Cidadeverde.com

Prefeito articula criação de polo industrial em São João do Piauí

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto, se reuniu com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Teresina, Fábio Nery, para pedir orientações ao gestor sobre medidas de incentivo para instalação de indústrias em São João do Piauí. A reunião aconteceu nesta terça-feira (7), na sede da SEMDEC, em Teresina.

Gil Carlos ressalta que São João do Piauí tem potencialidades e estrutura necessária para atrair grandes empresas. “Temos boa estrutura de abastecimento de água, energia elétrica e temos muita mão de obra. Além disso, São João é ponto de ligação com grandes cidades do Piauí e do Nordeste e tem uma boa malha rodoviária”, comenta.

O prefeito destaca, também, que os consultores do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) indicaram Teresina como uma cidade que conseguiu atrair grandes empresas e incrementar a economia da cidade e ofertar novos empregos.

“Nos últimos dois anos, Teresina conseguiu gerar mais de 8 mil empregos com a chegada de novas empresas e é essa política que queremos implantar em São João do Piauí, para que nossos jovens, que estão recebendo cada vez mais qualificação, possam trabalhar e movimentar a economia da cidade”, destaca.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Teresina, Fábio Nery, sugeriu ao prefeito que elabore um estudo para analisar qual área de atuação comercial se enquadra ao município de São João do Piauí.

“Em Teresina, o setor de serviços é a nossa principal área neste momento, principalmente com a chegada das empresas de call center. De posse de um estudo para saber qual a melhor área para a cidade, é hora de conversar com empresários do setor e saber quais parcerias podem ser feitas para atrair as empresas para o município”, explica Fábio Nery.

Também participou da reunião o gerente de Atendimento Individual e Mercado do Sebrae Piauí, Francisco Holanda.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Padrinho de Rejane Dias tem comércio assaltado em São João do Piauí

O empresário José Ferraz de Carvalho, padrinho da primeira-dama e secretária estadual de Educação, Rejane Dias (PT), teve seu estabelecimento comercial assaltado na madrugada desta segunda-feira (30) em São João do Piauí, cidade localizada 490 quilômetros ao Sul da capital Teresina.

De acordo com sites da região, os assaltantes arrombaram o portão que dá acesso à loja de material de construção localizada na avenida Cândido Coelho. Dois cofres que ficavam no escritórios do empresários também foram arrombados, e os criminosos levaram dinheiro e documentos.

A ocorrência só foi descoberta na manhã desta segunda-feira, quando funcionários perceberam que a loja havia sido furtada. Os empregados do estabelecimento comercial encontraram um pé de cabra e outras ferramentas utilizadas para invadir o prédio.

Não é a primeira vez que o padrinho da Rejane Dias tem seu comércio assaltado. Em 2009, Ferraz de Carvalho e a família chegaram a ser rendidos, agredidos e tiveram dinheiro e joias roubadas.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

São João do Piauí inicia campanha de vacinação contra HPV nesta semana

Com o objetivo de reforçar as ações de prevenção do câncer de colo de útero, a Prefeitura de São João do Piauí, em parceria com Ministério da Saúde, dará continuidade à campanha de vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV) para meninas de 9 a 13 anos de idade.

A secretária municipal de Saúde, Vanessa Barbosa, enfatiza que a campanha será ampliada no município. “A partir deste ano, a vacina também será ofertada para as mulheres de 14 a 26 anos, que são portadoras do vírus HIV-Aids. Essa categoria foi incorporada como prioritária, considerando que as complicações decorrentes do HPV ocorrem com mais frequência em pacientes com HIV”, ressalta Vanessa Barbosa.

Inicialmente, a campanha de vacinação estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde do município, além de algumas escolas em dias específicos.

Confira a data e as primeiras escolas confirmadas para a campanha de vacinação:

24.03 – Terça-feira
8h-12h – Unidade Escolar Dirceu Arcoverde
 
25.03 – Quarta-feira
8h-12h - Cooperativa Educacional Frei Henrique
 
27.03 – Sexta-feira
8h-12h - Unidade Escolar Salomão Carvalho

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Conselho Tutelar é contemplado com a entrega de equipamentos

O município de São João do Piauí, localizado a 480 km de Teresina, foi contemplado com um carro e novos equipamentos para o Conselho Tutelar da cidade. A solenidade de entrega ocorreu nesta quinta-feira (19), no Palácio de Karnak, e contou com a presença do governador do Estado, Wellington Dias, e da ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Ideli Salvatti.

“Esses equipamentos- adquiridos por meio do Programa de Equipagem dos Conselhos Tutelares, vinculado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR)- garantem aos conselhos tutelares condições adequadas de funcionamento e permitem que sua atuação seja mais eficaz”, disse a ministra.

Foram entregues um automóvel, cinco computadores, uma impressora multifuncional, um refrigerador e um bebedouro. Os equipamentos têm valor estimado em R$ 60 mil.

“O carro e os equipamentos que recebemos hoje para o Conselho Tutelar se somam aos investimentos que nossa administração vem fazendo para que crianças e adolescentes sejam atendidos com dignidade”, disse o prefeito Gil Carlos Modesto.

A conselheira tutelar de São João do Piauí, Maristela Costa, destacou a importância dos equipamentos para o desenvolvimento do trabalho da equipe no município. “Estamos bastante satisfeitos com a chegada do carro e dos equipamentos. Nosso trabalho será facilitado e poderemos atender mais crianças e adolescentes”, comemora Maristela.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), São João do Piauí tem cerca de 6.700 habitantes entre zero e 17 anos de idade, principal faixa etária de atendimento dos Conselhos Tutelares.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

São João do Piauí ganha Sala do Empreendedor para impulsionar os pequenos negócios

A cidade de São João do Piauí agora conta com uma Sala do Empreendedor. O novo espaço, situado no Departamento de Arrecadação de Tributos, na Rua Sabino Paulo Nº 760 - Centro, objetiva impulsionar os pequenos negócios no município, foi construído pela Prefeitura, em parceira com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A solenidade de inauguração ocorreu na última sexta-feira (6).

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto, destacou a importância da sala para o município. “O espaço foi desenvolvido pelo projeto Desenvolvimento Econômico Territorial e visa fortalecer as atividades produtivas que possam gerar emprego e renda à população e dinamizar a economia”, frisou o prefeito.

Gil Carlos ressaltou, ainda, a implantação da Lei Municipal das Micro e Pequenas Empresas em 2014 pela prefeitura. “Dentre os benefícios com a implantação da lei estão a nomeação de Agentes de Desenvolvimento Local, a desburocratização na abertura de novas empresas”, enfatiza.

O município conta, atualmente, com dois agentes de desenvolvimento local: Arnaldo Cicero de Nobreza e Ilzeni Oliveira da Luz, nomeados por portaria municipal para atender os empreendedores locais incentivar no desenvolvimento econômico da cidade.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Prefeito cobra liberação de recursos para compra de ambulâncias para hospital

 

O prefeito Gil Carlos Modesto cobrou a liberação dos recursos para a aquisição de duas ambulâncias para o Hospital Estadual Teresinha Nunes de Barros, em São João do Piauí. A reunião contou com a participação da diretora do centro de saúde, Maria Santana de Andrade, o secretário estadual de Saúde, Francisco Costa e o deputado estadual Fábio Novo (PT).

De acordo com Gil Carlos, duas emendas foram destinadas para aquisição de ambulâncias para a cidade.  Uma da deputada estadual Rejane Dias (PT), no valor de R$ 300 mil - também para compra de equipamentos para o centro de saúde – e outra do deputado estadual Fábio Novo, no valor de R$ 120 mil.

“Nossa cidade fica a 480 km distante de Teresina e, nos casos de média e alta complexidades, ainda não temos estrutura suficiente no hospital para o atendimento. Esses recursos são de suma importância, por isso pedimos a máxima urgência na liberação desses recursos, principalmente na emenda da deputada Rejane Dias, que já está empenhada, apenas aguardando a liberação”, frisa Gil Carlos.

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Projeto garante que bebês saiam da maternidade com registro de nascimento

A maternidade Mãe Elisa, em São João do Piauí, registra de três a cinco crianças por dia. Marlon Andrade explica que os índices são reflexos do projeto 'Registrar'- desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com a Corregedoria do Tribunal de Justiça e Ministério Público do Piauí- implementado na cidade há dois anos e que garante que os pais saiam da maternidade já com a certidão de nascimento do filho. 

“Antes do projeto, muitas famílias passavam meses para registarem seus filhos e acabavam perdendo alguns benefícios importantes do governo, como o auxílio-maternidade. Com a implantação do projeto Registrar, desafogamos os cartórios da cidade e facilitamos a vida das famílias, que têm o registro de seus filhos logo após o nascimento da criança”, Andrade, coordenador do projeto na cidade.

Além de São João do Piauí, o 'Registrar' atende a população de mais quatro municípios da região: Canto do Buriti, João Costa, Simplício Mendes e alguns povoados de São Raimundo Nonato.

“Montamos uma sala com a estrutura adequada dentro da maternidade e os demais órgãos envolvidos no projeto também deram sua parcela de contribuição para a concepção da iniciativa", reitera o prefeito Gil Carlos Modesto.

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

São João do Piauí reforma escolas municipais para início do ano letivo

  • Divulgação
  • Divulgação
  • Divulgação
  • Divulgação
  • Divulgação

Com serviços de pintura, acabamento e troca de mobiliário escolar, a Prefeitura de São João do Piauí reformou todas as escolas da rede municipal de ensino para o ano letivo de 2015, que começa nesta segunda-feira (23). A rede é formada por seis escolas na zona Urbana e 11 na zona Rural.

O secretário municipal de Educação, Welles Ferreira, enfatiza que as ações foram realizadas com o repasse individual de verbas executoras para as unidades de ensino.   

“São recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, o FNDE, que auxiliam as escolas em pequenas obras, como pintura, limpeza e troca de mobiliário”, afirma.

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto, fala da importância de salas estruturadas no aprendizado dos alunos.

“Os estudantes precisam de estrutura adequada nas escolas para que o aprendizado seja efetivo. Com muito trabalho e organização, conseguimos pôr tudo em ordem nas escolas municipais e temos boas expectativas para o ano letivo de 2015”, conclui Gil Carlos.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Incêndio destrói livros e materiais escolares em ginásio poliesportivo

Um incêndio em um ginásio poliesportivo assustou moradores do bairro Piçarra, município de São João do Piauí, a 486 km de Teresina. As obras do espaço esportivo foram concluídas na gestão anterior ao atual prefeito Gil Carlos, mas o prédio nunca foi inaugurado e serve como depósito de materiais escolares. 

As chamas destruíram livros, computadores velhos e aparelhos de televisão entre outros equipamentos de escritório. Servidores municipais e policiais militares ainda tentaram apagar o fogo que só foi controlado com a água de um caminhão-pipa. 

Fotos: Jr Lopes/ Portalsanjoanense

 

De acordo com informações colhidas no local, o prédio não tem instalação elétrica e o incêndio pode ter sido criminoso. Vizinhos informaram, inclusive, que avistaram crianças escalando as paredes do prédio. Esta não seria a primeira vez que o prédio é invadido. 

O caso ocorreu na última quarta-feira (18) e até o momento não foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de São João do Piauí. O secretário municipal de Esporte e Lazer, Tito Lívio Dias, informou que apesar da conclusão das obras, o ginásio poliesportivo não foi inaugurado devido a um impedimento judicial e o material escolar armazenado no local seria antigo. 

 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Empresário da construção civil é indiciado por furto de cheques e estelionato

Um empresário do ramo da construção civil e a esposa foram indiciados pelo crime de estelionato no município de São João do Piauí, a 486 km de Teresina. O inquérito policial foi concluído pela Polícia Civil após dois anos de investigação. As vítimas eram empresários do mesmo setor e em um dos casos, o casal teria tentado aplicar golpe de mais de R$ 10 mil. 

O Delegado Regional Rodrigo Morais explica que o acusado subtraia cheques da empresa de um amigo, a qual trabalhava como parceiro. A servidora municipal participaria do esquema assinando os talões bancários. 

"O indiciado, aproveitando-se do vínculo estreito de amizade com o titular de uma outra empresa subtraiu talões de cheques e passou a emitir cártulas assinadas pela sua esposa. Um destes cheques foi utilizado em um posto de combustíveis na cidade de Capitão Gervásio Oliveira. Ele era amigo da vítima e trabalhavam na mesma empresa. Não eram sócios, mas parceiros de negócios", reitera.

O delegado explica ainda que, neste caso, a vítima e amigo do indiciado ainda registrou Boletim de Ocorrência notificando o furto de talões de cheques da empresa."Ele registrou BO sem saber da autoria dos fatos e só não teve prejuízo porque sustou os cheques", disse Morais. 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o caso foi descoberto após tentativa do casal em aplicar golpe em outro empresário também do ramo da construção civil. "Eles agiam sempre da mesma forma. Em outro caso tentaram passar três cheques que correspondiam a um valor total de R$ 10.785 também assinados pela esposa do empresário, mas foram descobertos", disse Rodrigo Morais.  

O acusado deverá responder pelos crimes de furto qualificado com abuso de confiança (dois a oito anos de prisão) e estelionato (um a cinco anos de prisão); A esposa e servidora municipal deverá responder por estelionato (um a cinco anos de prisão). 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores