Moda e design em destaque na Economia Criativa

Por Júnior Andrade (especial para o Teresina Criativa)
redacao@cidadeverde.com

Maihara Brandão é designer de joias (foto: arquivo pessoal)

Diante da crise econômica em que o Brasil vive, o mercado da moda e design, através da personalização e regionalização de produtos, está conseguindo driblar essa dificuldade e gerar renda de forma eficiente para jovens empreendedores piauienses.

Afinal, a moda desempenha papel importante na Economia Criativa: inovando, agregando valor aos negócios, gerando empregos, além de ressaltar a cultura.

Por Maihara Brandão (foto: arquivo pessoal)

Uma desses jovens que resolveu abrir o próprio negócio é a design de joias, Maihara Brandão, de 32 anos, é destaque aqui no Teresina Criativa. Aos 12 anos, ela já se encantava com o universo dos acessórios.

“Eu estudava no centro, e após a aula ia até as lojas que vendiam materiais para bijuterias. Corria para casa e montava a minha bancada de criação ali mesmo na mesa de estudo. No outro dia, levava para a escola e vendia para as colegas. Eu comecei a ter contato com o mundo das joias profissionalmente em 2008”, conta Maihara.

Também formada em Moda, ela se especializou em design de joias. Maihara busca o diferencial de sua marca na personalização das peças produzidas. Segundo ela, as joias devem conter a história do cliente aplicada através de um conceito único.

“Nós buscamos contar a história do cliente através de uma joia. É onde nós buscamos trazer todo esse encantamento lúdico. Nosso grande diferencial é colocar conceito e sentimento em cada peça que é desenvolvida no ateliê”, ressalta Maihara, acrescentando que sua marca sempre busca aliar, também, traços do regionalismo piauiense.

“Em todas as minhas criações tento mostrar os traços das raízes piauienses, sempre com algum material ou algum traço que fala um pouco da nossa história. Em minhas coleções já utilizei a renda frivolité, cerâmica do Rio Poty e Opalas de Pedro II”.

 

Regionalismo e Mundo Geek

Amanda Piaulino (foto: arquivo pessoal)

Amanda Piaulino, de 25 anos, também  decidiu abrir o próprio negócio na área da moda. Formada no curso de Moda pela Universidade Federal do Piauí, ela buscou no mundo geek inspiração para produzir suas peças. As suas produções misturam elementos da cultura pop com o “piauiês”, o vocabulário da cultura piauiense.

“A minha inspiração vem dos elementos nerds e geeks e do regionalismo, de personalidades, dos dialetos, séries, filmes, comidas e tudo que percebemos que possa trazer representatividade”, declara Amanda.

Amanda atua no mercado há um ano, e funciona inteiramente online. As peças são divulgadas nas redes sociais (Facebook e Instagram) e produzidas de forma terceirizada.

“Acredito que nossa marca faz a diferença trazendo esse diferencial para mercado piauiense. As pessoas gostam de se sentir representadas e, atualmente, os elementos nerds e geeks fazem parte da vida das pessoas com o avanço da tecnologia”.

Outro que ganhou destaque no mercado diante de suas ideias criativas foi o Emanuel Soares Costa. Ele, que tem 29 anos, montou o próprio ateliê em 2013.

“Abri o ateliê pela necessidade de realmente querer trabalhar com criação”, conta Emanuel, destacando que suas roupas carregam modelagens diferenciadas com mix de estampas e cores. Ele também trabalha com vestuário e produz acessórios, como brincos, colares, pulseiras e pochetes.

“No início foi bastante difícil, pois não tinha dinheiro para investir no meu negócio. Foram muitas tentativas. Deu certo, mas eu tive que batalhar muito para alcançar o que tenho hoje e fazer com que isso perdure. Busco sempre trazer referências de fora, ou novidades que ainda não chegaram aqui e também atendimento sob medida”, disse ele.

O ateliê de Emanuel, que funciona em sua casa, no centro de Teresina, também comporta um brechó. Os brechós têm crescido dia após dia e representam uma boa saída para quem quer contornar a crise, além de oferecer várias vantagens aos consumidores.

A economia criativa fortalece a cultura, na medida em que as pessoas produzem em cima do que elas vivem. Esse modelo de economia facilita o empreendedorismo, principalmente para jovens que estão começando o próprio negócio.

Emanuel Soares em registro de um dos seus desfiles (foto:aquivo pessoal)

 

Teresina Criativa

O  programa especial Teresina Criativa,  da TV Cidade Verde, em homenagem aos 165 anos da capital piauiense, vai ao ar no dia 16 de agosto deste ano. Aguardem para conhecer outras histórias sobre criatividade, design e moda em Teresina.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *