Cidadeverde.com
Suzane Jales

O que é coaching?

Quem se der ao trabalho de procurar no Google o que é coaching vai encontrar cerca de2.850.000 resultados. Se a pesquisa for apenas com a palavra coaching, os resultados sobem para 60.000.000. Além disso, vai encontrar diversas definições: algumas maistécnicas; outras bem complexas; há as que pendem para o tipo praticado; e há aquelas que são simplórias demais para a magnitude que o processo é.


Eu gosto de descrições poéticas. A vida é sempre mais bonita sob o olhar da poesia... Então, para mim, coaching é a arte de realizar sonhos!

Mas, para quem gosta de algo mais específico, podemos dizer que coachingé uma atividade especializada que, através de metodologia própria e usando várias ferramentas (por exemplo, da PNL), contribui para o autoconhecimento, a identificação e o uso das próprias competências desenvolvidas, bem como o reconhecimento e a superação de nossas fragilidades, para que alcancemos nosso objetivo. Para tanto, ele trabalha a consciência, a responsabilidade e a autoconfiança. Tudo de maneira extremamente profissional e confidencial.

 

Ele não é terapia, consultoria especializada ou aconselhamento. O coach (profissional que realiza o trabalho) atua como um amigo que, questionando limites e crenças, apoia o coachee (cliente) para que ele encontre suas próprias respostas. O coach não julga, não condena e não direciona: auxilia o cliente a ter novas percepções, a descobrir novos caminhos, a desenvolver novas habilidades e planejar o que fazer.

 

E nisso está o grande mérito do coaching: você se conhece, sabe onde está (estado atual), define aonde quer ir (estado desejado) e traça estratégias e metas para conseguir alcançar seu objetivo.


Esse vídeo de animação dá uma ideia de como é o processo:



Assim, o coaching funciona como um processo da sabedoria interior e, a partir daí, o desenvolvimento começa a acontecer, identificando pontos a serem trabalhados, criando planos de ações e causando mudanças na mentalidade e no comportamento que resultam numa melhora de vida pessoal e profissional.

Nesse vídeo, João Luiz Cortez, trainer em cursos de formação em coaching da ICC – International Coaching Community – explica o processo:

Eu acho esse assunto fascinante. Ele dá margem para usar a imaginação... e deixa uma pergunta no ar: em que o processo de coaching pode me ser útil?

O início da jornada

Quero começar este blog confessando: desde cedo, sempre tive uma “queda” por assuntos ligados à espiritualidade e excelência humana. Por isso, é natural pensar que meu contato com o coaching foi uma “conspiração” do universo. Tudo começou quando Fernando Oliveira, superintendente do Teresina Shopping, que costumava nos instigar com perguntas, jogou uma delas no ar e me deixou intrigada: “Por que as pessoas erram?”.

 

Parti em busca de respostas totalmente descompromissadas e terminei encontrando um portal na internet que tinha como tema “Porque acertar é humano”: a Academia Novak. Enviei e-mail para o coach Aldo Novak colocando minhas indagações e, sinceramente, não estava acreditando muito que ele fosse me responder... eram milhares de assinantes e, com certeza, ele devia receber muitas correspondências. Mas, para minha surpresa, ele respondeu e me convidou para fazer parte da comunidade. Inscrevi-me e tornei-me fã de seus textos, enviados semanalmente por e-mail.

 

Um dia, um desses e-mails trazia a foto dele, em Machu Picchu, convidando-nos para a “Jornada Mágica – viajando pra fora, conhecendo por dentro”. E pode até parecer uma loucura, mas eu senti que aquela montanha estava me chamando... Preparei-me durante um ano – aprofundando estudos sobre como se deve fazer uma peregrinação – e fui!

 

Foram onze dias de viagem onde eu não apenas conheci a região de La Paz à Machu Picchu, mas também convivi com o Aldo Novak, que realizou conosco processos de coaching ao longo de todo o percurso, juntamente com o escritor e especialista na cultura peruana, Alcione Giacomitti, da Operadora Terra Inca, e o xamã Mário El Puma, que nos mostrava a visão espiritual em cada parada.

 

Essa viagem mudou minha vida e, a partir daí, decidi que eu seria coach. Ao chegar a Teresina, pesquisei, comprei livros e fiz um curso na Sociedade Latino Americana de Coach (SLAC), ministrado em São Paulo por Arline Davis, americana que mora e é destaque no Brasil. Tudo aconteceu sob a supervisão de Sulivan França, presidente da SLAC. Em outras oportunidades vou escrever detalhadamente sobre o processo de coaching, mas adianto que, para mim, é a arte de realizar sonhos.

 

Vi, então, que essa jornada é um caminho sem fim e sem volta: você sente a necessidade latente de não mais ficar parado... e eu segui meu instinto. Encontrei, também em São Paulo, uma dupla que se alinhava comigo no que diz respeito a valores, compromisso e interesse genuíno no outro: João Cortez e Nicolai Cursino, da Iluminatta Brasil. Com eles, aperfeiçoei uma ferramenta incrível, que potencializava todo o trabalho que eu pretendia fazer: a programação neurolinguística (PNL), que é o estudo de como o nosso sistema neurológico representa a realidade, de como percebemos e usamos isso através da linguagem e da comunicação não verbal e de como podemos organizar estas informações para atingir os resultados desejados. A PNL nos ensina a pensar sobre soluções. Tudo a ver com o coaching!

 

Durante o aprendizado de PNL, descobri o Eneagrama – Nicolai Cursino é uma fera na área – e que ele pode ser uma chave poderosa para a realização de mudanças... Foi outro grande encontro comigo mesma.

 

Por último, fui “apresentada” à hipnose ericksoniana que, através do transe hipnótico, tem como objetivo promover um estado psicológico especial no qual você pode reassociar e reconhecer suas complexidades interiores, utilizando suas próprias capacidades para manejá-las de acordo com sua experiência de vida... e me apaixonei. Nesse caminho, um dos maiores especialista do mundo, o americano Stephen Paul Adler, do ACT Institute, passou a ser meu mestre.

Passei a atender clientes nessa área de excelência humana e a fazer disso algo de fundamental importância para minha vida. 

Agora, quero compartilhar com vocês neste blog o que venho aprendendo. A ideia é que, através de textos, citações, fotos, vídeos, dicas, indicação de leitura e cursos, eu possa contribuir para que você olhe o seu caminho sob novas perspectivas e comece a trabalhar, de verdade, para conquistar seus sonhos.



Posts anteriores