho muito importante a coleta de imagens nesse processo de formação do estilo de moda. Sempre cataloguei aqueles looks que me chamaram mais atenção, assim fica mais fácil arranjá-los com o que eu tenho em casa.

Separei algumas dicas importantes na hora de usar a legging para você, vamos ver?

1. Atenção para os acúmulos de tecido!

Uma legging deve estar sempre bem esticada no corpo e no comprimento certo! Ela não pode ter acúmulos na região da virilha ou canela. Bem esticada não é sinônimo de costuras quase descosturando, tá? A medida é o conforto! É poder realizar todas as atividades do dia-a-dia sem se sentir incomodada com a roupa.

2. Cubra o bumbum!

Cobrir o bumbum é essencial para não deixar a peça vulgar. Sempre que usar a legging certifique-se que a sua blusa ou sobreposição cubra o suficiente para ninguém ficar olhando demais para onde não deve. Além disso, essa dica serve para quem tem quadris largos, usar a parte de cima cobrindo até o final dos quadris ajuda a diminuir o contraste entre eles e as pernas. 

3. Cuidado com o brilho!

Hoje em dia encontramos muitas leggings com brilho ou metálicas disponíveis no mercado. A minha dica é que você reserve a legging com brilho para ocasiões especiais. Você pode até usá-la durante o dia, desde que esteja pensando num look mais estiloso, por que vai chamar atenção com certeza! Então, na dúvida, aposte na legging fosca para o dia e a brilhosa para a noite. Abro uma exceção para a academia. Já estamos usando legging colorida e brilhosa há um tempo para irmos à academia, então, nesse ambiente, as pessoas já estão acostumadas, logo você poderá usar a peça sem se sentir a Carmen Miranda chegando para treinar!

4. Não suba demais a peça na cintura!

A gente não quer marcar o que não queremos mostrar! Então, sempre deixe um espacinho entre as pernas e, de preferência, use um protetor íntimo para ajudar a disfarçar caso a sua legging tenha o fundo muito curto.

Bem, sobre os tipos de corpos, a legging é uma peça extremamente democrática. Na verdade, minha intenção nesse projeto #OGuardaRoupaPerfeito é de trazer peças que se adequem bem a todos os tipos de corpos, estilos e guarda-roupas.

E não esqueça: quando usar a legging preta, marque o nosso projeto com a hashtag #oguardaroupaperfeito para eu possa ver e ficar feliz em ter ajudado de alguma forma. 

Da academia ao red carpet, muitas referências para você aproveitar! 

Beijos da Rita.

Legging Preta, anatomia.

Olá Queridos,

Já começamos a falar da quinta peça do nosso guarda-roupa perfeito: a legging preta. Já tem alguns anos que essa peça voltou a povoar os nossos armários. Me lembro que em 2008 eu fiz a minha primeira legging preta com brilho e hoje em dia ela vai desde academia até o red carpet! O importante da legging é o conforto! Ela deve ser de um tecido com elastano na composição. E a altura do cós e do fundo devem estar de acordo com a nossa anatomia. 

Existem vários modelos de legging disponíveis atualmente no mercado: legging com zíper na canela, legging de malha resinada, legging com tecido imitando couro, legging que promete diminuir a celulite e a tradicional de malha de algodão. O importante é que o comprimento dela seja ideal para não acumular tecido na canela e que o elástico do cós não aperte a cintura! Existem até as leggings para gravidinhas. As modelagens dela podem ter um tecido extra na região da barriga (para acompanhar o crescimento) ou um cós baixo com um elástico frouxo que deixe a mamãe confortável.

Adoro! A minha indicação é que vocês comecem com uma legging básica preta fosca e que, somente depois, adquiram uma legging com leve brilho. 

*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.

Legging Preta.

Olá Queridos,

Esse projeto tem uma proposta atemporal ou, pelo menos, com prazo de validade de cinco anos, o que é um lapso temporal gigante em termos de moda. Aqui já apresentei quatro peças de roupas que podem ser consideradas peças de um guarda-roupa perfeito. São elas:Camisa Jeans,Regata Branca,Saia Preta LongaeCamiseta Branca. Podemos passar para a próxima?

A próxima peça do nosso guarda-roupa perfeito é a peça mais confortável do mundo depois do nosso pijama:a leggingUma legging preta é a escolha certa para dias movimentados. Ela é uma prima próxima de outra calça bem confortável, usada para a prática de esportes chamada calça fuseau, mas sem aquela alça que passa pelos pés, pessoas que vivenciaram os anos 1980 a conhecem bem. A legging também é uma evolução da meia calça e já foi usada por homens também em tempos bem antigos.

A legging começou a habitar nossos guarda-roupas a partir da década de 1980, com surgimento da moda fitness, ou seja, sair de casa com a roupa de academia e, graças a Deus, ficou para sempre! Ou seja, se estamos usando há trinta e poucos anos, acho que vale a pena ter uma no guarda-roupa, não?

Eu me lembro da primeira legging preta que eu vi na vida! Eu era criança e já amava o figurino de Sandy, personagem de Olívia Newton John no musical Grease. E você? Lembra da sua primeira legging?

E para relembrar este look icônico, esse clipe que eu adoro, por que moda e cinema sempre andaram muito juntos, hein? Quero usar já!


 

*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.

 

Camiseta Branca, como usar?

Olá Queridos! 
Já pensaram quais as possibilidades de misturar a camiseta branca com as peças que já temos no nosso guarda-roupa?
Trouxe vinte opções que fogem do comum para nos inspirar:


*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.

Camiseta Branca, anatomia.

Mais do que uma simples camiseta, a camiseta branca pode aparecer de várias formas diferentes. A quantidade de elastano na composição do tecido ou o uso de fibras como poliamida ou viscose, fará com que ela tenha um melhor caimento, amasse menos ou proporcione mais conforto. A dica antes de comprar é sentir o tecido, experimentar, mexer os braços, andar e fazer movimentos buscando esquecer a roupa, se ela estiver tão bem ao ponto de você não notar a presença dela no corpo, é por que está perfeitamente confortável. Mas atenção, o bem estar aqui é relativo. Por exemplo, a vida inteira ouvi meninas reclamando que não poderiam usar decotes mais subidos por terem busto grande. Eu, particularmente, acho mais bonito esse tipo de decote em mulheres com busto de médio a grande, mas também acho interessante valorizá-los com um decote em forma de "V". O importante é que esta peça é realmente democrática e relativamente fácil de ser encontrada por que é produzida sempre, independente de coleção. A camiseta branca é a peça que mais ajuda na hora de qualquer indecisão quanto à parte de cima do look, é o ou não é? Para um visual "hi-low", que consiste em usar uma peça mais sofisticada (high) com uma peça mais simples e barata (low), é a camiseta branca a dona dos melhores looks. Abaixo, um quadro com a "anatomia" das mais comuns. Confesso que não sei decidir a minha preferida, na dúvida, tenha pelo menos dois desses modelos para um guarda-roupa perfeito.


*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.

Camiseta Branca.

Olá Queridos!
Só uma camiseta branca salva! Estive pensando muito nisso nos últimos dias. Acho que muitos estilistas também. É que essa peça, considerada uma das peças mais básicas do vestuário, têm aparecido cada vez mais em produções de moda mundo afora. A camiseta branca é uma peça democrática, veste a mais fofinha e a mais magra, a mais alta e a mais baixa, a mais despojada e a mais chique. É só dar uma olhada nas propostas que eu trouxe para vocês. Seja com uma calça estampada ou uma pantalona lisa; seja com o velho jeans ou um short preto; seja com uma saia trabalhada ou uma saia longa sereia, a camiseta branca consegue manter a proposta interessante e adequada. É por esse motivo que ela faz parte de um guarda-roupa perfeito! Já separa a sua para usar esta semana por que ideias irão surgir!


*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.

Saia Longa Preta, adequando!

Olá Queridos,
Hoje vim mostrar um dos meus modelos preferidos de saia longa preta. A modelagem dela é bem simples: um cós franzido + uma saia cortada no sentido enviesado. Os segredos desta peça: o corte, a escolha do tecido e o conforto! A peça que eu escolhi para mostrar para vocês é de malha. Quando comprarmos uma peça de malha temos que estar preparados para um cuidado redobrado na lavagem. A malha é um tipo de superfície têxtil que requer muita atenção no uso, para que a sua durabilidade valha a pena o investimento. Então, antes de falar mal da malha, vamos observar se estamos respeitando direitinho a sua composição, tá?


Trouxe algumas ideias que eu mesma usei para inspirá-los na hora de montar um look com a saia de malha. Vamos ver?




E agora, uma grata surpresa! Outro dia transformei minha saia longa preta em vestido! É que, por ter elástico no cós e dependendo do formato do corpo, é só subir a saia até a região acima do busto e colocar um cinto que você tem uma peça nova! Olha só:


Espero que vocês estejam gostando das ideias! E, se usar uma saia longa preta esta semana, marca a coluna com um #oguardaroupaperfeito, tá? :)

*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.


Saia Preta Longa, como usar?

Olá Queridos,

Hoje eu trouxe muitas referências para nos ajudar na hora de usar a saia longa preta. Essa é uma peça que, no tecido e corte correto ajudar a alongar a silhueta. Hoje vim mostrar a versatilidade dessa peça que vai de uma composição bem casual, para ser usada durante o dia, até o “red carpet”. Vamos analisar as fotos a seguir:

Essas são algumas composições para usar durante o dia. Dependendo do tecido e da modelagem, essa peça chega a ser ainda mais confortável que uma calça por que deixa a mulher à vontade para se locomover, não é mesmo? Com acessórios de efeito deixa até o combo: regata + saia longa com um ar moderno. 

As grávidas podem aproveitar para usar a saia longa com um top curtinho (inclusive em ensaios!). As fofinhas podem abusar dessa peça, só precisam ter cuidado com a transparência do tecido, para que não marque nada! Amei essa composição com a jaqueta jeans. Camisetas de malha, t-shirts com estampas, florais, animal print e geométrica deixam a saia com um ar mais jovem e despojado.

Senhoras e religiosas também pode contar com mais essa peça no guarda-roupa. É uma peça comportada, mas não é uma peça careta, pelo contrário, produz uma imagem de elegância.

Vale observar também que além da saia reta, godê ou evasê, a saia preta longa também pode ser plissada, pregueada ou franzida, o dinamismo da peça continuará o mesmo dentro do nosso guarda-roupa perfeito

E, por fim, todo o glamour de uma saia preta num dress code festa. Quando a ocasião exigir traje esporte fino, passeio completo ou gala, é só resgatar uma parte de cima sofisticada e combinar com a saia longa preta.

Essas foram algumas sugestões da quarta peça de um guarda-roupa perfeito. Caso você use algumas das peças já comentadas na nossa coluna, manda um email (rita@ritaprado.com.br) ou coloca a hashtag #oguardaroupaperfeito. Vou amar saber que estou ajudando você a aproveitar bem o seu guarda-roupa! 

*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.

Posts anteriores