Cidadeverde.com
Suzane Jales

Atitudes que controlam a ansiedade

Nesse artigo, fechamos o assunto sobre a ansiedade (até aparecerem novidades sobre o tema). Nele, quero compartilhar com você atitudes que ajudam a controlar esse mal do século e também mais uma técnica da PNL que vai lhe ajudar nessa tarefa.

Primeiro, veja algumas importantes atitudes que você pode implementar na sua vida:

  1. Estabelecer prioridades

Quantas vezes não tivemos a tendência de fazer tudo ao mesmo tempo como se as coisas tivessem a mesma importância? Pois é… Só que, com isso, existe a tendência de fazer algumas delas mal feitas, em função do tempo que tivemos para realizá-la. Outras, nem conseguimos fazer… O resultado é mais ansiedade.

Assim, avalie todas o que você tem para fazer e escolha as de maior importância para desenvolver primeiro. Isso vai lhe ajudar a organizar melhor seu dia.

  1. Treinar a sua assertividade

Essa eu aprendi há tempos: Em situações de pressão temos três escolhas de resposta/ação: a assertiva, a passiva e a agressiva. A resposta agressiva provoca a liberação de substâncias que fazem mal ao seu organismo. A passividade faz com que seu corpo retenha adrenalina, gerando dores musculares. Já expressar sua insatisfação de forma controlada, diminuirá as fontes de estresse e resolverá as situações com mais inteligência. Isso é ser assertivo.

É preciso treinar para ser assertivo. Vamos lá?

  1. Não alimentar sentimentos negativos

Ficar remoendo sentimentos negativos e fatos ruins que aconteceram pode nos levar ao ressentimento e isso leva ao estresse, além de ser uma fonte de doenças.

Tem uma técnica da PNL que é bem legal para nos ajudar nessa tarefa: Escolha uma lembrança que lhe faz sentir bem e guarde como uma “âncora” que você pode usar quando precisar… Assim, quando algum sentimento negativo chegar, procure desviar seu pensamento para  sua âncora e preencha sua mente com essa lembrança agradável.

Isso pode parecer difícil no começo, mas, com a prática, você vai notar que se tornará cada vez mais rápido e eficaz.

  1. Procurar ver a vida sob um ângulo mais positivo

Tem muita gente que só pensa nas possibilidades negativas em qualquer situação… Não se permita ser assim. Lembre-se que, para tudo, existem pelo menos duas possibilidades: o sucesso e o fracasso. Então, que tal focar no sucesso do que vai fazer?

Para isso, escolha sempre pensar primeiro nas possibilidades positivas de suas ações. Isso lhe fará ver o mundo com mais esperança.

É claro que isso não elimina o planejamento para se evitar as possibilidades de problemas que podem acontecer… mas o foco é sempre no sucesso, legal?

  1. Abandonar a ideia de perfeição

No Coaching, trabalhamos para que você despertar a melhor versão de si mesmo a cada novo desafio! Mas, muitas vezes, recebemos cobranças para sermos perfeitos… e parte dessa cobrança vem de nós mesmos. Só que a gente sabe que perfeição não existe.

Assim, quando há essa cobrança da perfeição, podemos nos sentir ansiosos, frustrados e culpados sempre que não a atingimos. E tudo isso é um grande veneno, que nós mesmos estamos fabricando e tomando.

Então, cobre-se menos e permita-se falhar.

  1. Procurar frequentar ambientes alegres e agradáveis

Pense um pouco: como você se sente em ambientes alegres e agradáveis? Isso lhe afeta positivamente seu estado interior?

Veja bem: você não precisa fugir dos lugares onde tem que estar, mas, sempre que puder escolher, vá a lugares que lhe tragam boas energias e algum tipo de motivação. Isso será como um remédio contra a ansiedade. Simples assim!

  1. Começar a observar as coisas boas ao seu redor

Há quanto tempo você não observa as coisas boas que tem ao seu redor? Há quanto tempo você não passeia na praia ou no campo, não assiste ao pôr do sol, não observa o céu, a lua e as estrelas?

Muitas vezes esquecemos de aproveitar essas coisas que temos à nossa volta e que possam nos inspirar a ter sensações positivas e agradáveis. Fazer isso vez por outra vai lhe ajudar a mandar a ansiedade bem pra longe…

  1. Sorrir e dar gargalhadas

Lembra da expressão “rir é o melhor remédio” da Reades’s Digest? Pois o Dr. Madan Kataria fundou na Índia o “Clube do Riso” e começou uma revolução de risos e gargalhadas que está se difundindo por todo o mundo.

É assim que ele definiu o seu método: “Em suma, o yoga do riso é uma combinação de autoindução de riso, exercícios de yoga, respiração e exercícios de alongamento. Com um pouco de diversão se transformam em riso verdadeiro. O nosso corpo produz uma resposta semelhante à que temos de riso espontâneo”.

Então, que tal sorrir e dar gargalhada mais vezes? Eu, por exemplo, assisto pelo menos uma comédia por semana. Amo!

Ah, isso não vai mudar radicalmente a sua vida, mas, sem dúvida, ela lhe parecerá muito melhor, mais leve e sem alto grau de ansiedade.

  1. Meditar regularmente

Quem medita de forma regular, lida melhor com a ansiedade e o estresse do dia a dia, dentre outras dezenas de benefícios.

Um estudo, feito em 2014, na Universidade Johns Hopkins, Estados Unidos, foi mais um a dar aval científico à pratica da meditação: de acordo com o trabalho, meditar durante 30 minutos todos os dias ajuda a aliviar sintomas da ansiedade, depressão e dores crônicas.

Veja aqui um passo a passo para quem ainda não sabe/não consegue meditar:

  1. Sente-se no chão com a coluna ereta pois assim irá respirar melhor. Se conseguir, cruze as penas. Mas o importante é que você fique tranquila. Se o seu corpo ficar calmo, sua mente também ficará.
  2. Coloque uma mão em cima da outra, com as palmas para cima e os polegares unidos. Você ficará mais receptiva e aberta a energias positivas.
  3. Mantenha os olhos semicerrados (não freche completamente) e voltados para baixo, fixo em um ponto. Isso irá ajudá-la a fugir dos problemas e livrar seus pensamentos do que a está preocupando.
  4. Estipule um tempo para meditar. Comece devagar (tipo 5 minutos, por exemplo) e, à medida que se sentir confortável, vá aumentando esse tempo.
  5. Comece a meditar observando a sua respiração. Assim, seus pensamentos se voltam para a respiração.
  6. Quando ficar inquieta, volte a observar a sua respiração. Assim, você acalma os pensamentos e esquece um pouco os problemas.
  7. Não “brigue” com o pensamento que surgir. Apenas não foque nele. Deixe que venha e que vá embora.
  8. Finalize a meditação unindo as mãos, como se fossem rezar, e ande lentamente em círculos. Isso ajuda a reforçar o foco nos seus objetivos imediatos.
  9. Por fim, agradeça pela meditação feita. Gratidão é tudo!

É importante criar o hábito de meditar todos os dias. Para isso, é preciso persistir. Esqueça essa história de 21 dias: é preciso 100 dias para criar um novo hábito.

Descobri isso ao fazer estudos para definir o tempo ideal do meu Programa de Coaching Online. Por isso ele tem um tempo mínimo de 100 dias.

………………

Agora, que tal fechar com mais uma técnica de Programação Neurolinguística para lhe ajudar no combate a ansiedade?

  1. Quando se sentir ansioso(a), vá para um local que tenha uma pia (banheiro, lavabo ou cozinha, por exemplo).
  2. Chegando lá, pare um pouco, observe a sua respiração e imagine toda a sua ansiedade como uma bola de energia à sua frente. Se possível, imagine uma cor, um formato e até um peso para essa energia.
  3. Estique os braços e pegue essa bola com suas mãos. Observe-a em suas mãos.
  4. Depois, lave as mãos com agua corrente e fria e sinta essa energia se desgrudando se sua mão.
  5. Visualize suas mãos limpas.
  6. Pode ser que, neste momento, ainda exista um pouco da energia e/ou que ela tenha mudado de cor, formato e peso. Neste caso, repita o exercício até que não sobre nada dela.
  7. Faça esse exercício quantas vezes forem necessárias até sentir que a sensação física de ansiedade tenha passado.

É isso!

Quando fizer o exercício, conte para mim como foi para você.

Beijos mil e até o próximo!

 

P.S.: Lembro que tenho um minicurso que custa só R$ 37,00 (que podem ser divididos em até 4X no cartão) e que ensina como combater a ansiedade usando a EFT (Emotional Freedom Techniques – técnica de libertação emocional). Uma técnica simples, que você já pode começar a fazer agora mesmo.

O curso é 100% online: São dois vídeos + áudio desses vídeos + Bônus: E-book Viva em Paz. Confira AQUI os detalhes.