Cidadeverde.com
Rita Prado

Camiseta Branca, anatomia.

Mais do que uma simples camiseta, a camiseta branca pode aparecer de várias formas diferentes. A quantidade de elastano na composição do tecido ou o uso de fibras como poliamida ou viscose, fará com que ela tenha um melhor caimento, amasse menos ou proporcione mais conforto. A dica antes de comprar é sentir o tecido, experimentar, mexer os braços, andar e fazer movimentos buscando esquecer a roupa, se ela estiver tão bem ao ponto de você não notar a presença dela no corpo, é por que está perfeitamente confortável. Mas atenção, o bem estar aqui é relativo. Por exemplo, a vida inteira ouvi meninas reclamando que não poderiam usar decotes mais subidos por terem busto grande. Eu, particularmente, acho mais bonito esse tipo de decote em mulheres com busto de médio a grande, mas também acho interessante valorizá-los com um decote em forma de "V". O importante é que esta peça é realmente democrática e relativamente fácil de ser encontrada por que é produzida sempre, independente de coleção. A camiseta branca é a peça que mais ajuda na hora de qualquer indecisão quanto à parte de cima do look, é o ou não é? Para um visual "hi-low", que consiste em usar uma peça mais sofisticada (high) com uma peça mais simples e barata (low), é a camiseta branca a dona dos melhores looks. Abaixo, um quadro com a "anatomia" das mais comuns. Confesso que não sei decidir a minha preferida, na dúvida, tenha pelo menos dois desses modelos para um guarda-roupa perfeito.


*Rita Prado é Designer de Moda, Pós graduada em Gestão de Moda e Styling, Mestre em Design, Pesquisadora de Moda com ênfase no Cinema e Professora.