Cidadeverde.com

Filme que resgata memórias de Niède Guidón começa a ser rodado em maio

A história de uma vida de dedicação de Niède Guidón e sua equipe ao berço do Homem Americano vai ganhar as telas de cinema de todo o mundo. O longa metragem Niède Guidon - Memórias da vida do cineasta Tiago Tambelli está confirmado para iniciar as gravações em maio no Píauí. A produção é da piauiense B & T Áudiovisual em coprodução com a Lente Viva Filmes.O filme documental vai expor o trabalho de preservação da fauna, flora e sítios arqueológicos, e como tudo isso transformou a vida da população de São Raimundo Nonato, e de toda a região que compõe o parque.  A previsão de lançamento é o segundo semestre de 2018.

O Governo do Piauí será um dos patrocinadores majoritários do documentário com cerca de 35% dos recursos previstos para a realização do filme. Em contra-partida a produção do filme doará 20% de toda a receita gerada com a comercialização da película para a Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham). A verba já tem destino certo e será usada para a revitalização do Sítio Arqueológico da “Toca do Salitre” e outras pesquisas realizadas no Parque.

Serão distribuídos ainda dois mil exemplares do filme em bibliotecas e escolas da Rede Estadual do Piauí, além de exibições públicas e palestras com equipe do filme e da Fundham em escolas da rede pública do Estado do Piauí.

O acerto foi definido nesta terça-feira (21) em reunião no Palácio de Karnak com o governador Wellington Dias, a vice-governadora Margarete Coelho, o secretário Estadual de Cultura, Fábio Novo, o secretário Estadual de Turismo Flávio Nogueira Júnior,  o Coordenador de Comunicação João Rodrigues e a produtora piauiense B&T Audiovisual, proponente do projeto.

"No começo de 2016 foi feita uma grande pesquisa. O diretor Tiago Tambelli veio com três produtores daqui Márcio Bigly, Bárbara Nepomuceno e André Pessoa, para dar andamento ao roteiro que foi construído junto da arqueólogo que cedeu um vasto acervo de imagens e relatos inéditos para o filme. O projeto já foi aprovado pela ANCINE", acrescentou  a produtora Talyta Magno.

Para o governador Wellington Dias, o projeto vai documentar e divulgar ainda mais o Parque Nacional Serra da Capivara e as pessoas que o constroem, projetando ainda mais a reserva e a importância de suas riquezas para a história do Homem Americano e da humanidade.

“O filme tem como mérito fazer a arqueologia brasileira ganhar visibilidade colocando no cenário mundial uma região do Brasil, no Piauí, que é a Serra da Capivara. Também me anima o fato de isso estar integrado com a história dos nativos, das descobertas da arqueologia, ou seja, conhecer mais, através de uma linguagem cinematográfica que atinge mais rápido a população”, pontuou Dias.

O cineasta Tiago Tambelli acrescenta que a narrativa vai mostrar os fascínios da Serra da Capivara através da história de Niède. "Através dela, vamos apresentar a cultura do povo do Piauí, as belezas da Serra da Capivara, as pinturas rupestres e vamos revelar também a história de vida de uma mulher extremamente fascinante”, conclui o cineasta.

Assista ao teaser:

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Relato de bebê que acordou de coma pode ser 1º milagre de Dom Inocêncio


Relato de bebê que acordou de coma após cinco dias será investigado pelo Vaticano

Histórias de devoção a Dom Inocêncio - padre que fez história no sertão do Piauí - se acumulam nas ruas de São Raimundo Nonato, município 517 km ao Sul de Teresina. Mas, entre os milhares de relatos, o caso de um recém-nascido que acordou após cinco dias em coma e já sem temperatura corporal tem atraído atenção especial da equipe do Vaticano responsável pela coleta de informações para o processo de beatificação de Dom Inocêncio.

Frei Rogério Soares, veio de Brasília para o Piauí, onde acompanha de perto as etapas do processo desenvolvidas no Estado. O pároco é provincial da mesma ordem a qual pertenceu o Servo de Deus - como Dom Inocêncio passa a ser chamado durante o processo - a Ordem Mercedária do Brasil. O frei explica que após a exumação, realizada na última semana, a equipe agora colhe os depoimentos da comunidade que serão anexados ao 'Libelo' - documento que será produzido com todas as informações do processo, que será enviado para o vaticano. 

"Nós já temos notícia de vários pequenos milagres mas tem um que está nos interessando em especial. É o de uma criança que nasceu de forma prematura e os médicos deram um diagnóstico de óbito, que ele não resistiria  e a família rezou a Dom Inocêncio e a criança se salvou e a mãe também. Nós estamos interessados em investigá-lo", relatou.

Uma história de fé

O caso envolveu uma sobrinha da dona de casa, Maria do Socorro Ribeiro, 47 anos . Socorrinha, como é conhecida conta ao Cidadeverde.com que a sobrinha grávida de sete meses caiu de moto e após vários dias de sangramento seguidos foi transferida para um hospital de Teresina. O caso aconteceu em outubro de 2016.

"No dia 30 de outubro minha sobrinha foi levada para Teresina. Eles não podiam fazer o parto, que foi induzido por medicação. Após 48h em trabalho de parto ela conseguiu ter o bebê que nasceu pesando 1 kg e 550 gramas e apenas 35 cm. Nos três primeiros dias após o parto ela se recuperou bem e o bebê esteve normal. As notícias eram muito boas. Porém no terceiro dia de vida do bebê ele começou a ter vômito e chegou a ficar em coma", contou.

Perto de completar cinco dias em coma, a equipe médica já informava que o bebê já não possuía mais temperatura corporal nenhuma e estava prestes a atestar o óbito. Foi aí que Maria decidiu pedir de forma especial a Dom Inocêncio um milagre que salvasse o filho da sobrinha. Sozinha em um cômodo de sua casa em São Raimundo Nonato, ela fez uma prece que para a família, salvou o bebê.

"Senhor eu sei que eu não mereço receber essa graça, mas eu te peço pelos méritos do teu servo que acaba de chegar ao mundo que ajude esse bebê. E logo depois disso eu saí, fui fazer um trabalho comunitário e relatei pra eles o caso do bebê  - ele já estava há cinco dias sem alimento, e em coma e os médicos dizendo que as possibilidades eram mínimas e simplesmente ele voltou a viver. No dia seguinte ele passou a se alimentar com 2ml de leite - agora ele vai para semi-intensiva e depois para o berçário, mas a recuperação foi tão rápida que ele foi direto para lá. Hoje o bebê com três meses está saudável e a coisa mais fofa desse mundo", contou emocionada a fiel.

A devoção a Dom Inocêncio é uma 'herança' familiar da dona de casa, que relata que seus avós conviveram com o padre e lhe passaram o testemunho de uma vida de santidade. Por enquanto a emocionante história do bebê é somente um testemunho da fé particular de Maria do Socorro, mas em um futuro próximo, a história pode ser considerada o primeiro milagre do Servo de Deus. "Vamos esperar que a igreja avance. Para mim isso foi uma graça que recebi. O que minha fé me diz é que foi milagre, mas se o Vaticano reconhecerá isso é outra coisa. Não queremos nos antecipar. Por isso não passamos mais detalhes sobre isso", pontuou.


Frei Rogério (de branco ao centro), acompanha a exumação do corpo de Dom Inocêncio no Piauí

Investigação

Frei Rogério explica que o processo de investigação partirá de um laudo que será pedido ao médico que prestou atendimento ao bebê para que ele seja analisado pela equipe médica do vaticano. "Quando não há explicação médica para uma cura, pode-se comprovar uma intervenção divina e só então pode ser reconhecido o milagre", acrescentou. Para ser beatificado, um milagre reconhecido é o suficiente e para uma futura canonização são necessários três milagres.

O processo pode durar até dois anos e meio, e enquanto o resultado não sai, resta a dona de casa a emoção de saber que seu relato pode contribuir muito para perpetuar uma devoção que já é presente em toda a região. "Olha se eu disser que me sinto apenas feliz é pouco, porquê transcende a isso e tudo que vem para honra e glória de Deus traz muita alegria. Mas independente da beatificação Dom Inocêncio sempre foi e sempre será santo para mim", finalizou.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Ônibus com 50 passageiros que saiu do Piauí tomba na BR-020


Ônibus tomba na BR-020, próximo a Formosa, em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Um ônibus que fazia o transporte interestadual de passageiros tombou neste domingo (5) na BR-020, próximo a Formosa, no Entorno do Distrito Federal. O veículo, que transportava 50 pessoas, saiu de São Raimundo Nonato, no Piauí, com destino a Brasília. 

O motorista disse ao Corpo de Bombeiros que perdeu o controle após desviar de carro. Apenas uma pessoa ficou ferida no acidente. 

Ele também explicou que seguia pela rodovia quando um veículo saiu de maneira imprudente de um posto de combustíveis e, ao tentar desviar, perdeu a estabilidade e tombou às margens da BR. 

Logo após o acidente, outro ônibus da mesma empresa passou pelo local e transportou os passageiros que não tiveram ferimentos até um ponto de apoio em Vila Boa.  Já o passageiro que teve escoriações foi socorrido e levado para o Hospital Municipal de Formosa.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 
Com informações do G1 de Goias
 

São Raimundo Nonato receberá "Presidência Itinerante" da OAB

Com o intuito de aproximar e democratizar a gestão da entidade, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, promoverá nos dias 08, 09 e 10 de fevereiro o projeto “Presidência Itinerante” na Subseção de São Raimundo Nonato. Durante os três dias, diretores e conselheiros percorrerão ainda as cidades de São João do Piauí, Caracol, Canto do Buriti e Anísio de Abreu.

O presidente da OAB-PI, Chico Lucas, afirma que o objetivo é levar a gestão para perto do advogado piauiense. “Iremos possibilitar que os advogados que militam na região de São Raimundo Nonato tenham voz e vez, participando diretamente da gestão da Ordem e apresentando suas reivindicações e sugestões de melhorias”, assegurou.
Para Alexandre Cerqueira, presidente da Subseção de São Raimundo Nonato, a Presidência Itinerante é importante porque “mostra aos advogados que a OAB está fazendo um trabalho descentralizado, no sentido de dar autonomia aos presentes e às Subseções”. “É um evento muito importante na medida em que possibilita ao presidente ter contato com os advogados do interior e suas dificuldades, bem como dá oportunidade aos advogados de colocarem os problemas enfrentados pela advocacia diretamente ao nosso presidente”, afirmou.

A programação contará com visitas à magistratura local e atendimento aos advogados nas cidades que serão visitadas, além da inauguração da Sala dos Advogados no Fórum de São João do Piauí, que homenageia o advogado Celso Pereira Paulo (in memoriam).

De acordo com o presidente Alexandre Cerqueira, as Comarcas São João do Piauí, Caracol, Canto do Buriti e Anísio de Abreu foram escolhidas por serem as mais distantes da capital dentro da jurisdição da Subseção. “Cada advogado terá a oportunidade de ter um contato direito e apresentar seus elogios e sugestões à diretoria da Ordem”, finalizou.
Também estarão presentes representantes da Escola Superior de Advocacia, Caixa de Assistência dos Advogados, Tribunal de Ética e Disciplina e Comissões de Defesa das Prerrogativas da Ordem.
 
Dia 08/02
08h - Visita à FUMDHAM
09h - Visita ao Fórum de SRN e posse do representante da ESA-PI
10h - Visita à Justiça Federal
11h - Visita à Casa de Detenção
12h30 - Almoço
14h30 - Visita à Justiça do Trabalho e Homenagem ao Juiz Thiago Spode
17h - Doação Terreno - Sede OAB
20h - Jantar
-------------------------------------
Dia 09/02
09h - Inauguração da Sala do JECC de São João
11h – Visita ao Fórum de São João
12h – Almoço São João
14h - Canto do Buriti
15h - Visita ao Fórum de Canto do Buriti - Reunião com o Juiz e Advogados
19h - Jantar Canto do Buriti
--------------------------------------
Dia 10/02
08h - Visita ao Fórum de Anísio de Abreu
09h - Visita ao Fórum de Caracol e Reunião com Advogados
12h - Almoço Caracol

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

Equipe do Vaticano analisa garrafa de água achada com corpo de Dom Inocêncio

Foto: Cidadeverde.com

Equipe do Vaticano realiza exumação do corpo de Dom Inocêncio Lopez Santa Maria

Após a exumação do corpo de Dom Inocêncio Lopez Santa Maria, a equipe do Vaticano analisa agora uma garrafa encontrada com o corpo do pároco que chamou a atenção da equipe. De acordo com o frei Rogério Soares, provincial da Ordem Mercedária do Brasil, que trabalha na colheita de dados, o fato curioso é que a garrafa deveria guardar uma ata do sepultamento de Dom Inocêncio, porém dentro do recipiente só havia água.

"Nós sabíamos que junto com o corpo dele havia uma garrafa com a ata do sepultamento, porém nós encontramos ela cheia de água e sem o documento. Não temos noção do que aconteceu com esse papel, se foi extraviado, ou se decompôs. Não podemos dizer a princípio se é um milagre do santo mas ela será mantida no memorial como um objeto sacro porquê esteve enterrada junto com ele", explicou o frei.

Entre os objetos encontrados com o corpo do Servo de Deus, como são chamados os religiosos que passam pelo processo de beatificação, foram achados o anel usado por Dom Inocêncio e um solidéu, que fica sobre a cabeça dos bispos. "São quase 59 anos que ele está enterrado e os ossos estão extremamente bem conservados. O crânio, a arcada dentária e as sobrancelhas estão intactas.", acrescentou Frei Rogério.

A equipe agora iniciou a coleta de relatos sobre os possíveis milagres realizados por Dom Inocêncio na região. Há um registro que o primeiro milagre envolva um bebê e uma mãe prematura que conseguiram se salvar, porém um laudo médico será enviado para o vaticano que irá investigar detalhadamente.

"Para ser beatificado, um milagre é o suficiente e para canonizar são necessários três milagres. Já temos notícia de vários pequenos milagres. A população tem muita fé em Dom Inocêncio e ele foi enterrado como santo, por isso os padres da época decidiram enterrá-lo com o documento na garrafa", explicou.

O corpo de Dom Inocêncio será exibido publicamente durante uma missa no próximo dia 7 de fevereiro na Igreja Catedral de São Raimundo Nonato, e só após a exibição serão divulgadas suas imagens. Moradores da cidade chegaram a realizar uma vigília de orações e preces ao redor da imagem de Dom Inocêncio no dia em que foi realizada a exumação.

Após a celebração, os restos mortais serão depositados em uma urna, que está sendo confeccionada na cidade.

Foto: Cidadeverde.com

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Equipe do Vaticano chega ao Piauí e inicia exumação do corpo de Dom Inocêncio

Uma equipe especial do Vaticano está na Diocese de São Raimundo Nonato e realiza desde ontem (01) o serviço de exumação dos restos mortais de Dom Inocêncio Lopez Santamaria. O corpo está no interior da Igreja Catedral do município a 517 km da capital. O trabalho faz parte do processo autorizado pelo Papa Francisco para a Causa da Canonização e Beatificação do padre.
 
De acordo com Frei Rogério Soares, provincial da Ordem Mercedária do Brasil, o corpo foi encontrado em bom estado de conservação e será exposto no próximo dia 7 de fevereiro durante uma missa na Igreja Catedral.   “Encontramos o corpo em bom estado de conservação, inclusive, com sobrancelhas, anel, o solidéu. Está sendo feito um procedimento para que esses ossos sejam colocados numa urna, para visitação dentro da Igreja Catedral” informou.
 
O fato impressiona pois Dom Inocêncio faleceu em 9 de março de 1958, com 83 anos de idade, ou seja, o corpo do pároco já está enterrado há 59 anos.
 
Segundo o religioso, junto aos ossos exumados será colocado um tecido, pois quando ocorrer a canonização, esse tecido será retirado e se tornará uma relíquia do Santo. A próxima etapa do processo será a coleta de testemunhos. Frei Rogério convoca os fieis para comparecerem na igreja nesta sexta-feira (03), onde serão ouvidos pela equipe do Vaticano. “A partir de amanhã, sexta-feira, as pessoas podem se dirigir ao Centro Diocesano, para dar testemunho, o que viu e ouviu sobre Dom Inocêncio” convidou.
 
Frei Rogério explica que quando a Igreja Católica autoriza uma investigação sobre a vida de um religioso ou religiosa, o mesmo passa a ser chamado Servo de Deus., como é o caso de Dom Inocêncio. A igreja já realizou um estudo e constatou que o processo de beatificação do religioso pode ser feita.
 
Após a coleta de testemunhos, a comissão histórica começará as pesquisas e estudos para levantar os dados biográficos e históricos que servirão para desenvolver um 'libelo' - documento que contém todo o processo que será enviado para o vaticano.  O processo pode durar até dois anos e meio, quando será fechado e enviado.

 


À missa de exposição do corpo de Dom Inocêncio acontece as 19h30 do próximo dia 7 de fevereiro. Após a celebração, os restos mortais serão depositados em uma urna, que está sendo confeccionada na cidade.
 
Rayldo Pereira 
rayldopereira@cidadeverde.com

Coronel José Dias vai ganhar o Museu da Natureza planejado por Niède Guidon

  • BNDS10.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS9.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS8.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS6.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS5.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS4.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS3.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS2.jpg Benonias Cardoso
  • BNDS1.jpg Benonias Cardoso

Técnicos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) estão em São Raimundo Nonato participando de reuniões para a criação do Museu da Natureza, um dos projetos idealizado pela arqueóloga Niède Guidon. Com projeto arquitetônico arrojado, a obra é avaliada em R$ 13 milhões. Os técnicos estiveram reunidos com Niède Guidon e a vice-governadora Margarete Coelho. 

O Museu da Natureza vai abrigar desde a natureza de 400 milhões de anos até os dias atuais. Começará a partir do fundo do mar, plantas e animais até o que temos hoje que é a caatinga. 

É uma proposta da Fumdham (Fundação Museu do Homem Americano) em parceria com a AD Arquitetura. Serão 4 mil m² de área construída dentro da área do parque, com visão para um dos atrativos locais, a Pedra Furada – formação rochosa com furo e, sob ela, um auditório onde a Fundham promoverá eventos culturais.

Estão no Piauí, Fabrício Brollo, gerente responsável pelo projeto do Museu da Natureza e Renata Del Vecchio, do departamento de economia da cultura do BNDES. 

Fabricio Brollo, gerente responsável pelo projeto do Museu da Natureza, destacou a importância da união de forças para o novo projeto. 

“Sem o parque não há o que se falar sobre os outros equipamentos culturais, isso é o primeiro ponto. Em relação ao Museu da Natureza, o BNDS liberou R$ 450 mil para a elaboração do projeto executivo, isso já aconteceu e o projeto já está pronto. Com base nas reuniões aqui a equipe técnica volta para ver se tem todos os elementos para iniciar a liberação dos recursos e a implantação do museu”, afirmou o gerente Fabrício Brollo.

Ele ressaltou que a reunião é para pactuar as informações necessárias para que o novo instrumento cultural seja inserido no Parque Nacional Serra da Capivara produzindo as sinergias entre eles. 

O gerente destacou que é essencial a união de esforços entre os governos Federal – Iphan, ICMbio, Ministério da Cultura – governo do Estado, prefeito e Fundação Museu do Homem Americano.

Foto: Benonas Cardoso

Exigem a homologação do aeroporto

Uma das exigências do BNDES foi à homologação do aeroporto de São Raimundo Nonato. O aeroporto precisa agora receber voos comerciais.

“Quanto for mais fácil para o turista acessar a região maior vai ser a atração para o Parque e para o Museu. Entendemos que o aeroporto é um fator essencial e ficou a necessidade de se conseguir a homologação do aeroporto, coisa que já foi superado”, disse o gerente.

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Aeroporto de São Raimundo Nonato conta com rede de internet do Piauí Conectado

Resultado de imagem para aeroporto de são raimundo nonato + cidadeverde

O aeroporto de São Raimundo Nonato, através do Governo do Piauí, disponibiliza internet livre para turistas, viajantes e piauienses que se deslocam àquele destino histórico. Nesta quinta-feira (26), uma equipe da Agência de Tecnologia da Informação – ATI, pasta responsável pelo Piauí Conectado, projeto que leva wifi a espaços públicos, esteve no município para verificar as instalações e o funcionamento da rede de internet. 

“O aeroporto tem vôo regulares nos dias de segunda e quinta-feira e é atendido pela empresa Piquiatuba, que disponibiliza vôo vindo de Teresina pela manhã e retornando no mesmo dia com escala em Picos”, conta o diretor-geral da ATI, Avelyno Medeiros. 

 Os pontos de wifi livre do Piauí Conectado devem ser ampliados já nos próximos meses, de acordo com o gestor. “Antes de instalarmos a rede de internet do governo aqui, os passageiros tinham dificuldade até mesmo para fazer check in, então tivemos notícia de que durante evento com o Ministro da Cultura, Roberto Freire, e presença da imprensa, mesmo com tanta gente, todos conseguiram utilizar internet, enviar arquivos, imagens para fazer matérias, tanto a equipe do ministro como a do governo conseguiu usar a internet satisfatoriamente”, disse. 

Os vôos para São Raimundo Nonato podem ser pesquisados através do seguinte endereço eletrônico: http://piquiatuba.ttinteractive.com.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Ministro da Cultura chega ao Piauí para assinar gestão compartilhada na Serra da Capivara

Fotos: Benonias Cardoso

O ministro da Cultura, Roberto Freire, já se encontra em São Raimundo Nonato e foi recepcionado pela arqueóloga Niède Guidon e pela vice-governadora Margarete Coelho. 

O ministro desembargou no aeroporto da cidade por volta das 10h10. No Piauí, Roberto Freire vai visitar o Museu do Homem Americano, a Pedra Furada e assina termo de cooperação técnica para gestão compartilhada entre União, Estado e Município.

 

Atualizada às 12h20

O ministro da Cultura, Roberto Freire, estará em São Raimundo Nonato, nesta quarta-feira (25), realizar agenda oficial com o governador Wellington Dias e a vice-governadora Margarete Coelho. O objetivo dessa visita é dialogar sobre a importância da gestão compartilhada do Parque Nacional da Serra da Capivara. Na oportunidade, será assinada a minuta de acordo de cooperação para a gestão do Parque.

A gestão deve ser compartilhada entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); a Secretaria de Biodiversidade e Florestas o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); e a Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM).

Segundo Kátia Bogéa, presidente do Iphan, é um desafio montar uma gestão compartilhada onde se possam dividir as responsabilidades e somar os esforços em benefício do patrimônio mundial e de sua preservação, que é um dever de todos. 

“É um Parque natural, mas que tem um conjunto muito importante de patrimônio arqueológico, além de ser um patrimônio mundial, que envolve a responsabilidade de muitos. Estão chegando o ministro da Cultura, Roberto Freire e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus e representantes do BNDES, que vêm discutir sobre a implantação de um museu voltado para a natureza, ou seja, todos os equipamentos que busquem a melhor gestão do Parque para que possa atrair um número cada vez maior de visitantes", declarou.   

Para Niéde Guidon, arqueóloga e presidente da Fundham, a medida é vista como solução para evitar crise financeira do Parque. “Agora vamos organizar tudo para que juntos com o ICMbio, Iphan e a fundação possamos garantir a conservação desse patrimônio, sobretudo da manutenção dessa estrutura do parque, que é uma coisa única, considerada pela Unesco como uma das melhores", ressaltou. 

A arqueóloga acrescentou: "Juntos vamos lutar para a Serra da Capivara realmente chegar onde ela quer chegar, como atrativo turístico, e trazer recursos para a região para que não tenhamos mais essa situação de necessidades, da seca e falta de recursos, pois única esperança para essa região é a Serra da Capivara”, afirmou.

Já a vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho, pontua esse evento como um marco na gestão do Parque. “O Parque Nacional da Serra da Capivara é administrado pela Fundham através de um termo de parceria feito com o ICMBio, que é o órgão responsável pela gestão do local. Outros parceiros têm intervido também na gestão como próprio Iphan e o governo do estado do Piauí, que são parcerias necessárias para que o Parque ganhe a importância que ele tem. Além disso, estamos trazendo também os municípios do entorno desse nosso patrimônio para essa discussão. Nós teremos aqui o governador Wellington Dias, o ministro da Cultura e todos os atores para discutir a consolidação do Parque”, pontuou.


Da redação 
redacao@cidadeverde.com

Gestão compartilhada do Parque Nacional da Serra da Capivara é tema de encontro

Inscrito pela Unesco como  Patrimônio Cultural da Humanidade, o Parque Nacional Serra da Capivara é foco da união de forças para a construção de uma gestão compartilhada entre o Governo Estadual, Federal e instituições. Em reunião no Palácio de Karnak, nesta segunda-feira (23), a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); Kátia  Bogéa se reunirá com a vice-governadora Margarete Coelho,  juntamente com o superintendente do Iphan-PI; Fábio José Lustosa, diretores e técnicos para a primeira reunião técnica.
 
A pauta dessa reunião tem como um dos objetivos contextualizar o processo de elaboração para a minuta de Acordo de Cooperação para gestão compartilhada do Parque Nacional da Serra da Capivara,  prospecção de experiências para construção de instrumentos  de formalização de modelo de gestão a ser acordado. 

O Governo do Estado foi convidado para acompanhar as reuniões e visitas técnicas que ocorrerá entre os dias, 24 a 26 de janeiro, na cidade de São Raimundo Nonato. A  equipe do Iphan; Ministério da Cultura;   Ministério do Meio Ambiente, por meio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Secretaria de Biodiversidade e Florestas o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); e a Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM) participarão de mesas redondas e debates para compartilhar a compreensão do processo de criação e consolidação do Parque Nacional da Serra da Capivara.  Além disso, visitarão o Museu do Homem Americano, Centro Cultural Sérgio Motta e as unidades da Fundham.

 “Vamos participar desse encontro com toda a cúpula do Iphan, ICMbio, Ministério da Cultura e o BNDEs, que vem criar um novo compartilhamento na gestão do Parque Nacional da Serra da Capivara para evitar possíveis crises, principalmente financeiras e para ultimarmos as providencias para iniciar a construção de mais um museu no entorno do parque, o Museu da Natureza”, disse.

A vice-governadora ainda acrescentou a importância dos municípios do entorno do parque participarem do debate e buscar parcerias com eles. “A participação de todos os atores é muito importante, pois os municípios poderão desenvolver campanhas incentivando o turismo local, além de levar seus alunos e escolas para aulas de campo no parque ou desenvolverem outros projetos que julguem interessantes e que façam com que a população local não só conheça o Parque, mas se sinta pertencente a ele”, pontuo.

Fonte: Ccom
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores