Política

Themístocles diz que "adoraria" Mão Santa e Heráclito no PMDB

Imprimir
O deputado estadual Themístocles Filho (PMDB) declarou que "adoraria" receber os ex-senadores Mão Santa e Heráclito Fortes novamente no partido. Ele revelou ainda que há a possibilidade de não se candidatar à reeleição em 2014 e afirmou que o vice-governador José Moraes Souza Filho deve se articular para chegar ao governo.

Fotos: Evelin Santos / Cidadeverde.com

Themístocles explicou que o PMDB deverá analisar o quadro atual para decidir se aceita ou não os dois políticos de volta ao partido. "Eu queria estar errado, mas acho que eles vão querer se filiar ao PMDB faltando 30 ou 60 dias para as eleições. Eu adoraria ter o Mão Santa e o Heráclito no partido, mas temos que ter cautela. Até o momento eu não estava sabendo do interesse deles, porque nunca recebi uma ligação sobre o assunto".

O político também comentou o comportamento do vice-governador durante as eleições de 2012 e as recentes declarações do deputado federal Marllos Sampaio sobre a omissão de Zé Filho. "Marllos só disse que o vice-governador não participou ativamente, mas ele realmente estava mais voltado para as eleições em Parnaíba. Por outro lado, ele não subiu em nenhum palanque, não ajudou a oposição", disse.


Themístocles analisou que a ida de Elmano para o segundo turno e a campanha crescente foram méritos do PMDB. "Sem o partido, o Firmino ganharia no primeiro turno, porque o Elmano não iria viabilizar sua candidatura".

Contradizendo o próprio vice-governador, o parlamentar garantiu que a aliança do PMDB com o PTB foi acordada por todos do partido. "O Zé Filho não pode dizer que não estava sabendo porque a reunião com Elmano Férrer foi dentro da casa dele. Fiz questão de chamar a responsabilidade para todos os filiados", contou o deputado, em entrevista ao Jornal do Piauí desta quarta-feira (21).


Candidatura de Zé Filho ao governo

O parlamentar afirmou que o vice-governador deverá se articular para lançar candidatura. "Quem escolhe o candidato é o povo, através de pesquisas. Eu acho que Zé Filho está tentando se articular. Para ser candidato tem que ter muita estrutura", aconselhou.

Themístocles admitiu que, independente do nome cotado, votará no PMDB se o partido lançar candidatura própria. "Sempre votei em candidatos do PMDB e não vai ser diferente. Votarei em qualquer candidato do partido", enfatizou.


Reeleição

O político decidiu não confirmar se lançará ou não sua candidatura à reeleição em 2014. "É natural ser candidato em 2014, mas ainda vou analisar com calma. Não quero dizer uma coisa e depois voltar atrás. Pode acontecer de eu não me candidatar. Há essa possibilidade", declarou.

Diretório Municipal

O deputado aproveitou a oportunidade para convidar todos os filiados do partido para a troca de comando do diretório em Teresina. O evento acontece neste domingo (25), a partir das 8h30, na sede do PMDB na capital. Na ocasião, o deputado Marllos Sampaio assumirá o diretório municipal, em substituição de Zé Nito, que será vice. 

Jordana Cury
redacao@cidadeverde.com

Imprimir