Cidadeverde.com

O fim da verticalização

A emenda constitucional 52/2006 acabou a verticalização as eleições brasileiras. O parágrafo 1º do Artigo 17 da Constituição Federal deixa os partidos livres para os mais diversos cenários de coligações nos Estados, independentes das alianças nacionais. A regra  vale para a eleição de 2010.

Marcelo Castro no Senado?

Para o deputado federal Ciro Filho (PP-PI), Marcelo Castro seria forte numa disputa para o Senado Federal.  Dependendo da aliança política, o PMDB poderia, na avaliação de Ciro Filho, e emplacar um candidato forte para uma das vagas de senador. Já para governador, a situação é diferente, segundo o deputado do PP.

A união do PMDB

Até os pmdebistas da oposição acreditam na reunificação do partido caso lance candidato próprio a goverrnador em 2010. Essa é a condição do deputado federal Marcelo Castro para deixar o nome disponível  a uma candidatura majoritária em 2010.

Trabalho para Todos

Os coordenadores do programa Trabalho para Todos, realizado pela Secretaria Estadual do Trabalho e Empreendedorismo- Setre, através do Sistema Nacional de Emprego- Sine, está convocando todas as Pessoas com Deficiência (PCDs) já cadastradas no Programa para atualização de seus dados. Essa atualização, segundo a coordenação, é importante porque facilita a intermediação dos cadastrados com o mercado de trabalho.

Habitação

Foi realizada, no bairro Pindorama, cidade de Parnaíba, a solenidade de entrega das chaves de 76 casas populares dos conjuntos habitacionais Jardim Aeroporto e Alvorada.

Programa

As casas   fazem parte do Programa Federal Crédito Solidário e foram construídas pela Associação dos Amigos e Habitantes da Comunidade Pindorama – AAHCP. O presidente e o diretor da Associação, Paulo César e Sérgio Inácio, a deputada estadual Flora Izabel (PT), , fizeram a entrega das chaves.

A morte de Chagas Rodrigues

O ex-governador deixa uma notável trajetória   de atuação na política e de ações administrativas. Chagas Rodrigues soube representar o Estado com ética e compromisso. Entra para a história como exemplo a ser seguido.

Ação criminosa

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4501/08, do deputado federal Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), que torna crime a cobrança habitual para vigiar veículos estacionados em vias públicas, normalmente praticada por "flanelinhas".

Tramitação

O projeto será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de ir a Plenário.

A proposta

Pela proposta, a prática deve ser enquadrada no crime de extorsão indireta cuja pena prevista no Código Penal é detenção de um a três anos e multa. Segundo Biscaia, o objetivo da proposta é impedir que os motoristas tornem-se "reféns da ação injustificada e desordenada de guardadores clandestinos, conhecidos como flanelinhas, que controlam as vias públicas sem possuir qualquer autorização do poder público". O deputado lembra que as pessoas que se recusam a pagar as quantias exigidas, "têm seus veículos furtados, danificados ou sofrem agressões físicas".

 
 

Posts anteriores